Gabriela Botafogo

Como fazer grão-de-bico de forma simples


O grão-de-bico é um dos ingredientes mais saudáveis e existem diversas formas de comer ele. Ele é rico em proteínas vegetais, sendo uma ótima opção para promover o ganho de massa muscular e para incluir na dieta de pessoas vegetarianas.

O grão-de-bico é um ingrediente suave que fica delicioso em preparações como saladas, pastas, sopas  e sobremesas. Além de tudo isso, ele fortalece o sistema imunológico e melhora o humor.

Sendo assim, confira essas duas formas simples e rápidas de cozinhar grão-de-bico.

Como cozinhar grão-de-bico na panela de pressão

  1. Antes de cozinhar o grão-de-bico é essencial deixá-lo de molho por, no mínimo, 12 horas pois ele é muito duro e precisa hidratar.
  2. Adicione água até que fique cerca de 4 dedos acima dos grãos.
  3. Se quiser, adicione uma folha de louro para dar sabor na hora do cozimento.
  4. Tampe a panela de pressão e deixe cozinhar entre 10 e 15 minutos após pegar pressão.
  5. Depois de cozido, deixe a pressão sair  e escorra o grão-de-bico.

Como cozinhar grão-de-bico no micro-ondas

  1. Assim como a receita da panela normal, é necessário deixar o grão-de-bico de molho por, no mínimo, 12 horas.
  2. Depois da hidratação, coloque os grãos numa vasilha própria para micro-ondas.
  3. Cubra de água e adicione tempero a gosto. Você pode utilizar sal, azeite e folhas de loro.
  4. Coloque para cozinhar por 8 minutos.
  5. Pronto! Viu como é fácil?

Como cozinhar grão-de-bico na panela normal

  1. Assim como em ambas as receitas acima, é essencial deixar o grão-de-bico de molho por, no mínimo, 12 horas.
  2. Adicione água até que fique em um altura equivalente ao dobro da quantidade de grãos.
  3. Leve para o fogo médio e depois que pegar fervura, aguarde cerca de uma hora, com a panela tampada.
  4. O bom desse método é que você pode conferir a textura do grão-de-bico e desligar a panela no momento em que estiver da sua preferência.
  5. Depois de cozido, é só temperar de seu modo.

 



Source link

Veja como limpar boca de fogão queimada: passo a passo completo



Siga o nosso passo a passo e deixe sua boca de fogão limpa e brilhante.

Após cozinhar por muitos dias é normal que seu fogão fique sujo com restos de comida e engordurado. Além disso, a boca do fogão pode ficar queimada e suja após utilizar o fogão por muito tempo. O ideal seria limpar a boca do fogão sempre após o uso, mas sabemos que com a correria do dia a dia é praticamente impossível. Muitas pessoas não sabem como limpá-la, mesmo sendo super simples.

O que é a boca de fogão?

A boca do fogão é o encaixe que fica a saída de gás. Ela é muito importante, pois impede o vazamento de gás, distribuindo-o pelos furinhos ao redor, deixando aquela aparência comum da boca de fogão para quem vê de longe, com várias chamas pequenas.

Porque é importante limpar a boca do fogão?

O principal motivo pelo qual devemos limpar a boca do fogão, além da higiene, é para evitar o entupimento. Uma vez que a saída de gás fica obstruída, você não consegue ligar o fogo para cozinhar. Portanto, a limpeza é mais que essencial.

Como limpar a boca do fogão queimada de óleo

A boca do fogão pode enferrujar, queimar e sujar. Limpá-la é mais simples e rápido do que parece. Depois que você aprender, pode ter certeza que sua cozinha vai ficar muito mais agradável.

Os materiais que você vai precisar são poucos e super acessíveis, você pode encontrá-los em qualquer super mercado:

  • Vinagre
  • Água 
  • Detergente
  • Sabão em pó
  • Esponja de aço
  • Limpador de inox

Passo a passo de como limpar boca de fogão com vinagre

1. Limpe as sujeiras da superfície: Remova toda a sujeira superficial que fica grudada. Provavelmente restos de comida e gordura.

