Redação Oeste

Filme da menina que não comia há 4 meses

Lançado no início deste mês pela Netflix, o filme O Milagre está fazendo sucesso em razão de seu enredo surpreendente e sombrio. O longa-metragem chegou a ocupar o segundo lugar no top 10 dos filmes mais vistos na Netflix Brasil.

A história, que se passa na Irlanda do século 19, é inspirada em um romance da escritora Emma Donoghue, de 2016. Em ambos, é possível conhecer a história de Anna O’Donell, 11 anos, que afirma não precisar se alimentar para sobreviver. A garota está sem comer há quatro meses, se alimentando apenas de “maná do céu” — alimento divino citado na Bíblia.

Por esse motivo, a enfermeira Lib Wright é chamada para investigar a veracidade da história. Toda a situação levou o pequeno vilarejo, onde Anna mora, a vê-la como um milagre. Contudo, o que Lib descobre causa uma enorme reviravolta no filme.

Embora a autora da obra não tenha se inspirado em um caso particular, ela usou como base um fenômeno real que ocorreu na Era Vitoriana. Trata-se das “garotas jejuadoras”.

As meninas afirmavam não precisar comer ou beber para sobreviver. No entanto, alguns historiadores enxergam o fenômeno como uma onda de casos de anorexia.

As jovens tornaram-se verdadeiras celebridades entre o fim dos anos 1800 e o início dos 1900. Vistas como anomalias ou “escolhidas de Deus”, as garotas também se tornaram alvo de investigação e algumas até morreram.

Leia também: “A arte de liberta do homem”, artigo de Dagomir Marquezi para a Edição 138 da Revista Oeste.

Source link

Protestos contra política de covid zero se intensificam na China –


Milhares de chineses saíram às ruas do país neste domingo, 27, para protestar contra a política de covid zero imposta pelo Partido Comunista Chinês. Os protestos se intensificaram neste fim de semana. Em Xangai, vários manifestantes pediram a renúncia do presidente Xi Jinping.

A agitação chegou às ruas na noite de sábado, depois da notícia de um incêndio num prédio residencial em Urumqi, na região de Xinjiang, ter provocado a morte de 10 pessoas e ferido outras nove. Segundo moradores da região, muitos residentes do prédio não conseguiram escapar a tempo porque a construção estava parcialmente trancada.

Segundo reportagem do jornal Wall Street Journal, um manifestante de 27 anos carregava um buquê de flores em homenagem aos que morreram no incêndio. Como outros, ele expressou frustração com a resposta da China à Covid e com o clima político sob Xi Jinping. Ele afirmou que estava com medo, mas esperava provocar mudanças na China, “mesmo que só um pouquinho”.

Em cidades como Xangai, Pequim, Wuhan e Guangzhou, os manifestantes pediram também o fim dos testes obrigatórios de Covid e exigiram mais liberdade.

Protestos são raros na China, onde a repressão aos dissidentes se intensificou na última década. É quase inédito existirem manifestações simultâneas em várias cidades, exceto as nacionalistas, como os atos antijaponeses. Desde os protestos na Praça da Paz Celestial, em 1989, o partido chinês reprime tais acontecimentos com violência.





Source link

Telescópio James Webb capta atmosfera inédita em exoplaneta

A Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa) informou, na terça-feira 22, que o telescópio James Webb captou uma atmosfera inédita no exoplaneta WASP-39 b. Segundo os cientistas, a atmosfera do astro é formada por átomos, moléculas, química ativa e nuvens singulares.

Para ter uma ideia, a agência espacial detectou dióxido de enxofre (SO2) no exoplaneta. Essa molécula é produzida a partir de reações químicas desencadeadas pela luz de alta energia da estrela-mãe do planeta. O composto também pode ser encontrado na camada de ozônio da atmosfera superior da Terra. O telescópio ainda conseguiu identificar outras moléculas na atmosfera do WASP-39 b; entre elas, sódio (Na), potássio (K) e vapor de água (H2O).

Apelidado de “Saturno quente”, o exoplaneta é maciço como Saturno e grande como Júpiter. Acredita-se que o WASP-39 b não seja habitável, visto que apresenta temperaturas estimadas em 870 graus Celsius e uma atmosfera composta em grande parte por hidrogênio. Ele está localizado a 700 anos-luz de distância da Terra.

