World

Regras rígidas de isolamento não impedem covid, e ilhas no Pacífico vivem epidemia


As Ilhas Marshall, arquipélago no Pacífico, ao leste da Filipinas, estão vivendo tardiamente, em comparação com o restante do mundo, a epidemia de covid-19. Com regras rígidas de quarentena para moradores e estrangeiros, o país tinha conseguido evitar, até agora, a epidemia.

Porém, a doença chegou com força total nas últimas semanas. Em apenas sete dias, entre 8 e 15 de agosto, mais de um décimo da população da capital, Majuro, contraiu covid da variante Ômicron. “Estamos nos preparando para a fase mais difícil da epidemia agora em Majuro”, afirmou o ministro da Saúde, Jack Niedenthal, nesta segunda-feira, 15.

Depois que alguns casos foram confirmados em 8 de agosto, o número de infecções disparou, nesta segunda-feira, para 2,8 mil casos. A cidade tem 22,5 mil habitantes. Quase 75% dos testes são positivos. “O bom de ter todos esses outros países que a tiveram [a epidemia] antes de nós é que realmente entendemos como, do ponto de vista epidemiológico, essa variante do vírus se espalha: como um incêndio”, acrescentou o ministro.

Na sexta-feira 12, o presidente das Ilhas Marshall, David Kabua, assinou um decreto de “estado de desastre sanitário”, para permitir que o governo obtenha financiamento de emergência. O decreto foi publicado na conta oficial do governo no Twitter.

No total, o país — de 42 mil habitantes — registrou 3 mil casos positivos e três mortes. Várias agências internacionais, incluindo o Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, devem enviar ajuda às Ilhas Marshall, o que inclui médicos.

Desde a terça-feira 9, os voos domésticos da companhia Air Marshall Islands e o transporte público de navio para ilhas remotas do país estão suspensos. Um voo especial que deveria levar uma equipe médica a ilhas distantes da ilha principal, onde está a capital, não pôde decolar, porque todos os pilotos da companhia haviam testado positivo.

Autoridades de saúde do país acreditam que o recente relaxamento das regras de quarentena e o número sem precedentes de chegadas tenham sido a causa da epidemia. O governo planejava abrir suas fronteiras e abandonar a quarentena obrigatória na chegada a partir de 1º de outubro, medidas que estão suspensas.





Source link

EUA prendem 187 imigrantes cubanos que desembarcaram neste fim de semana


A detenção ocorre três dias após as autoridades de fronteira prenderem outros 19 cubanos que chegaram a Marathon Key, uma das ilhotas da região turística de Florida Keys

Reprodução/Twitter/@USBPChiefMIPImigrantes cubanos utilizam barcos precários para chegar aos EUA
Imigrantes cubanos utilizam barcos precários para chegar aos EUA

Os agentes da Patrulha de Fronteira dos Estados Unidos prenderam pelo menos 187 imigrantes de Cuba neste fim de semana no arquipélago de Florida Keys, incluindo os vários que chegaram neste domingo, 14. Os migrantes cubanos tocaram a terra nos EUA em dez desembarques diferentes, segundo explicou Walter N. Slosar, diretor da Patrulha de Fronteira no setor de Miami, através das redes sociais. Adam Hoffner, chefe de divisão de operações de Miami da agência de Alfândega e Proteção de Fronteiras, informou que o maior desembarque foi o de um grupo de 51 cubanos que chegaram nesta manhã em Key West. Já Slosar, por sua vez, postou no Twitter algumas fotografias dos barcos precários que os cubanos usaram para chegar aos EUA nos dez desembarques. A detenção ocorre três dias após as autoridades de fronteira prenderem outros 19 cubanos que chegaram a Marathon Key, uma das ilhotas da região turística de Florida Keys. De acordo com os números mais recentes fornecidos pela Guarda Costeira, desde 1º de outubro de 2021, data em que teve início o atual ano fiscal, as tripulações da entidade federal interceptaram 3.963 cubanos, quantidade muito acima dos 838 interceptados no ano fiscal anterior.

