Policial

Justiça do PR nega habeas corpus a policial que matou tesoureiro do PT

A Justiça do Paraná negou o pedido de habeas corpus (HC) em favor do policial penal Jorge Guaranho, denunciado por homicídio qualificado por matar a tiros o guarda municipal Marcelo Arruda. A defesa de Guaranho havia pedido que a prisão preventiva fosse transformada em prisão domiciliar humanitária. Com isso Guaranho segue preso no Complexo Médico Penal, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

Na decisão, tomada na noite de ontem (13), o desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) manteve a prisão preventiva do acusado com o argumento de que o cenário “conturbado”, em razão da proximidade das eleições.

Segundo o magistrado, a concessão da prisão domiciliar pode “gerar novos conflitos entre pessoas com diferentes preferências político-partidárias”. Guaranho é apoiador do presidente Jair Bolsonaro e Arruda era tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu e apoiador do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No pedido a defesa de Guaranho argumentou que a ordem de prisão preventiva seria ilegal e que o policial penal não apresentava riscos à ordem pública. “A intolerância, motivada por exagerada paixão, não pode ser aceita e deve ser coibida pelo Poder Judiciário, tendo em vista as eleições que se avizinham e o panorama o atual processo eleitoral, sob pena de consequente sensação de impunidade, que poderá gerar novos conflitos entre pessoas com diferentes preferências político-partidárias”, argumentou o desembargador.

A defesa também alegou que Guaranho ainda se recupera dos ferimentos sofridos durante o episódio que resultou na morte de Arruda e que precisaria de cuidados especiais para se restabelecer. “Ele sequer consegue andar, sua visão está comprometida, não tem condições de se alimentar sozinho e, evidentemente, não consegue realizar a sua higiene pessoal” argumentou a defesa.

Ao manter a preventiva, o desembargador reforçou o fato de que “a Administração Pública tem plenas condições de prestar a assistência de que necessita o paciente”. “Da atenta leitura do quanto se tem nos autos de origem, ao que tudo indica, ele necessita de cuidados a serem dispensados por médicos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos visando tão somente sua reabilitação física, nada apontando para eventual risco de morte”, apontou o desembargador.

Source link

Paraguaia é presa com cocaína no Aeroporto de Foz do Iguaçu

Uma mulher de nacionalidade paraguaia foi presa em flagrante pela Polícia Federal (PF), na manhã deste sábado (13), no Aeroporto Internacional das Cataratas, em Foz do Iguaçu, tentando embarcar para Madri com 3,320 quilos de cocaína.

A droga foi localizada pelos policiais federais, durante uma fiscalização de rotina. A cocaína estava escondida no forro de uma mochila despachada pela passageira. O voo ainda faria uma escala em Paris, capital francesa.

A paraguaia foi conduzida para a Delegacia Regional da Polícia Federal, em Foz do Iguaçu. Segundo a PF, ela responderá pelo crime de tráfico internacional de drogas, cuja pena pode chegar até 15 anos de prisão.

Source link

Justiça revoga prisão domiciliar de policial que matou petista


A Justiça do Paraná revogou, nesta sexta-feira, 12, a prisão domiciliar do policial penal Jorge Guaranho, que matou o petista Marcelo Arruda, ex-candidato a vice-prefeito de Foz do Iguaçu (PR), durante uma troca de tiros. Ele será transferido para o Complexo Médico Penal (CMP) de Pinhais, localizado na Região Metropolitana de Curitiba.

Na quarta-feira 10, Guaranho recebeu alta e deveria ter sido transferido para o CMP. No entanto, um ofício do próprio Complexo Médico Penal informou que o local não tinha estrutura suficiente para atender às necessidades médicas do policial penal, que é réu por homicídio duplamente qualificado. Por isso, Guaranho ficou em prisão domiciliar e usou tornozeleira eletrônica.

Em decisão proferida nesta sexta-feira, o juiz Gustavo Germano Francisco Arguello disse que a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) informou que o CMP, diferentemente das alegações iniciais, “apresenta plenas condições estruturais e humanas de custodiar o réu”.