A descoberta só foi possível porque os instrumentos do James Webb conseguem ver o mundo em infravermelho, para além do que os olhos humanos podem conferir. O aparelho capta impressões digitais químicas que não podem ser detectadas na luz visível, o que possibilitou a identificação do dióxido de carbono.

Source link

Novo filme da Disney tem herói ‘gay’


Mundo Estranho, o novo filme da Walt Disney Company, apresenta um herói assumidamente gay. Exibido nos cinemas desde quinta-feira 24, o longa-metragem conta a história de Ethan Clade, um garoto negro de 16 anos que é apaixonado por outro menino.

É a primeira vez que a empresa norte-americana retrata um personagem LGBT+ em papel de destaque. A decisão ocorre oito meses depois de a produtora ter sido acusada por ex-funcionários de censurar cenas gays em seus filmes. Em junho, três meses após as acusações, a Pixar lançou Lightyear, filme que exibe um beijo de um casal lésbico.

A história de Mundo Estranho se passa nas terras de Avalônia, que depende de uma planta específica para ter energia elétrica. Ao saber que o vegetal é ameaçado de contaminação, a família de Ethan se mobiliza para salvar as plantações do local. No caminho, os heróis deparam com criaturas perigosas.

Jaboukie Young-White, dublador norte-americano de Ethan, disse que a pauta LGBT+ é trabalhada com naturalidade no filme. “Não é algo que fica se auto-parabenizando, não é algo que fica se anunciando”, afirmou, em entrevista à revista Variety. “É algo que se aceita como um reflexo normal da nossa realidade. Acho que é isso que me deixou mais animado com Ethan.”





Source link

Contrariando Lula, Alckmin garante que reformas não serão desfeitas


Contrariando o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o vice-presidente eleito, Geraldo Akcmin (PSB), garantiu que nenhuma reforma feita nos últimos anos será desfeita pela nova gestão. A fala aconteceu num evento do Grupo Esfera, realizado no Guarujá, litoral de São Paulo (SP).

Alckmin citou como exemplo a reforma trabalhista — criticada por Lula há poucas semanas. Além disso, o ex-governador de SP afirmou que o imposto sindical não voltará.

“Não tem reformas a serem desfeitas”, declarou o vice-presidente eleito. “A reforma trabalhista é importante. Não vai voltar imposto sindical nem legislado sobre o acordado.”

Conforme noticiou a revista Veja, a equipe de transição de Lula estuda criar uma “taxa negocial” para substituir o imposto sindical. O sindicato quem decidiria o valor a ser descontado da folha de pagamento do trabalhador.

Lula critica reformas

Em abril deste ano, Lula comparou a Reforma da Previdência à bomba de Hiroshima. “Reforma pressupõe uma coisa boa”, afirmou o petista. “Quando você diz que vai reformar sua casa, seu carro, é para melhorar. Mas o que está sendo feito não é uma reforma; eles estão destruindo o que já têm. Isso tá mais para bomba de Hiroshima do que para reforma.”

Além disso, o presidente eleito critica veementemente a política do teto de gastos, garantindo que seu governo vai trabalhar com responsabilidade social. Conforme disse Lula, o teto serve a “banqueiros gananciosos”.

Durante o evento desta tarde, Alckmin declarou ser preciso rever algumas regras para as pessoas que trabalham nas plataformas digitais de entrega. “Estamos frente às plataformas digitais que precisam ser verificadas”, observou. “Um menino que entrega lanche, não tem aposentadoria, não tem nada.”

Segundo o vice-presidente eleito, Lula deseja que o Brasil “cresça” para “atrair investimento, ter renda e melhorar a vida das pessoas”. Além disso, afirmou que o petista tem sim preocupação fiscal. “Quem apostar em irresponsabilidade fiscal vai se decepcionar e errar”, disse.

Em 17 de novembro, ao participar da COP27, Lula declarou que “não adianta pensar só em responsabilidade fiscal”. “Vai aumentar o dólar, cair a Bolsa? Paciência”, explicou. O presidente eleito criticou novamente o teto de gastos e disse preferir a “responsabilidade social” do que a “responsabilidade fiscal”.