2. Lave-as normalmente: Remova as bocas do fogão e lave-as normalmente com água e detergente na torneira. O ideal é que você tenha esse hábito após todas as vezes que cozinhar, mas sabemos que na correria do dia a dia isso é praticamente impossível.

3. Encha uma panela de água: Provavelmente, se a boca está muito queimada, só lavar na torneira não será suficiente. Sendo assim, pegue uma panela grande e encha de água.

4. Adicione vinagre, detergente e sabão em pó: Nessa panela, misture com essa água um pouco de vinagre, um pouco de detergente e caso esteja muito sujo, adicione um pouco de sabão em pó.

5. Deixe ferver: Deixe essa mistura ferver por 10 minutos, com a boca do fogão dentro.

6. Deixe as bocas esfriarem: Depois que passarem os 10 minutos, escorra as bocas com cuidado e espere elas esfriarem para não queimar suas mãos.

7. Esfregue para remover toda a sujeira: Quando as bocas estiverem frias, use uma esponja de aço para esfregá-las novamente e remover toda a sujeira que estava presa.

8. Use um limpador de inox: Para deixar as bocas mais bonitas e brilhosas, use um limpador de inox, que reforça a limpeza.

9. Pronto: Suas bocas de fogão estarão limpas, brilhantes e não mais queimadas.

 



Source link

Como lavar boné corretamente em casa



Confira nossa matéria e saiba o jeito certo de limpar seu boné sujo.

O boné é um acessório essencial para quem quer andar por aí em grande estilo. E com a chegada do verão, ele se torna mais essencial ainda, seja para proteger o rosto do sol ou compor looks completos e estilosos. O grande problema desse acessório é que com o tempo ele fica sujo e encardido, dando uma aparência de desleixo. Sendo assim, para evitar isso, é importante saber como lavar seu boné corretamente.

Cuidados ao lavar seu boné

Nunca lave seu boné na máquina de lavar, pois o processo mecânico pode deformá-lo e deixá-lo desbotado.

Jamais torça o boné se ele estiver molhado. Se você fizer isso ele também pode se deformar. Se for colocar o boné para secar, é importante que não o pendure. O excesso de água em um lado do boné pode esticar o tecido e deformar o acessório. Deixe secar naturalmente em uma mesa, por exemplo.

Evite usar máquina de secar, o ideal é sempre deixá-lo secar naturalmente ou com o auxílio de um ventilador. A nossa recomendação é: deixe seu boné em um lugar arejado e longe do sol, para que as cores não desbotem rápido e ele seque rápido.

Bonés mais frágeis

Cuidado com os bones mais frágeis! Eles não resistem à água, por que na maioria das vezes suas abas são feitas de papelão. Por isso, se precisar limpar um boné mais frágil, o correto é usar uma escovinha macia (pode até ser escova de dente) ou um pano limpo. Molhe a escova com apenas água e sabão, passe em todo o boné e depois, com um pano úmido, retire todo o excesso de produto. Depois é só deixar secar na sombra.

Como lavar boné de maneira correta

Passo 1: Encha um balde, bacia ou qualquer recipiente grande com aproximadamente 1 litro de água.

Passo 2: Adicione sabão. Pode ser sabão em pó, liquído ou até mesmo detergente.

Passo 3: Misture os dois e deixe o boné de molho por 15 minutos.

Passo 4: Quando passar o tempo, use uma escova de dente com cerdas macias para esfregar o boné, principalmente a aba, que é a parte mais dura e difícil de lavar.

Passo 5: Depois, enxágue o acessório delicadamente. Se achar necessário, esfregue mais um pouco e quando sentir que está limpo, é só colocar para secar na sombra. Caso queira acelerar o processo, pode usar um secador de cabelo ou um ventilador.

Como lavar boné branco

Os bonés brancos sujam com mais facilidade e precisam de mais cuidado na hora da lavagem. Confira o passo a passo.

Passo 1:  Assim como os bonés de outras cores: encha um balde, bacia ou qualquer recipiente grande com aproximadamente 1 litro de água.

Passo 2: Adicione sabão; pode ser sabão em pó, liquído ou até mesmo detergente.