Ainda segundo o despacho, um documento anexado aos autos do processo mostra que o CMP “possui condições de garantir a manutenção diária das necessidades básicas do custodiado, com supervisão continua, […] levando em consideração as informações do relatório de evolução médica do paciente”.

Na quarta-feira, Arguello decidiu pela prisão domiciliar e determinou que Guaranho permanecesse em casa até que fosse possível “eventual remanejamento do réu para estabelecimento adequado, ainda que em outro Estado da Federação”.

O caso

Arruda morreu na madrugada de 10 de julho, data em que celebrava seu aniversário de 50 anos. A confraternização, com aproximadamente 40 convidados, estava ocorrendo na Associação Recreativa Esportiva Segurança Física Itaipu (Aresf).

De acordo com as testemunhas, por volta das 23 horas, Guaranho invadiu a festa e disparou contra o aniversariante. Arruda sofreu dois disparos. Mesmo ferido, segundo relatos, conseguiu revidar e atingiu um segundo agressor com um tiro na cabeça. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Vídeos divulgados dias depois da troca de tiros mostram o início da discussão que levou à morte do petista. Em um primeiro momento, como mostram as imagens, Guaranho chega de carro ao local da festa e grita em direção a Arruda. Ele é recebido com pedradas. O policial penal vai embora, mas volta tempos depois. Ele desce do veículo, saca uma arma e, ao que parece, dispara duas vezes em direção ao interior do espaço onde ocorria a festa.

Em outras imagens, é possível ver que Guaranho entra na festa e dispara duas vezes contra o petista. Mesmo caído, Arruda consegue reagir e ferir Guaranho. Na sequência, um colega do petista chuta pelo menos quatro vezes a cabeça do policial penal.

O guarda municipal era casado e pai de quatro filhos, entre eles, um bebê de 1 mês. Ele era diretor do Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu (Sismufi) e tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) na região.





Source link

Polícia identifica autor de facadas contra Salman Rushdie; vídeo mostra momento do ataque


Escritor estava sendo apresentado ao público quando um homem invadiu o palco e começou as agressões

Eduardo Munoz/ReutersPoliciais de Nova Jersey montam guarda perto do prédio onde mora o suposto agressor de Salman Rushdie
Policiais de Nova Jersey montam guarda perto do prédio onde mora o homem suspeito de ter atacado Salman Rushdie

Morador de Nova Jersey, Hadi Matar, de 24 anos, foi identificado pela polícia de Nova York como suspeito de atacar o escritor Salman Rushdie durante um evento aberto ao público nesta sexta-feira, 12. A informação, divulgada em entrevista coletiva, é da comandante da tropa da polícia estadual, major Eugene J. Staniszewski. Salman Rushdie, escritor que desde 1980 está jurado de morte pelo Irã, foi esfaqueado no pescoço. Ele estava prestes a começar a palestra que estava prevista para acontecer hoje quando um suspeito invadiu o palco da Chautauqua Institution e começou aplicar golpes no autor. O agressor teria esfaqueado Rushdie cerca de 15 vezes. O ataque foi confirmado pelas autoridades locais. “A polícia estadual está investigando um ataque ao autor Salman Rushdie antes de uma palestra na Chautauqua Institution em Chautauqua, NY”, disseram. Segundo eles, o britânico de origem muçulmana sofreu “uma aparente facada no pescoço e foi transportado de helicóptero para um hospital da região”.

De acordo com o agente do escritor, Andrew Wylie, Rushdie passou por uma cirurgia, mas não deu mais detalhes. O agressor foi contido e, segundo as autoridades, levado sob custódia. Até o momento, não foi informado o motivo da agressão. Além do escritor, o moderador da palestra, Henry Reese, também foi atingido e sofreu um pequeno ferimento na cabeça, informou a polícia. As pessoas que estavam no local e presenciaram a invasão foram evacuadas do local. Rushdie tem 75 anos e é jurado de morte pelo Irã desde 1980 por causa de seus escritos. Seu livro “The Satanic Verses” (“Versos Satânicos”) está proibido na região, pois muitos muçulmanos o consideram uma blasfêmia. Uma recompensa de US$ 3 milhões foi oferecida para matá-lo. Em 2012, a quantia aumentou e passou a ser de US$ 3,3 milhões.





