Sports

Cristiano Ronaldo tenta levar Portugal ao segundo triunfo na Copa

Portugal e Uruguai se enfrentam a partir das 16h (horário de Brasília) da próxima segunda-feira (28) no Estádio de Lusail. A partida é válida pela segunda rodada do Grupo H da Copa do Mundo do Catar.

Esse é um jogo importante e decisivo para as duas equipes, que brigam pela primeira posição da chave. Portugal venceu Gana na primeira rodada num emocionante 3 a 2, com Cristiano Ronaldo deixando a sua marca e fazendo história se tornando o único jogador da história a marcar em cinco edições diferentes de mundiais de seleções.

Já o Uruguai chega após um morno empate sem gols com o Coreia do Sul. A expectativa se concentra na presença, ou não, do meia Arrascaeta no 11 titular uruguaio. O jogador do Flamengo não entrou no gramado na estreia de sua equipe.

A partir das 10h terá início o outro confronto do Grupo H , entre Coreia do Sul e Gana no Estádio Cidade da Educação. As duas equipes buscam uma vitória para se manterem com possibilidades reais de classificação às oitavas.

Pelo Grupo G, o do Brasil, Camarões e Sérvia jogam a partir das 7h no Estádio Al Janoub. As duas equipes perderam na primeira rodada e precisam de um resultado positivo para continuarem sonhando com a classificação.

O Brasil entrar em campo às 13h no Estádio 974 para pegar a Suíça. As duas seleções buscam dar continuidade ao 100% de aproveitamento que possuem até o momento na competição.

* Colaboração de Pedro Dabés (estagiário) sob supervisão de Verônica Dalcanal.

Source link

Alemanha arranca empate contra Espanha e ganha fôlego na Copa do Mundo

Partida terminou 1 a 1; para ir às eliminatórias, a tetracampeã vai precisar vencer a Costa Rica na quinta-feira, 1, e torcer para o Japão perder

EFE/EPA/Georgi Licovskespanha e alemanha Alemanha se mantém viva na Copa do Mundo com empate com Espanha

Alemanha e Espanha empataram em 1 a 1 na segunda fase do Grupo E da Copa do Mundo 2022 neste domingo, 27, em um jogo tido por muitos como o principal da fase de grupos, já que foi o primeiro confronto entre duas campeãs. O resultado não é bom para os alemães, que vão precisar de uma combinação de resultados para conseguir avançar para a fase eliminatória, porém, eles ganharam fôlego para a última rodada. A derrota do Japão para Costa Rica contribuiu para manter a seleção viva no torneio, mas se quiser continuar, eles vão precisar os costa riquenhos na próxima quinta e torcer para que a Espanha ganhar dos japoneses.

No jogo, Espanha e Alemanha protagonizaram um bom futebol, com ambas as equipes procurando o gol. Apesar os espanhóis terem dominado boa parte dos jogos, os alemães se aproveitavam de todas as oportunidades que tinham para levar perigo ao gol de Unai Simón. Logo nos primeiro seis segundo, depois de um passe de Gavi, Marco Asensio acertou um belo chute de fora da área e botou Manuel Neuer para trabalhar que, com uma boa defesa, evitou que a Espanha abrisse o placar.

Três minutos depois, a Alemanha conseguiu bom um bom contra-ataque, mas não resultou em gols. Aos 30 minutos, Fernan Torres errou um gol cara a cara, mas o sentimento de perda foi aliviado pelo fato do bandeirinha ter dado impedimento. Quando a primeira etapa se aproximava da fase final, Rudiger marcou de cabeça para Alemanha após a cobrança de falta feita por Kimmich, mas o gol foi anulado por impedimento após o VAR alertar o árbitro sobre a irregularidade. Dessa forma, o jogo foi para o intervalo sem gols.  

Na volta para segunda etapa, a Alemanha voltou com gás total e dominou os primeiros minutos, sempre indo em busca de abrir o placar. Ela chegou algumas vezes, mas sem uma chance concreta para marcar, a não ser quando Kimmich recebe de Gundogan e finalizou sozinho dentro da área, porém Simón defendeu e mandou a bola para escanteio, evitando que a Alemanha abrisse o placar. Em um lance de pé em pé, aos 17 minutos a Espanha chegou ao gol de Neuer e abrir o placar com um gol Morata que entrou no segundo tempo. A Alemanha continuou buscando o gol apesar da superioridade espanhola. Musiala teve a chance de empatar aos 29 minutos, mas Simón salvou mais uma vez. Porém, aos 39 minutos ele não conseguiu evitar. Mesmo com dificuldade, a Alemanha conseguiu marcar após o atacante Fullkrug domina na área e chuta forte para deixar tudo igual no marcador.