Passo 3: O diferencial dessa vez vai ser adicionar bicabornatodo de sódio. Coloque meio copo de bicarbonato

Passo 4: Quando passar o tempo, use uma escova de dente com cerdas macias para esfregar o boné, principalmente a aba, que é a parte mais dura e difícil de lavar.

Passo 5: Depois, retire o excesso de produto com um pano limpo e umedecido de água. Coloque o boné para secar na sombra. Caso queira acelerar o processo, pode usar um secador de cabelo ou um ventilador.



Source link

Jejum intermitente pode ajudar na redução do diabetes tipo 2, sugere estudo



Confira estudo feito por pesquisadores e entenda como o jejum intermitente pode influenciar a redução de diabetes.

Na última quarta-feira (14), um estudo conduzido por pesquisadores chineses, publicado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, revelou resultados empolgantes acerca dos efeitos do jejum intermitente no controle do diabetes tipo 2.  

A diabetes é uma doença crônica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue, o que pode provocar danos a vários órgãos se não for tratada da maneira correta. Existem 4 tipos principais de diabetes tipo 1, tipo 2, diabetes gestacional e pré-diabetes.

O tratamento para a doença envolve alterações no estilo de vida como mudança nos hábitos alimentares e inclusão de exercício físico, e medicamentos para o controle da glicose. No entanto, os pesquisadores do estudo publicado investigaram o impacto de uma dieta restritiva nos níveis de glicose e o resultado surpreendeu.

Como o jejum intermitente pode auxiliar no controle de diabetes tipo 2

O estudo conduzido pelos cientistas funcionou da seguinte forma: o grupo analisou dados de 36 pessoas com diabetes que fizeram dieta de jejum intermitente por três meses. Eles observaram que quase 90% dos participantes analisados, inclusive os que faziam uso de medicação, reduziram o uso dos remédios após esse período fazendo a dieta. Além disso, 55% desse total teve remissão do diabetes e pôde interromper o uso de medicamentos para a doença e se manteve assim por pelo menos um ano, devido ao efeito do jejum intermitente.

Leia também: Jejum intermitente: entenda o que é e como fazer

Os achados contrariam a visão de que só existe remissão do diabetes se o indivíduo tiver essa condição por menos de seis anos.

A média da doença variava entre pessoas de 6 e 11, em 65% dos casos estudados.

De acordo o pesquisador Dongbo Liu, da Universidade Agrícola, o diabetes tipo 2 não é necessariamente uma doença permanente e vitalícia. A remissão de diabetes é possível se o pacientes perderem peso e mudarem sua dieta e seus hábitos de exercício.

Segundo Dongbo, a pesquisa comprova que o jejum intermitente e a Terapia Nutricional Médica Chinesa conseguiria livrar do diabetes a maioria dos pacientes e que os achados “podem ter um grande impacto nos mais de 537 milhões de adultos em todo o mundo sofrem da doença”.

O que é jejum intermitente?

As dietas de jejum intermintente consistem basicamente em ficar sem comer alimentos sólidos entre 16 e 24 horas seguidas, de forma programada. 

O ideal após o jejum intermitente é se alimentar de alimentos com baixo teor de açúcares e gorduras. Esse estilo de vida só é aconselhado para pessoas saudáveis, e, por isso é recomendado que seja feito sempre uma orientação com médicos ou nutricionistas. Para saber mais sobre os benefícios e perigos do jejum intermitente, veja a nossa matéria completa sobre o assunto.



Source link

Top 10 livros mais vendidos de 2022



Confira a lista dos 10 livros mais vendidos desse ano pela Amazon.

Se você aprecia uma boa leitura e lê livros com bastante frequência, talvez alguns dos livros mais vendidos da Amazon podem merecer entrar na sua lista de leitura! Todo os anos a Amazon divulga uma lista de produtos mais vendidos da plataforma. Neste ano de 2022, os livros bombaram, principalmente os de Collen Hoover. Sendo assim, confira essa lista dos 10 livros mais vendidos de 2022.

1. “É assim que começa” de Collen Hoover

“É assim que começa” foi o maior sucesso de vendas da Amazon esse ano e Collen Hoover conquistou milhares de fãs. O livro conta a história de Lily e seu ex-marido, Ryle, que estão passando por uma situação de compartilhamento de guarda após o divórcio. De repende, Lily se reencontra com um antigo amor e precisa lidar com esse sentimento, junto com a complicada presença de Ryle na sua vida.