Source link

Polícia Civil investiga Deolane Bezerra por lavagem de dinheiro


A Polícia Civil de São Paulo instaurou dois inquéritos para apurar possíveis irregularidades na empresa Bezerra Publicidade, da qual Deolane Bezerra é sócia. A advogada criminalista, que declarou apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de outubro, é acusada de sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. As informações foram reveladas pelo SBT Brasil.

Segundo o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), a Bezerra Publicidade teria movimentado R$ 13 milhões entre maio de 2021 e maio de 2022 — valor superior ao limite estabelecido pelo Simples Nacional (regime tributário exclusivo para micro e pequenas empresas), de R$ 4,8 milhões.

Ainda de acordo com o órgão, Deolane teria participado de “negócios duvidosos”. Se as irregularidades forem comprovadas, a advogada responderá por sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Um terceiro inquérito pretende apurar se Deolane teria comprado veículos de pessoas ligadas a duas empresas de transporte público de São Paulo, a Upbus e a Qualibus, que seriam controladas por integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). A advogada também vendeu veículos para essas pessoas, o que, na prática, configuraria lavagem de dinheiro.

‘Gosto de bandido’

Em abril, circulou nas redes sociais um vídeo em que Deolane diz ter simpatia por criminosos. “Gosto de bandido”, disse ela, no ano passado. “Gosto de advogar para bandido. Escuto: ‘Doutora, estou fodid*, a casa caiu. Fiz mesmo’. Gosto disso, mesmo. Agora, vamos tentar diminuir a pena. Pergunto se tem prova. ‘Não tem, doutora.’ Respondo: ‘Então, vamos pedir a absolvição’.”





Source link

Consulado dos EUA atende familiares de turista morto no Rio

O Consulado-geral dos Estados Unidos (EUA) no Rio de Janeiro ofereceu condolências à família e confirmou a morte do turista americano Joseph T. Thomas, na madrugada de hoje (12) no Hospital Samaritano Botafogo, na zona sul do Rio e informou que está prestando o atendimento consular aos parentes dele naquele país. O americano veio passar férias no Brasil e desde o dia 6 de julho estava hospedado na casa da diarista Célia Lopes da Silva, 48 anos.

“Oferecemos nossas mais sinceras condolências à família pela perda e estamos fornecendo toda assistência consular apropriada. Em respeito à privacidade da família neste momento difícil, não temos comentários adicionais”, informou em nota.

Os amigos brasileiros dizem que era um rapaz tranquilo e gostava muito do Brasil, amor demonstrado na camisa onde escreveu que o Brasil é o melhor país do mundo. “Parece até por ironia”, disse Célia em entrevista à Agência Brasil.

Célia contou que o jovem foi apresentado à família pelo ex-namorado da sua filha Bianca Silva de Souza, de 26 anos, Mikael Valentim de Oliveira, 23 anos, a quem considera como um filho também. Depois da morte da avó, Mikael passou a morar na casa da família. “O Trey veio para conhecer a gente. Tem mais de quatro anos que tinha amizade com Mikael”, disse, acrescentando que essa foi a primeira vez que Trey se hospedou com a família.

“Torcedor do Flamengo, escreveu Treyzinho na parte de trás da camisa do clube do coração, em alusão a Trey que representa o T. do seu nome e que trouxe na mala na vinda para o Rio de Janeiro. “Ele era flamenguista e a gente estava fazendo planos de assistir ao jogo do Flamengo no Maracanã”, disse Célia.

Célia contou que o jovem foi apresentado à família pelo ex-namorado da sua filha Bianca Silva de Souza, de 26 anos, Mikael Valentim de Oliveira, 23 anos, a quem considera como um filho também. Depois da morte da avó, Mikael passou a morar na casa da família. “O Trey veio para conhecer a gente. Tem mais de quatro anos que tinha amizade com Mikael”, disse, acrescentando que essa foi a primeira vez que Trey se hospedou com a família.