“Quando colocamos uma coisa chamada teto de gastos, tudo o que acontece é que tira dinheiro da saúde, da educação, da cultura”, disse Lula. “Você tenta desmontar tudo aquilo que faz parte do social e você não tira um centavo do sistema financeiro. Se eu falar isso, vai cair a bolsa, o dólar vai aumentar, paciência.”





Source link

Com salário de R$ 33 mil, Marcos do Val reclama de pagamento


O senador Marcos do Val (Podemos-ES) usou as redes sociais neste sábado, 26, para reclamar do salário de R$ 33,7 mil por mês que recebe no poder Legislativo.

“Para os que pensam que tenho regalias e salários milionários, segue o extrato da minha conta”, escreveu o parlamentar no Twitter. “Na minha carreira anterior, eu recebia a cada 2 dias o que recebo hoje por mês como Senador. E ainda tendo que ouvir ataques, ofensas e ingratidão. Jamais vou me corromper.”

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o salário médio do trabalhador brasileiro é de R$ 2,5 mil/mês. Além disso, o salário mínimo no país é de R$ 1,2 mil/mês.

Desse modo, o parlamentar ganha, pelo menos, 15 vezes mais do que a média dos trabalhadores, e quase 30 vezes mais do que aqueles que recebem um salário mínimo.

Em seu desabafo, Do Val exibiu um extrato que mostra pouco mais de mil reais usados no cheque especial, além de pagamentos agendados até 9 de dezembro no valor de quase R$ 30 mil.

Nesta semana, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal pediram oficialmente para aumentar os salários dos parlamentares a partir de 2023. Caso seja aprovado, o reajuste seria de cerca de R$ 3 mil. Assim, os salários passariam para R$ 36,8 mil.

Leia também: “A democracia em colapso”, artigo de J. R. Guzzo para a Edição 140 da Revista Oeste.





Source link

‘Banir sua conta do Twitter foi um erro grave’


Elon Musk, dono do Twitter, disse em seu perfil oficial que a suspensão da conta do ex-presidente dos EUA Donald Trump foi “um erro grave”. Trump foi banido do Twitter depois que seus apoiadores invadiram o Congresso dos EUA durante a sessão que certificaria a vitória de Joe Biden nas eleições.

“Estou bem com Trump não twittando”, escreveu Musk ao se referir às publicações no Twitter. “O importante é que o Twitter corrija um grave erro ao banir sua conta, apesar de não ter violado a lei ou os termos de serviço. Tirar da plataforma um presidente em exercício minou a confiança do público no Twitter para metade dos EUA.”

O magnata ainda destacou que, em 2020, votou em Biden “relutantemente”. No entanto, que a liberdade de expressão é a base de uma “democracia forte e deve ter precedência”.

“Minha preferência para a presidência de 2024 é alguém sensato e centrista”, disse. Musk ainda revelou que se “desapontou” com o governo Biden.

No sábado 19, Musk reativou a contra de Trump no Twitter. “O povo falou. Trump será reintegrado”, escreveu o magnata, depois de saber o resultado de uma pesquisa que fez com seus seguidores, na qual perguntava se o ex-presidente deveria voltar à rede social.

Pouco mais de 50%, cerca de 15 milhões, de votos foram a favor do retorno de Trump à plataforma. “A voz do povo, voz de Deus”, redigiu Musk, em latim. No entanto, o ex-presidente ainda não fez nenhuma publicação no Twitter até o momento.

Cancelamento de Trump

Trump foi banido permanentemente do Twitter em 8 de janeiro de 2021, dois dias depois que apoiadores do Partido Republicano invadiram o Congresso dos EUA. A plataforma justificou o banimento afirmando que houve análise criteriosa dos tuítes de Trump e que constatou “risco de mais incitações à violência”. O ex-presidente, que apontou a existência de fraude nas eleições norte-americanas em favor de Biden, também teve as contas suspensas em outras redes sociais.





Source link

Depois do “perdeu, mané”, Barroso volta a ironizar manifestantes –


O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a criticar nesta sexta-feira, 25, os protestos contra a atuação do Tribunal Superior Eleitoral na condução das eleições presidenciais deste ano. “Não adianta apelar para os quartéis, apelar para extraterrestres”, ironizou o ministro. Reunidos próximo a instalações militares, manifestantes permanecem há semanas pedindo, entre outras coisas, a auditoria das urnas.