2. “É assim que acaba: 1” de Collen Hoover

O antecessor de “É assim que começa”, o livro “É assim que acaba: 1” também foi um sucesso. Na obra, acompanhamos o romance de Lily e Ryle. Os dois se apaixonam quando Lily se muda para uma pequena cidade em Boston, mas o relacionamento se torna mais complicado do que ela imagina. A história lida com temas sensíveis como violência doméstica e abuso psicológico de forma sensível e direta.

3. “Todas as suas (im)perfeições” de Collen Hoover

Mais uma história da rainha do drama, Collen Hoover. Essa obra narra a história de Quinn e Graham. O casal se conhecem em um momento complicado para a vida dos dois e constroem um relacionamento firme e feliz. Tudo parece perfeito, até que o casal decide ter um filho, porém Quinn não pode engravidar e Graham não é um candidato da adoção por conta de um erro do passado.

4. “Verity” de Collen Hoover

O primeiro thriller de Collen Hoover, o livro conta a história de Verity, uma autora best-seller, aclamada pelo público e pela crítica, que está no auge da sua carreira. De repente sua vida vira de cabeça para baixo: Verity sofre um acidente e tem que interromper suas atividades, sem concluir suas histórias. E é nessa complexa circunstância que, Lowen, uma escritora falida, é convidada para escrever suas histórias sob um pseudônimo.

5. “Os sete maridos de Evelyn Hugo” de Taylor Jenkins Reid

O sucesso de Taylor Jenkins Reid apresenta a história de Evelyn Hugo, uma lendária estrela de Hollywood que sempre esteve sob os holofotes. Evelyn aparecia estrelando em produções do Oscar, protagonizando polêmicas e trocando de marido… pela sétima vez. Prester a completar oitenta anos, a atriz decide contar sua verdadeira história para o mundo, mas com uma condição: que Monique Grant, uma jornalista inicante e desconhecida, seja a entrevistadora.

6. “A mandíbula de Caim” de Edward Powys Mathers

Em sexto lugar, temos o suspense policial de Edward Powys Mathers, que acompanha seis assassinatos, cada um cometido por um assassino diferente. O leitor deve descobrir quem são os assassinos através de um enigma composto por um jogo de palavras e pistas ocultas.

7. “A Biblioteca da Meia-Noite” de Matt Haig

Nora Seed é uma mulher cheia de talentos e com poucas conquistas. Quando ela é demitida e seu gato é atropelado, Nora, que ve pouco sentido em sua existência decide colocar um ponto final em sua vida. Até que, na Biblioteca da Meia-Noite, ela se depara com uma oportunidade para recomeçar sua vida e realizar seus sonhos.

8. “A revolução dos bichos: Um conto de fadas” de George Orwell

Escrito em plena Segunda Guerra Mundial e publicado em 1945, esse livro narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos.

9. “O homem mais rico da Babilônia” de George S. Clason

Com mais de dois milhões de exemplares vendidos no mundo, esse livro é um clássico que ensina como multiplicar dinheiro e solucionar problemas financeiros, baseado nos segredos de sucesso dos antigos babilônicos.

10. “Pai Rico, Pai Pobre” de Robert T. Kiyosaki

Ensinamentos sobre finanças pessoais, esse livro ciritca a falta de educação financeira nas escolas e revolucionou. Essa obra mudou a maneira de pensar em dinheiro ao redor do mundo através de pontos de vistas sobre dinheiro e investimentos que normalmente contradizem a sabedoria convencional.


 



Source link

Uso excessivo de telas aumenta o risco de TOC em crianças, aponta estudo

Estudo feito por cientistas da UCSF constata que quanto maior o tempo que crianças passam em frente às telinhas, maior é o risco de desenvolveremTOC.

O vício em smartphones e jogos eletrônicos, principalmente entre crianças, têm ascendido um alerta para especialistas da área da saúde que estudam o desenvolvimento humano. Além de aumentar as chances de desenvolver compulsão alimentar, um novo estudo constatou que crianças que passam muito tempo em frente às telas tem maiores chances de desenvolver TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo).