Em 2017, o jovem tinha vindo para o Brasil para fazer intercâmbio por um período de sete meses. Nos Estados Unidos o americano dava aula de português, idioma que reforçava com Mikael, enquanto ensinava inglês para o amigo.“Todos os dias eles se falavam pela internet”, acrescentou.

Célia disse que ontem à noite a morte cerebral do Joseph já tinha sido confirmada e eles foram se despedir dele no hospital. “A gente foi ver ele lá no hospital e se despediu porque quando cheguei lá ontem à noite o cérebro dele já tinha parado e a Bianca já tinha falado com a mãe dele.

Segundo Célia, integrantes do consulado americano no Rio estiveram no hospital e Mikael devolveu documentos do amigo que estavam com ele, inclusive cartão de crédito. “A mãe dele falou que algumas coisas que estão lá em casa vão ficar com o Mikael, são roupas, o telefone”, comentou.

“Eu estou indo para o trabalho porque é muita tristeza ficar lá em casa. Mikael foi trabalhar e Bianca também. Não tinha mais nada a fazer e a gente tem que voltar ao nosso ritmo, embora a tristeza tomando conta, mas a gente tem que continuar porque tem compromisso e não podemos deixar as pessoas na mão”, completou.

A diarista contou que a família recebeu uma ligação hoje de manhã informando que o jovem tinha falecido e o corpo seria levado para o Instituto Médico Legal (IML) do Rio. “O Consulado esteve lá e ia agilizar tudo com o Hospital Samaritano. Eles permitiram o Mikael, a Bianca e eu irmos lá, porque a família estava em Los Angeles e era a única família que ele tinha aqui. A gente era amigo”, finalizou.

Source link

Jurado de morte pelo Irã, escritor Salman Rushdie é atacado em Nova York

Autor de ‘Os Versos Satânicos’ estava prestes a dar uma palestra quando foi surpreendido por um desconhecido, diz agência

Jurado de morte pelo Irã por ter escrito o livro Os Versos Satânicos, o autor anglo-indiano Salman Rushdie, de 75 anos, foi atacado por um desconhecido em Nova York nesta sexta-feira, 12. De acordo com a Associated Press, Rushdie estava prestes a dar uma palestra na Chautauqua Institution, um centro educacional sem fins lucrativos no oeste da cidade, quando foi surpreendido por um homem que desferiu facadas nele. O escritor caiu no chão, e o agressor foi contido por testemunhas. Momentos depois, a polícia de Nova York confirmou que Salman Rushdie foi esfaqueado no pescoço, e ainda não se sabe seu estado de saúde. Vídeos mostram ele sendo socorrido de maca e sendo colocado em um helicóptero. É possível ver que ele está ensanguentado. A polícia também informou que o suspeito foi detido, mas não divulgou sua identidade por enquanto. 

Publicada originalmente com o título The Satanic Verses, a obra é proibida no Irã desde 1989, pois muitos muçulmanos a consideram uma blasfêmia. Em 1989, o então líder do Irã, Ruhollah Khomeini, emitiu um fatwa, um decreto pedindo a morte de Salman Rushdie. Houve também a oferta de recompensa de 3 milhões de dólares para quem matasse Rushdie.

Com informações de Veja

PF: operação combate lavagem de dinheiro de facção criminosa no Ceará

Esquema de lavagem de dinheiro decorrente do tráfico de drogas, com movimentação ilícita milionária, no estado do Ceará, é o alvo da Operação Espelho Branco 2, da Polícia Federal, na manhã desta sexta-feira (12).

Na ação, 60 policiais federais cumprem nove mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão temporária, além de mandados de sequestro de bens e valores, expedidos pela Justiça Federal, em domicílios investigados em Fortaleza (CE) e nos municípios cearenses de Eusébio, Aquiraz, Itarema e Santa Quitéria/CE, além de São Paulo (SP) e Maceió (AL).

As buscas têm como objetivo apreender documentos e mídias para instrução de inquérito policial para individualização da atuação dos suspeitos, participação de terceiros e pessoas interpostas (laranjas), bem como levantamento integral e apreensão de valores e patrimônio ilícito movimentado, decorrente de lucros de crimes anteriores.