Source link

Ronaldo Fenômeno publica carta aberta a Neymar: ‘Que todo o ódio vire combustível’

Herói do penta, ex-jogador exaltou o talento do camisa 10 e repudiu quem comemora sua lesão

Reprodução/Instagram/neymarpai_Neymar Neymar se lesionou na estreia da seleção brasileira e não entra em campo contra a Suíça nesta segunda-feira

O cara da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2002, Ronaldo Fenômeno mostrou solidariedade a Neymar depois que o camisa 10 se lesionou na estreia contra a Sérvia na última quinta-feira. Ele teve uma entorse no tornozelo e está fora dos próximos dois jogos do Brasil. Neste domingo, 27, o ex-jogador publicou texto no Instagram exaltando o estilo de jogo de Neymar e repudiou as pessoas que comemoraram a lesão do atleta por divergências políticas. “Você é foda, @neymarjr! Gigante!”, começou. “Estou certo de que a maioria dos brasileiros, como eu, te admira e te ama. Seu talento, aliás, te levou tão longe, tão alto, que tem amor e admiração por você em cada canto do mundo.

E é também por isso, por ter chegado aonde chegou, pelo sucesso que alcançou, que tem que lidar com tanta inveja e maldade. Num nível de comemorarem a lesão de uma estrela como você, com uma história como a sua. A que ponto chegamos? Que mundo é esse? Que mensagem estamos passando para os nossos jovens? Vai sempre existir gente torcendo contra, mas é triste ver a sociedade num caminho de banalização da intolerância, de normalização dos discursos de ódio”, disse o ex-jogador.

“É na contramão dessa violência verbal com poder destrutivo que te escrevo hoje: volte mais forte! Mais esperto! Com mais fome de gol! O bem que você faz dentro e fora de campo é muito maior que a inveja na sua direção. Não se esqueça nem um segundo do caminho percorrido que fez de você um ídolo do futebol mundial. O Brasil te ama! A torcida de verdade – a que torce a favor – precisa dos seus gols, dribles, ousadia e alegria!

Não exalte os covardes e invejosos. Celebre o amor que vem da maior parte do seu país. Você vai dar a volta por cima, @neymarjr! E que todo o ódio vire combustível. A todos que leram até aqui, peço que mandem energia positiva pra seleção, pro Neymar, pro @daniluiz2 e todos os jogadores”, finalizou Ronaldo. A seleção brasileira retorna ao campo nesta segunda-feira, 28, contra a Suíça, às 13h (horário de Brasília).

Source link

Com 1º gol de falta da Copa, Marrocos vence a Bélgica e assume liderança do Grupo F


Sabiri e Aboukhlal marcaram na vitória dos Leões do Atlas, que ainda não perderam nessa edição de Copa do Mundo

EFE/EPA/Rungroj Yongritmarrocos; bélgica
Sabiri fez o primeiro gol de falta da Copa do Mundo do Catar

A Bélgica sofreu novamente em um jogo nesta Copa do Mundo e perdeu por 2 a 0. O jogo contra Marrocos, pela segunda rodada do Grupo F, contou com mais criação e domínio da seleção europeia no primeiro tempo, mas dificuldades na finalização. O Marrocos manteve sua marcação forte e avançou pouco ao ataque, mas quando chegou, levou perigo. Nos acréscimos, os Leões do Atlas balançaram as redes em cobrança de falta perfeita de Ziyech, mas o lance foi anulado por interferência na visão do goleiro Courtois. No segundo tempo, o jogo foi melhorando. El Kajoui fez uma grande defesa em chute de Mertens aos 20 e aos 27 minutos, Sabiri bateu outra falta milimétrica e colocou os africanos em vantagem. Esse é o primeiro gol de falta dessa edição de Copa e o primeiro gol de falta da história do Marrocos no Mundial. A situação ficou tão difícil para os belgas, que aos 36, Lukaku saiu do banco mesmo sem estar 100% para ajudar sua seleção. Mas ele não conseguiu evitar o segundo gol dos marroquinos nos acréscimos com Aboukhlal. O resultado deixa o Marrocos – temporariamente – na liderança da chave com 4 pontos. A Bélgica tem 3, a Croácia tem 1 e o Canadá não pontuou. Esses dois se enfrentam na sequência, às 13h. Na última rodada, o Marrocos enfrenta os canadenses e a Bélgica joga contra a Croácia.