De acordo com especialistas, o uso excessivo de telas se torna cada vez maior conforme as crianças vão crescendo e tendo autonomia, o que é muito perigoso já que longos períodos de exposição à luz de telas pode prejudicar a visão além de acarretar em outros prejuízos para o organismo.

Em um estudo recente publicado por cientistas da UCSF (Universidade da Califórnia em São Francisco) no Journal of Adolescent Health constatou-se que a cada hora que as crianças passam assistindo vídeos o risco de desenvolverem TOC aumenta 13%. Já esse mesmo período jogando videogame, diminui o risco para 11%, mas continua sendo muito prejudicial.

Como as telas contribuem para o desenvolvimento do  TOC

De acordo Jason Nagata, professor e assistente de pediatria na UCSF e principal autor do estudo, o vício causado pelos aparelhos é o principal problema.

“Os vícios em telas estão associados à compulsividade e à perda do controle comportamental, que são os principais sintomas do TOC”, esclarece o especialista.

Leia também: Transtorno obsessivo-compulsivo: entenda o que é e como tratar

Assistir vídeos de forma exagerada pode causar uma visualização complusiva de conteúdos semelhantes, impulsionada pelos algoritmos e anúnicos das principais plataformas de consumo. Já no caso dos videogames, o estudo adverte que pessoas que passam muito tempo jogando tendem a sentir a necessidade de jogar cada vez mais e não conseguem parar apesar de tentarem.

“Pensamentos intrusivos sobre o conteúdo do videogame podem se transformar em obsessões ou compulsões”, completa Nagata.

Como foi feita a pesquisa?

Para chegarem à essa conclusão, os cientistas perguntaram a 9.204 crianças de 9 a 10 anos quanto tempo elas gastavam nas mais variadas plataformas, exceto nas plataformas de fins educativos. A média foi de 3,9 horas por dia.

Dois anos após essa primeira pesquisa, os pesquisadores perguntaram aos responsáveis pelas crianças se elas apresentaram algum tipo de sintoma ou foram diagnósticas com TOC. O resultado foi que 4,4% desenvolveram o transtorno obsessivo-compulsivo.

De acordo com o estudo, as mídias sociais, chamadas de vídeos e trocas de mensagens não apresentaram relação direta com os casos de TOC, provavelmente porque as crianças que participaram na pesquisa não utilizavam tais recursos.

Nagata alerta que mesmo com os benefícios que o tempo de tela podem trazer, como educação e socialização, os pais devem estar cientes dos riscos potenciais, principalmente para a saúde mental.

Source link

Saiba quais foram as séries mais buscadas de 2022 pelos brasileiros



Confira a lista divulgada pelo Google e descubra quais foram as séries mais buscadas pelos brasileiros este ano.

Todo final de ano o Google divulga a lista das principais buscas realizadas pelos usuários do site ao longo dos últimos doze meses. Em 2022, as séries das plataformas de streaming dominaram o ranking de séries mais buscadas; tem até uma produção brasileira na lista. Quer descobrir se a sua série preferida foi uma das mais pesquisadas desse ano? Confira a seguir a lista das séries mais buscadas em 2022 pelos brasileiros.

1. Sandman

Série de drama e fantasia, baseada nos quadrinhos da DC Comics. “Sandman” conta a história de Morpheus, que após anos aprisionado, decide embarcar em uma viagem em busca de algo que lhe foi roubado há muito tempo e assim, restaurar seu poder.

2. Euphoria

A série acompanha um grupo de jovens que lida com questões de adolescência: vício em drogas, relacionamentos, sexo, identidade de gênero, redes sociais e amizades. As histórias de cada um deles se cruza em algum momento e surgem conflitos, amizades e paixões.

3. Dahmer: Um Canibal Americano

A minissérie reconta as histórias dos reais crimes cometidos pelo canibal Jeffrey Dahmer. Por mais de uma década, o assasino teve 17 vítimas e a obra aborda a violência cometida por ele e a impunidade sistemática nos Estados Unidos. Se você não conhece a história do homem que inspirou a série, confira a nossa matéria e saiba quem foi Jeffrey Dahmer.