Segundo a PF, foi determinado judicialmente o bloqueio de valores nas contas dos suspeitos, sequestro de imóveis de luxo em valores superiores a R$ 5 milhões e veículos em valores superiores a R$ 2 milhões.

Histórico

Na primeira fase da operação, deflagrada em novembro de 2021, foi presa a liderança da facção criminosa e cumpridos de mandados de busca em três residências em condomínios de luxo em Eusébio e Fortaleza. Uma delas adquirida pelo suspeito por R$ 3,6 milhões. “As investigações desenvolvidas na segunda fase da operação apontaram indícios de atuação da organização criminosa no Ceará para dissimulação da propriedade de bens e para movimentação de recursos ilícitos, bem como integração no mercado formal de recursos oriundos do tráfico de drogas e outros crimes antecedentes”, infirmou a PF.

A investigação identificou “teia criminosa com atuação dos investigados para ocultar origem ilícita de recursos através de transações comerciais com valores expressivos, entrelaçamento e confusão nos negócios”.

Os investigados também fizeram uso de documentos falsos, reuniões de criminosos em hotéis e condomínios de luxo e investimentos em empresas com atos dos suspeitos que ostentavam riqueza de forma incompatível com qualquer atividade lícita.

Crimes

Os criminosos poderão responder pelos crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e tráfico de drogas, com penas de até 40 anos de reclusão.

O nome da operação remete às identificações falsas utilizadas pelos investigados. As investigações continuam, com análise do fluxo financeiro dos suspeitos e do material apreendido.

Source link

Polícia investiga corrupção em Petrópolis depois de chuvas

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) fazem hoje (12) uma operação contra suspeitos de fraudes na contratação de uma empresa em Petrópolis, depois das chuvas que deixaram mais de 230 mortos na cidade da região serrana fluminense.

Segundo a Polícia Civil, o dirigente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) aproveitou o estado de calamidade do município para contratar, sem licitação, uma empresa para prestar serviço de mão de obra.

O valor cobrado pela nova empresa era maior que o dobro daquele que vinha sendo praticado pela antiga prestadora de serviços, de acordo com a Polícia Civil. Estima-se que a contratação gerou um prejuízo superior a R$ 500 mil.

A Operação Clean, desencadeada hoje, cumpre 13 mandados de busca e apreensão em endereços ligados a funcionários da CPTrans e de empresários.

Por meio de nota, a prefeitura de Petrópolis informou que o diretor da CPTrans e outras pessoas citadas na operação já foram afastadas.

“A prefeitura é a maior interessada em apurar os fatos e abriu processo para apurar o caso imediatamente após deflagrada a operação”, informa a nota divulgada pela prefeitura.

Source link

Carga de cigarros contrabandeados é apreendida no sertão paraibano

Os cigarros que estavam sendo transportados em um caminhão e uma van teriam como destino o município de Patu/RN

No início da noite da última quarta-feira (10), foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal, no município de Aparecida/PB, cerca de 30.250 pacotes de cigarros. Dois homens foram detidos durante a ocorrência.

Por volta das 19h20min, equipes da PRF realizavam deslocamento na BR 230, km 464, entre os municípios de Sousa e Aparecida, sertão paraibano, quando perceberam que um caminhão e uma van que seguiam juntos a frente das equipes, em um certo momento o caminhão realizou uma ultrapassagem perigosa.

As equipes, então, abordaram os dois veículos. Durante inspeção, foi identificado que no total os mesmos transportavam uma carga de 30.250 pacotes de cigarros, cada um contendo 10 maços. Segundo os condutores dos veículos, os cigarros vinham de São José de Espinharas/PB e tinham como destino a cidade de Patu, no Rio Grande do Norte. Além disso, foi constatado que o condutor da Van não possuía Carteira Nacional de Habilitação.

Dois homens, com idades de 43 e 25 anos, foram detidos e encaminhados junto com a mercadoria para a Polícia Judiciária para os procedimentos cabíveis.

Por PRF/PB