Source link

Messi se iguala a Maradona como jogador que mais atuou e marcou pela Argentina em Copas do Mundo

Capitão argentino deve quebrar o recorde nacional no jogo contra a Polônia, que definirá o destino das duas seleções no torneio

EFE/ Rodrigo Jiménezmessi e maradora Messi marca seu oitavo gol em jogo contra México que salvou Argentina de eliminação precoce

Lionel Messi, um dos responsáveis pela vitória da Argentina sobre o México e que salvou a seleção de uma eliminação precoce, se igualou a Diego Maradora em número de jogos e gols em Copas do Mundo – ele agora é o atleta que mais entrou em campo pela seleção argentina. O jogador, capitão argentino, chegou a 21 jogos disputados no maior torneio de futebol, e chegou ao seu oitavo gol ao marcar contra os mexicanos, que deu a vitória de 2 a 0 para os hermanos. O astro do Paris Saint-Germain estreou na edição de 2006, na Alemanha, e esteve em todas as Copas desde então.

O camisa 10 chegou a Doha, no Catar, com 19 jogos disputados: três em 2006, cinco em 2010, sete em 2014 e quatro em 2018. A esses se somam os dois primeiros da Argentina no Catar: a derrota para a Arábia Saudita na estreia e agora contra o México, ambos no estádio de Lusail. Messi também entrará em campo no terceiro, que será contra a Polônia e definirá o destino das suas seleções. Com isso, ele estabelecerá um novo recorde nacional ao chegar a 22 jogos em Copas. Ele também vai se aproximar dos jogadores que mais disputaram jogos pelo torneio na história. Os líderes são o alemão Lothar Matthäus (25 jogos entre 1982 e 1998), seu compatriota Miroslav Klose (24 entre 2002 e 2014) e o italiano Paolo Maldini (23 entre 1990 e 2014). Maradona disputou seus 21 jogos em Mundiais entre as quatro edições que participou, de 1982 a 1994.

*Com informações da AFP 

Source link

Mbappé decide, França vence a Dinamarca por 2 a 1 e é primeira classificada às oitavas de final

EFE/EPA/Noushad Thekkayil
Mbappé já tem 3 gols em 2 jogos na Copa do Mundo do Catar

Atuais campeões mundiais sofreram para furar o bloqueio dinamarquês, mas garantiram vaga na próxima fase

A Dinamarca é uma ‘pedra no sapato’ da seleção francesa. Somente neste ano, os dinamarqueses venceram duas vezes a França pela Liga das Nações e fizeram um jogo duro neste sábado, 26, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo no Catar. Porém, Kylian Mbappé estava inspirado e quebrou a sequência ruim da França, liderando a vitória por 2 a 1. No primeiro tempo, a França criou uma blitz na área adversária e aos 20 minutos, Schmeichel fez uma grande defesa. Os Le Bleus ainda tiveram outras chances, mas nada efetivo.

A Dinamarca pouco assustou e tentou ser mais ofensiva no segundo tempo. Porém, quem balançou as redes primeiro foram os franceses com Mbappé aos 15 minutos. Aos 22, Christensen deixou tudo igual após cobrança de escanteio. O gol parece ter acordado os dinamarqueses, que quase ampliaram, mas Lloris defendeu. Aos 41 minutos, Mbappé fez mais um e recolocou os franceses em vantagem. O resultado classifica a França para as oitavas de final. Líder do Grupo D com 6 pontos, os atuais campeões mundiais não podem ser ultrapassados. A derrota complica a Dinamarca, terceira colocada com 1 ponto, que ainda tem chances na última rodada quando enfrenta a Austrália (segunda com 3 pontos) por vaga direta. A Tunísia tem 1 ponto.

Source link

Em treino fechado, Brasil mantém mistério antes de pegar Suíça

O técnico Tite fechou à imprensa o treinamento da seleção brasileira neste sábado (26), no Estádio Grand Hamad, em Doha. Foi a segunda atividade de preparação para o jogo diante da Suíça, na segunda-feira (28), às 13h (horário de Brasília), pela segunda rodada do Grupo G da Copa do Mundo do Catar.

Dos 26 jogadores convocados por Tite, 23 foram a campo. Além do lateral Danilo e de Neymar, ambos com lesões no tornozelo e que são desfalques certos na próxima rodada, outra ausência foi a do também atacante Antony. Segundo a assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o jogador do Manchester United (Inglaterra) apresentou “mal estar”. Ele já havia ficado fora do treinamento de sexta-feira (25), quando somente os atletas que não atuaram como titulares na estreia participaram da movimentação no gramado.