4. The Boys

Outra série baseada em quadrinhos, “The Boys” conta a história de um grupo de humanos que tenta fazer justiça com as próprias mãos contra heróis superpoderosos que abusam de suas habilidades e poderes.

5. Caveleiro da Lua

A série “Caveleiro da Lua” acompanha um homem gentil e educado, funcionário de uma loja de um museu, que sofre de transtorno dissociativo de identidade. Os atormentos por lapsos de memória e lembranças de outra vida, fazem com que esse homem divida seu corpo com o anti-herói Marc Spector.

6. Bom dia, Verônica

Série nacional que aborda a violência contra a mulher, tanto psicológica, física e sexual. Uma policial investiga um predador sexual e acaba descobrindo um casal com um segredo horrível e um esquema de corrupção sinistro.

7.  Rebelde

Reboot do clássico drama adolescente, “Rebelde” é baseada na telenovela mexicana que foi sucesso em 2004. A série de 2022 acompanha a vida de um grupo de jovens estudantes da Elite Way School, um colégio frequentado pelos filhos da burguesia mexicana. Entre dramas e muita música, surgem paixões, amizades e rivalidades.

8. Heartstopper

Inspirada nos quadrinhos de Alice Oseman, a série aborda o relacionamento de dois jovens Charlie e Nick em uma escola de ensino médio do Reino Unido. Os dois aprendem a lidar com suas personalidades, com o bullying e com o relacionamento.

9. A Casa do Dragão

Baseada no livro “Fogo & Sangue“, a história da série se passa há aproximadamente 200 anos antes dos eventos da clássica série “Game of Thrones”. Em “A Casa do Dragão” acompanhamos a guerra civil de Westeros enquanto os meio-irmãos Aegon II e Rhaenyra almejam o trono após a morte do pai.

10. Stranger Things 4

A quarta tempora da famosa franquia “Stranger Things” foi um sucesso entre jovens, adultos e crianças. Na quarta temporada os jovens e as famílias continuam lidando com as forças sobrenaturais que os assombram e os perigos que os rodeiam. 



Source link

saiba como está o elenco 12 anos depois do primeiro filme


Sucesso de 2009 retornará com continuação este ano. Confira como está o elenco 12 anos depois do lançamento do primeiro filme.

Se você não assistiu, com certeza já ouviu falar de “Avatar”, um dos filmes de maio sucesso de 2009. Nesta quinta-feira (15), os personagens retornarão às telonas com o filme “Avatar: O caminho da Água”, 12 anos após o lançamento do primeiro filme.

Na época de seu lançamento, “Avatar” chamou a atenção do público pelos efeitos especiais nunca vistos antes. Diante do trabalho impecável, o longa chegou a ser nomeado em nove categorias do Oscar, sendo premiado em três categorias.

Além dos efeitos visuais, “Avatar” e a sequência “Avatar: O caminho da Água” contam com um elenco muito bem escalado e atuações de tirar o folêgo. Mas, se você tem curiosidade de ver o antes e depois dos atores, confira agora como está o elenco de “Avatar”.

Sam Worthington (Jake Sully)

Sam Worthington em 2009 e em 2022

Sam Worthing é um ator australiano nascido na Inglaterra. Sam ficou conhecido por muitos dos seus papéis no cinema, principalmente por Jake Sully em “Avatar”, Perseu em “Fúria de Titãs” e Mack em “A Cabana”. 

Zoe Saldana (Neytiri)

Zoe Saldana em 2009 e em 2022A única atriz norte-americana presente nas duas maiores bilheterias da história, “Vingadores: Ultimato” (2019) e “Avatar” (2009). Zoe se destacou com suas atuações incríveis como Neytiri em “Avatar” e Gamora em “Guardiões da Galáxia”.

Sigourney Weaver (Dra. Grace)

Signourney Weaver em 2009 e em 2022

Sigourney é uma atriz norte-americana de grande sucesso, inclusive possui uma estrela na Calçada da Fama. Ela é conhecida por papéis muito bem conduzidos como, por exemplo, Tenente Ripley, protagonista de “Alien” e Dra. Grace em “Avatar”.