Há poucos dias, durante um passeio por Nova Iorque bancado pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide), de João Doria, ex-governador de São Paulo, Barroso foi abordado por um brasileiro que lhe perguntou sobre a segurança das urnas eletrônicas. “Perdeu, mané. Não amola”, respondeu o ministro

Segundo o Estadão, ao se justificar durante um evento no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, Barroso afirmou que “humanamente perdeu a paciência” com o homem que o abordou. Ele também chamou os manifestantes de uma “horda de selvagens”.

“Sim, eu falei ‘Perdeu, mané. Não amola’”, afirmou. “Gostaria de dizer que só perdi a paciência depois de três dias em que uma horda de selvagens andava atrás de mim, me xingando de todos os nomes que alguém possa imaginar, e exatamente no dia em que os mesmos selvagens tinham invadido o telefone celular da minha filha com ameaças e grosserias que essa gente considera normal. Portanto eu humanamente perdi a paciência”.

Depois de dizer que respeita os eleitores de Bolsonaro, Barroso ponderou que a liberdade de expressão não pode servir de proteção para discursos de ódio e fake news. “A mentira não é uma forma legítima de defender qualquer posição”, afirmou.





Source link

Morre quarta vítima de assassino que invadiu 2 escolas no ES


Os corpos de Maria e Selena foram velados e enterrados hoje. Já a família de Cybelle preferiu que seu corpo fosse cremado e levado para Pernambuco, onde ela nasceu.

O atirador foi preso pela Polícia Civil na tarde de ontem. Hoje, ele foi encaminhado para o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo, na cidade de Vitória (ES).

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, das 12 vítimas feridas, três mulheres e duas crianças permanecem hospitalizadas. As crianças estão em estado grave. Uma delas possui perfurações no abdome e a outra está entubada com uma perfuração no crânio.

Entenda o caso

Conforme informou a Secretaria de Segurança Pública, o assassino invadiu primeiro a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Primo Bitti e, com uma pistola, atirou diversas vezes. Em seguida, foi à sala dos professores e atirou novamente, matando as duas professoras.

Na sequência, o criminoso deixou o local e se dirigiu ao Centro Educacional Praia de Coqueiral, onde assassinou Selena. Não existem informações de quantos estudantes estavam nas duas instituições no momento do crime.

O agressor foi preso em casa cerca de quatro horas depois do ataque. A identidade dele não foi divulgada. A placa do veículo usado pelo criminoso estava parcialmente coberta, mas, mesmo com poucos números visíveis, foi possível identificar o endereço do atirador. Conforme informou a polícia, ele planejou o atentado por dois anos. O atirador era aluno de uma das instituições.





Source link

Musk vai usar cores diferentes para verificar contas –


Com a aquisição do Twitter por Elon Musk, a plataforma deve modificar novamente a forma de verificação de usuários na plataforma.

Agora, a ideia é que perfis individuais, de empresas e governamentais tenham cores diferentes e possam ser autenticados manualmente pela equipe da companhia. De acordo com o dono da plataforma, o processo deve começar em 2 de dezembro.

Os planos de Musk incluem adicionar um selo cinza para perfis ligados a órgãos de governo, dourado para empresas e a manutenção da marca azul para usuários individuais.

O Twitter Blue vai continuar oferecendo a verificação para perfis de pessoas na plataforma por US$ 8, mas a assinatura não deve ser relançada até que a empresa consiga ter “confiança de que contas paródias não aconteçam”.

Quando lançou a verificação por assinatura, diversas contas falsas se passaram por oficiais, confundindo usuários a respeito de diversas informações. A ferramenta foi, então, suspensa por Musk.

Agora, todo o processo de autenticação deve passar pelas mãos dos funcionários do Twitter, em uma ação que Musk chamou de “dolorosa, mas necessária”.

O bilionário informou que, à parte das contas empresariais e governamentais, a marca azul será analisada independente se o perfil é de pessoas famosas ou não, mas não descarta adicionar mais uma etiqueta nas contas de usuários ligados a empresas ou veículos relevantes.

Leia também: “Elon e eu”, texto publicado na edição 140 da Revista Oeste





Source link