No treino deste sábado, Tite começou a trabalhar com a equipe que será titular diante dos suíços. Sem Danilo, Daniel Alves é o favorito para sair jogando, com o zagueiro Éder Militão (que pode ser improvisado no setor) correndo por fora. Para o lugar de Neymar, o técnico tem como opções os volantes Fred e Bruno Guimarães, o meia Everton Ribeiro e o atacante Rodrygo.

O Brasil lidera o Grupo G com os mesmos três pontos da Suíça, mas com saldo positivo de dois gols, devido à vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia na última quinta-feira (24), com dois gols de Richarlison. No mesmo dia, os suíços bateram Camarões por 1 a 0. O também atacante Breel Embolo (camaronês de nascimento e se naturalizou em 2014) marcou para a equipe europeia. Quem ganhar, assegura a classificação às oitavas de final por antecedência.

Source link

De qué planeta viniste, Maradona? | Placar

DOHA – Hoje o mundo do futebol vive uma data triste – os dois anos da morte de Diego Armando Maradona, aos 60. A ausência do craque argentino em uma Copa do Mundo, seja como jogador, seja como treinador, seja como comentarista ou dentro do personagem que vestiu depois de pendurar as chuteiras, é uma imensa lacuna. É data que não poderia passar em branco. A convite da Conmebol, a federação sul-americana de futebol, os veteranos da conquista de 1986 e os campeões do mundo de 1978 fizeram no centro de Doha uma festa comovente – e não há como fugir da sensação a um só tempo bonita e melancólica de ver futebolistas já avançados na idade, muitos ainda em forma física, outros nem tanto, mas todos a estampar no andar e na face as glórias do passado. Estavam ali, entre outros, Fillol, Kempes e Tarantini, da turma de 1978; Pumpido, Ruggeri e Burruchaga, do grupo de 1986.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

No apogeu da cerimônia, um telão exibia o mais espetacular gol de todos os tempos – o segundo de Maradona contra a Inglaterra, pelas quartas-de-final da Copa do México. O primeiro, sabe-se desde o céu até o inferno, foi o celebrado gol com La Mano de Diós, de puro lunfardo. Mas aquele tento, depois de fazer uma fila com os ingleses, nunca houve e tampouco haverá nada igual. Em Doha, com o som ao máximo ampliado pelos alto-falantes, ouve-se a narração inigualável de Victor Hugo Morales, definitivamente impregnada à jogada de Maradona, a Pietá do canhoto de Villa Fiorito. A voz de Morales soa como o canto de um imã anunciando uma das cinco orações diárias obrigatórias do islã. Mesmo sem as imagens – embora caiba sempre vê-las e revê-las – o que diz o locutor é uma obra-prima em si de entusiasmo e patriotismo.

Evento da Conmebol reuniu veteranos da conquista de 1986 e os campeões do mundo de 1978 -
Evento da Conmebol reuniu veteranos da conquista de 1986 e os campeões do mundo de 1978 – Alexandre Battibugli/Placar

Assim: “Tem a bola Maradona. Dois lhe marcam. Pisa na bola Maradona. Arranca pela direita o gênio do futebol mundial. Deixa o terceiro e vai tocar para Burruchaga. Sempre Maradona! Gênio! Gênio! Gênio! Ta-ta-ta-ta-ta-ta-ta… Gooool! Gooooooool! Gooooooool! Quero chorar! Deus santo, viva o futebol! Golaço! Diegol! Maradona! É para chorar perdoem-me! Maradona! Em uma corrida memorável! A maior jogada de todos os tempos! Barrilete cósmico! De que planeta você veio? Para deixar pelo caminho tantos ingleses? Para que o país seja um punho cerrado! Gritando pela Argentina! Argentina 2 x 0 Inglaterra. Diegol!”

De que planeta você veio? Pablo Enrique Arm, de 75 anos, miúdo até não mais poder, está emocionado e excitado com a oportunidade de estar próximo aos campeões. Ele vive em Israel desde 1961 e veio para o Catar durante os 30 dias de Copa – um feito em si, que merece uma outra reportagem. Mas o que lhe interessa, na véspera da partida decisiva da Argentina contra o México, na tarde de sábado, 26, é louvar os heróis de sua vida – mas sobretudo Maradona. “O 25 de novembro é um mau dia”, resume. Ela veste uma camisa alviceleste que mal lhe cabe. Pega o smartphone e mostra uma foto: é seu filho, Dror, então com 9 anos, ao lado de Maradona. A camisa do menino é a que ele leva no corpo, agora. A imagem foi flagrada numa partida da Argentina em Israel, em 31 de maio de 1994. Pablo assegura ter se aproximado do craque depois daquele jogo – ele serviu de intérprete e acompanhante naqueles dias, há 28 anos, em que os argentinos estiveram em Tel Aviv. A lembrança: “Maradona era impressionante, tudo parecia girar ao redor dele. Cantava, fazia piadas, rua, chorava, sabia ficar sério”, diz o fã. “Não seria exagero dizer, era como um Deus”.