Stephen Lang (Coronel Miles Quaritch)

Stephen Lang em 2009 e em 2022Dando vida ao grande vilão de “Avatar”, Stephen Lang é conhecido por sua incrível atuação. Os seus personagens de amior destaque são o Coronel Miles de “Avatar” e o Comandante Taylor em “Terra Nova”.

Michelle Rodriguez (Trudy Chácon)

Michelle Rodriguez em 2009 e em 2022 Michelle Rodriguez é uma atriz norte-americana conhecida por seus principais papéis em “Velozes e Furiosos” como Trudy e em “Avatar” como Letty .

Joel Moore (Norm Spellman)

Joel Moore em 2009 e em 2022

Joel Moore é um ator e diretor norte-americano. Ele ficou conhecido por papéis cômicos e engraçados como Norm Spellman em “Avatar” e J.P. em “O Queridinho da Vovó”.

E aí, matou a curiosidade de ver o antes e depois do elenco de “Avatar”? O tempo só fez bem para eles, não é mesmo? Se você gosta desse tipo de conteúdo, não deixe de conferir também o antes e depois dos atores que estrelaram o primeiro filme da Família Addams!



Source link

Por que o nome de Wandinha é “Wednesday” na versão em inglês?



Fãs questionam a tradução de Wednesday para Wandinha. Entenda a diferença de nome e o motivo do nome original.

A nova série “Wandinha” de Tim Burton, virou um verdadeiro fenômeno mundial e conquistou milhares de fãs. A obra inspirada no clássico “A Família Addams” ficou no topo de audiência em mais de 100 países e “Wandinha” quebrou recorde, se tornando a série mais buscada do Google.

Principalmente devido à atuação impecável de Jenna Ortega, a intérprete da protagonista, a obra se tornou a série em inglês com mais horas assistidas em uma semana na Netflix. Mas uma das coisas que chamou a atenção dos espectadores e amantes da série foi o fato do título, e consequentemente o nome da protagonista, em inglês ser ” Wednesday”. Traduzido para o português “Wednesday” significa “Quarta-feira” e não “Wandinha”. Sendo assim, muitos internautas se fazem a mesma pergunta: Por que Wandinha se chama Wednesday na versão original e como foi escolhido o nome em português? 

Por que o nome de Wandinha é Wednesday na versão em inglês?

A personagem Wandinha surgiu na franquia “A Família Addams”, criada em 1930 e desde então o nome da menina sempre foi Wednesday. A ideia do nome veio de um poema macabro e trevoso, assim como a personalidade da jovem. Nesse poema cada crianca nasce em um dia e esse dia define um aspecto de sua personalidade. Confira a cantiga:

A criança de segunda-feira é bonita
A criança de terca-feira é cheia de graça
A criança de quarta-feira é cheia de aflições
A criança de quinta-feira vai longe
A criança de sexta-feira é amável e generosa
A criança do sábado trabalha duro para viver
E a criança nascida no dia de Sabá
É bonita e alegre, boa e feliz.

O poema original, que é em inglês, diz: “Wednesday’s child is full of a woe“. No inglês “woe” pode ser traduzido para aflição, angústia e tristeza. Assim, o nome se encaixou perfeitamente na personagem, já que Wandinha é uma menina assustadora e apática.

No primeiro episódio da série, a mãe de Wandinha, Mortícia Addams (Catherine Zeta-Jones) cita o poema em uma cena, e explica a origem do nome. Apesar da jovem ter nascido numa sexta-feira 13, o nome Wednesday acabou sendo o escolhido por ser mais adequado à personalidade da personagem.

Como Wednesday virou Wandinha?

Inicialmente, quando a série “A Família Addams” foi exibida no Brasil em 1965, o nome de Wednesday foi traduzido para Vandinha. E o motivo é mais simples do que muitos pensam: a mudança foi feita para que o público tivesse uma maior compreesão do nome e Vandinha era um nome que se encaixava melhor na hora da dublagem. No entanto, a Netflix trocou a letra “V” pela “W” na nova adaptação para que a grafia dos nomes fossem masi semelhantes.

Em entrevista ao jornal Metrópoles, Felipe Drummond, o diretor de dublagem de Wandinha, falou um pouco sobre o nome da personagem.