*Com informações da Agência EFE





Source link

Petrolífera saudita bate recorde com lucro de quase US$ 50 bilhões no trimestre


Maior petrolífera do mundo, a Aramco quebrou seu próprio recorde com um lucro de US$ 48,4 bilhões no segundo trimestre de 2022. Anunciada neste domingo, 14, a performance da empresa da Arábia Saudita representa um aumento de 90% em relação ao mesmo período do ano passado.

O desempenho da Aramco no segundo trimestre foi influenciado pela oscilação do petróleo no mercado internacional, em impacto direto da guerra entre Rússia e Ucrânia — os russos estão entre os maiores produtores e exportadores do mundo, com relação comercial íntima com a Europa Ocidental.

Os preços do petróleo já estavam subindo mesmo antes da guerra na Ucrânia, quando as economias começaram a se recuperar da pandemia de Covid-19 e a demanda superou a oferta.

De acordo com a agência Bloomberg, os números da empresa petrolífera saudita representam “o maior lucro trimestral ajustado de qualquer empresa listada (presente em bolsas de valores)”.

O resultado divulgado neste domingo também é o segundo recorde trimestral consecutivo alcançado pela Aramco, depois de ter atingido um lucro líquido de US$ 39 bilhões entre janeiro e março.

Em março, a petrolífera saudita chegou a superar a norte-americana Apple como a empresa mais valiosa do mundo, mas pouco depois foi superada pela companhia de tecnologia e voltou para o segundo lugar.

Outros dos maiores produtores de petróleo do mundo, incluindo ExxonMobil, Chevron e BP, também registraram lucros significativos neste ano, levando a crescentes pedidos aos governos para impor novas políticas tributárias para o setor, diante de um aumento alarmante do custo de vida nas principais nações desenvolvidas.

Em junho passado, o presidente dos Estados Unidos Joe Biden afirmou que a Exxon havia ganhado “mais dinheiro do que Deus este ano”.





Source link

Vice-presidente do Paraguai renuncia ao cargo


Hugo Velázquez, vice-presidente do Paraguai, renunciou ao cargo nesta sexta-feira, 12, após ter sido proibido de entrar nos Estados Unidos por corrupção. Velázquez também desistiu de ser candidato à Presidência nas próximas eleições do país, que ocorrerão em 2023. 

“Vou me aposentar da política. Foi a última etapa da minha carreira”, disse o vice-presidente. “A decisão é para evitar que o presidente da República, Mario Abdo Benítez, seja afetado.”

O Departamento de Estado dos EUA sancionou Velázquez, “por sua participação em atos significativos de corrupção, incluindo suborno de um funcionário público e interferência em processos públicos”. O esquema está relacionado à usina hidrelétrica de Yacyretá, obra binacional no Rio Paraná, na fronteira do Paraguai com a Argentina.

Segundo o governo norte-americano, o caso também teve o envolvimento de Juan Carlos Duarte, assessor jurídico da usina hidrelétrica Entidad Binacional Yacyretá. 

“Juan Carlos Duarte ofereceu propina a um funcionário público paraguaio para obstruir uma investigação que ameaçava o vice-presidente e seus interesses financeiros”, afirmou o órgão norte-americano. “Duarte abusou e explorou de sua posição pública dentro da Entidad Binacional Yacyretá, colocando em risco a confiança pública em um dos ativos econômicos mais vitais do Paraguai.”

Hugo Velázquez e Juan Carlos Duarte foram punidos pelos EUA com a perda do direito a visto de entrada nos Estados Unidos.





Source link

Alvo do FBI na casa de Trump eram documentos nucleares


A operação do FBI na mansão do ex-presidente Donald Trump, na Flórida, na segunda-feira 8, tinha como missão recuperar documentos confidenciais relacionados a armas nucleares, entre outros materiais confidenciais.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 12, pelo jornal norte-americano Washington Post. O jornal afirmou que conversou com pessoas familiarizadas com o caso, mas que falaram sob condição de anonimato.

Donald Trump, por meio das redes sociais, disse hoje que “essa questão sobre armas nucleares é um boato”.

Segundo a imprensa dos Estados Unidos, a operação fez parte de uma investigação que apura se Trump teria levado documentos sigilosos ao deixar a Casa Branca, em vez de entregá-los ao Arquivo Nacional, como prevê a lei.