Continua após a publicidade

Pablo Enrique Arm, de 75 anos, vindo de Israel para o Catar: camisa apertada e vastas lembranças -
Pablo Enrique Arm, de 75 anos, vindo de Israel para o Catar: camisa apertada e vastas lembranças – Fábio Altman/Placar

Talvez seja um pouco exagerado, é verdade – mas não para os torcedores que o viram jogar. Não para quem viu pelo menos uma vez na vida a arrancada de 22 de junho de 1986, no Estádio Azteca, naquele 2 x 1 espetacular. E mesmo para os descrentes, a pergunta de Victor Hugo Morales é inevitável, e em castelhano soa mais adequado: de que planeta viniste?

Dror, o filho de Pablo, ao lado de Maradona, antes de uma partida em Tel Aviv -
Dror, o filho de Pablo, ao lado de Maradona, antes de uma partida em Tel Aviv – Pablo Enrique Arm/Arquivo pessoal

Para ver e ouvir o golaço de Maradona na voz de Victor Hugo Morales:

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade

Source link

Após euforia com vitória, seleção brasileira volta aos treinos apreensiva com lesões


Cinco jogadores não se reapresentaram após o triunfo da Canarinho sobre a Sérvia

Lucas Figueiredo/CBFGabriel Martinelli e Bremmer aquecem antes de treino da seleção brasileira
Bruno Guimarães durante treino da seleção brasileira

A empolgação da seleção brasileira com a vitória da última quinta-feira, 24, sobre a Sérvia, pela estreia da Copa do Mundo, durou menos de 24 horas. Após a euforia com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Tite retornou aos treinos sob clima de apreensão. Com lesões constatadas, Neymar e Danilo estão confirmados como baixas para o restante da fase de grupos, perdendo os duelos diante de Suíça e Camarões. Mais do que isso, a dupla também passa a ser uma preocupação para todo o Mundial de Catar, sendo monitorada diariamente pelo departamento médico da CBF. Para piorar a situação da Amarelinha, a reapresentação desta sexta-feira, 25, também não contou com outros três jogadores. O goleiro Alisson e o meio-campista Lucas Paquetá também ficaram no hotel fazendo trabalho individualizado, enquanto Antony sentiu um mal-estar. O trio, por outro lado, não deve ficar de fora para o embate com os suíços, na próxima segunda-feira, 28.

Devido ao duelo desgastante diante dos sérvios, a seleção brasileira não teve nenhum titular participando de treinos com bola nesta sexta-feira. O único que apareceu foi Vinicius Júnior, que correu no gramado. O restante ficou fazendo atividades regenerativas em Doha. Apenas treinaram os jogadores reservas. No exercício, a comissão técnica dividiu os atletas em e promoveu um trabalho em campo reduzido de seis contra seis. Participaram 12 jogadores de linha, além dos dois goleiros.





Source link

Copa do Catar: Neymar e Danilo estão fora do jogo contra a Suíça

Horas após o atacante Neymar e o lateral Danilo realizarem exames de ressonância magnética em um hospital de Doha, nesta sexta-feira (25), o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, anunciou que os jogadores estão fora do segundo compromisso do Brasil na Copa do Catar, na próxima segunda-feira (28) contra a Suíça.

“Os exames mostram uma lesão ligamentar lateral no tornozelo direito do Neymar, junto com um pequeno edema ósseo, e uma lesão ligamentar medial no tornozelo esquerdo do Danilo […]. Já podemos adiantar que não teremos os dois jogadores para o nosso próximo jogo, mas eles permanecem em tratamento com no objetivo de tentar recuperá-los a tempo para essa competição”, declarou Lasmar em vídeo divulgado pela CBF.

Neymar sofreu, na última quinta-feira (24), uma entorse no tornozelo direito durante o primeiro compromisso do Brasil pelo Grupo G do Mundial. Na mesma partida o lateral Danilo sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo.

Source link