“É uma questão histórica, da nossa memória afetiva. É Wandinha desde sempre, então nada mais justo do que ser agora também. Também vi como foi traduzido para outros países, e aqui qualquer pessoa pensa em Família Addams quando ouve este nome”, esclareceu o diretor.

Vale apontar que, na versão brasileira, não foi apenas o nome Wandinha que foi modificado. O Tio Chico chama-se “Fester” em inglês e o irmão mais novo de Wandinha, Feioso, chama-se “Pugsley”. O mascote da Família Addams também teve seu nome alterado; em inglês, o Mãozinha chama-se “Thing”, que significa “coisa”.



Source link

Alimentos ultraprocessados podem aumentar risco de demência, diz estudo da USP

Segundo especialistas, a ingestão de grande quantidade de alimentos ultraprocessados está associado ao declínio cognitivo.

Bolachas, salgadinhos, macarrão instantâneo, salsicha e refrigerantes são alguns dos alimentos ultraprocessados que acompanham a maioria das pessoas no dia a dia. No Brasil, esses produtos são um dos mais consumidos. Segundo o Datafolha, devido a praticidade, o preço acessível e o fácil acesso, o consumo desses alimentos saltou de 9% para 16% no ano de 2020.

No entanto, esse alimentos não fazem nada bem para a nossa saúde. De acordo com estudo da USP, além de doenças cardiovasculares, obesidade, hipertensão e diabetes, o consumo dos ultraprocessados em excesso também aumenta o risco de demência. Segundo o estudo, em pessoas adultas de meia-idade ou idosos, basta que o consumo seja maior do que 20% da ingestão calórica diária para ocorrer o declínio da capacidade cognitiva.

Como foram conduzidas as pesquisas

A fim de comprovar resultados e realizar análises sobre a relação entre alimentos ultraprocessados e a capacidade cognitiva, os Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) acompanharam 10.775 servidores públicos entre 2008 e 2019, com idade entre 35 e 74 anos.

Leia também: Alimentos ultraprocessados favorecem o envelhecimento celular

Os voluntários do estudo foram submetidos a testes cognitivos no início e ao final do estudo, que incluíram recordação imediata e tardia de palavras, reconhecimento de palavras e fluência verbal.

Cada voluntário compartilhou informações sobre suas dietas. Tudo que eles disserram que consumiram no ano anterior foi convertido em gramas por dia e os alimentos foram divididos em três grupos:

  • Grupo 1 – Alimentos não processados ou minimamente processados: peixes, vegetais, grãos, carne, açúcar, sal, óleo.
  • Grupo 2 – Alimentos processados: frutas enlatadas, carnes ou peixes salgados, defumados ou curados.
  • Grupo 3 – Alimentos ultraprocessados: salsichas, salgadinhos, refrigerantes, sucos de caixa, bacon e macarrão instântaneo.

Em seguida, os participantes foram dividos em grupos, baseados na quantidade de alimentos ultraprocessados em proporção à sua dieta total.

Resultados das pesquisas

De acordo com a pesquisadora Natália Gomes Gonçalves, o declínio cognitivo acontece naturalmente ao longo da vida. Porém, o que se constatou no estudo foi que houve perda acelerada de cognição entre todos os participantes da pesquisa, mesmo entre os mais jovens, por volta dos 35 anos.

No entnato, após analisar os dados, os pesquisadores apontaram que as pessoas que comeram mais alimentos ultraporcessados tiveram uma taxa 28% mais acelerada de declínio cognitivo global e uma taxa 25% mais rápida de declínio da função executiva em comparação às pessoas que comeram em menor quantidade. Além disso, a memória também caiu em 6%.

Leia também: Hábitos saudáveis reduzem em até 38% as chances de declínio cognitivo

O especialista em medicina preventiva e nutrição David Katz, que não participou do estudo, explica que embora esta não seja uma pesquisa de associação, ou seja, não é realizada para provar causa e consequência, os resultados do estudo conduzido pelos pesquisadores da FMUSP mostram que a aceleração na deterioração cognitiva pode ser atribuída a alimentos ultraprocessados.

Source link