A reportagem veio horas depois que o procurador-geral, Merrick Garland — indicado pelo presidente democrata Joe Biden —, ter divulgado que autorizou pessoalmente o pedido do governo de um mandado de busca.

A presença suspeita de documentos de armas nucleares em Mar-a-Lago poderia explicar por que Garland tomou a decisão sem precedentes de ordenar a entrada de agentes do FBI na casa de um ex-presidente.





Source link

Seis países vão ajudar a França a combater incêndios florestais


Além da Itália, que já tem prestado auxílio à França, o presidente Emmanuel Macron anunciou nesta quinta-feira, 11, que outros cinco países vão ajudar no combate aos incêndios florestais.

Em post no Twitter, Macron mencionou Alemanha, Grécia, Polônia, Romênia e Áustria: “Alemanha, Grécia, Polônia e nas próximas horas Romênia e Áustria: nossos parceiros estão ajudando a França diante dos incêndios. Graças a eles. A solidariedade europeia está em ação!”.

Também há aeronaves da Suécia, conforme informou a União Europeia nesta quinta-feira. No total, a UE enviou quatro aeronaves da Grécia e da Suécia. Segundo Macron, mais de 10 mil bombeiros e agentes da defesa civil trabalham no combate às chamas na França. Desde o começo do verão, em junho, os países europeus têm enfrentado seca, calor e incêndios.

A área mais afetada na França nesta semana são as florestas de Landes e Gironde, no sudoeste da França, ressecadas por ondas de calor e pela falta de chuva. O ministro do Interior, Gérald Darmanin, esteve nesta região na quarta-feira 10 e disse que “mais de mil bombeiros, nove aviões e dois helicópteros bombardeiros de água” estavam em ação.

Mais de 10 mil pessoas deixaram suas casas, temendo o fogo, e a vegetação destruída já passa de 6 mil hectares.





Source link

Ditador coreano comemora ‘vitória’ sobre a covid-19


O ditador Kim Jong-un declarou a “vitória” da Coreia do Norte sobre a covid-19, na quarta-feira 10, depois de quase duas semanas sem registrar novos casos. Segundo a agência estatal de notícias KCNA, ao presidir uma reunião com profissionais de saúde, Kim Jong-un anunciou a “vitória na guerra contra a doença pandêmica maligna”.

Tradicionalmente isolado pelo regime comunista, a Coreia do Norte se fechou ainda mais desde o início da pandemia e impôs rígidos controles nas fronteiras. Em maio, o governo informou a existência de um surto da variante Ômicron em Pyongyang, a capital do país, e ativou um “sistema máximo” de prevenção de epidemias.

De acordo com dados oficiais, a Coreia do Norte registrou quase 5 milhões de casos de covid desde o fim de abril, com apenas 74 mortes, o que representa uma taxa de letalidade de 0,002%.

A Coreia do Norte se refere a pessoas com covid como “pacientes com febre”, o que se daria em razão da baixa capacidade de diagnóstico da doença pelo sistema de saúde local. Desde 29 de julho, as autoridades não relataram novos casos.

Segundo a KCNA, Kim Jong-un disse que “a vitória conquistada por nosso povo é um evento histórico que mais uma vez demonstra ao mundo a grandeza de nosso Estado, a tenacidade indomável de nosso povo e os belos costumes nacionais dos quais nos orgulhamos”.

A agência estatal de notícias também informou que o ditador foi ovacionado ao fim do discurso e, em seguida, participou de uma sessão de fotos com participantes e altos funcionários, o que “os encheu de grande entusiasmo e alegria”.

O regime comunista tem um dos piores sistemas de saúde do mundo, com hospitais mal equipados, poucas unidades de terapia intensiva e nenhum tratamento ou vacinas contra a covid, dizem especialistas.





Source link

Incêndio florestal atinge moradores da França


Um incêndio florestal avança pela região de Gironde, no sudoeste da França, nesta quarta-feira, 10. No caminho do fogo, casas foram destruídas e 10 mil moradores abandonaram as habitações. Cerca de 6 mil hectares de floresta já queimaram.

De acordo com a rede de televisão France 24, mais de 500 bombeiros tentam controlar o incêndio florestal. O verão na França, bem como o restante da Europa, tem gerado sucessivas ondas de calor e uma das piores secas registradas.

No município francês de Hostens, os policiais bateram de porta em porta pedindo para que moradores deixassem o local. Camille Delay, 30 anos, partiu com o parceiro e o filho, levando dois gatos, galinhas e documentos do seguro da casa.

“Todo mundo na vila subiu nos telhados para ver o que estava acontecendo”, disse Camille à agência de notícias Reuters. “Em dez minutos, uma pequena nuvem de fumaça ficou enorme.”

A autoridade local descreveu o incêndio como “desenfreado”. Ainda assim, alguns moradores de Hostens relutam em abandonar suas casas. O incêndio florestal de Gironde, na França, é um dos muitos que ocorreram em toda a Europa neste verão.

“É complicado ir embora com os cachorros”, Allisson Horan, de 18 anos, que ficou com o pai. não podemos deixá-los aqui.”





Source link

Zelensky convida Xi Jinping a ‘reconstruir a Ucrânia’


O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse que gostaria de discutir a guerra no Leste Europeu com o aliado mais próximo da Rússia, Xi Jinping. O ex-comediante também pediu que a China ajude na reconstrução de seu país. As declarações do líder ucraniano foram concedidas ao Morning Post, um jornal de Hong Kong, na quinta-feira 4.

A Ucrânia é integrante da Nova Rota da Seda (BRI), um projeto global que concede empréstimos de alto custo a países pobres, para que possam construir obras de infraestrutura. Antes do conflito com a Rússia, a China era o principal parceiro comercial da Ucrânia.

Na conversa com o Morning Post, Zelensky disse esperar que a China reconsidere sua relação com a Rússia. “É um Estado muito poderoso”, afirmou o presidente ucraniano, referindo-se a Pequim. “É uma economia poderosa. Então, pode influenciar política e economicamente a Rússia. A China também é membro permanente do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas [ONU]. Essa é uma guerra no nosso território, eles vieram para invadir. A China, como um país grande e poderoso, poderia cair e colocar a Federação Russa em um determinado lugar.”

Zelensky também disse estar frustrado com a falta de atitude do Conselho de Segurança da ONU, em relação à invasão de seu país. “Por que devemos ter o Conselho de Segurança, se qualquer país do mundo pode simplesmente decidir violar as regras militarmente?”, perguntou.

Leia também: “Devagar, malfeito e complicado”, artigo de capa publicado na Edição 102 da Revista Oeste





Source link

Rússia suspende fluxo de petróleo em oleoduto na Europa –


A estatal russa Transneft, maior operadora dos oleodutos da Rússia, informou nesta terça-feira, 9, que o fornecimento de petróleo pelo oleoduto Druzhba foi interrompido na semana passada. Por causa das sanções europeias a Moscou, o pagamento da taxa de trânsito não teria chegado à UkrTransNafta, empresa ucraniana que opera o Druzhba, oleoduto que passa pela Ucrânia e fornece combustível para Hungria, Eslováquia e República Tcheca.

De acordo com a Transneft, a taxa de trânsito foi paga à UkrTransNafta, mas o dinheiro voltou porque os bancos europeus, devido às sanções europeia à Rússia, não estão autorizados a tomar suas próprias decisões sobre pagamentos internacionais da Rússia e precisam de aprovação dos reguladores nacionais para finalizar transações.

A estatal russa disse que está tentando encontrar meios de transferir o recurso à operadora ucraniana do gasoduto Druzhba. Ainda segundo a Transneft, o fluxo do oleoduto na ligação norte, que abastece Bielorrússia, Polônia e Alemanha não foi afetado pela interrupção.

A Rússia já reduziu consideravelmente o envio de gás à Alemanha. Com a alegação de que não pode receber uma turbina (enviada ao Canadá para reparos) do Nord Stream 1, diminuiu  para 20% o fornecimento de gás.

Países europeus acusam a Rússia de usar a energia elétrica como arma para revidar as sanções impostas depois da invasão da Ucrânia.

A Rússia é o segundo maior exportador de petróleo do mundo e principal exportador de gás, e a Europa depende substancialmente do petróleo russo, diesel, gás natural e carvão. Os preços da energia subiram este ano devido à escassez de oferta, à medida que a Europa luta para substituir a energia russa por suprimentos alternativos.





Source link