CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) – A Caixa Econômica Federal começou nesta segunda-feira (28) a liberar microcrédito para pessoas físicas e MEIs (microempreendedores individuais), afirmou o presidente do banco, Pedro Guimarães.

Para pessoas físicas, o empréstimo vai de R$ 300 a R$ 1.000, e pode ser pago em até 24 meses, com taxas a partir de 1,95% ao mês. A solicitação deve ser feita exclusivamente pelo Caixa Tem.

Para MEIs, o microcrédito vai de R$ 1.500 a R$ 3.000, com prazo de até 24 meses para pagar e taxas a partir de 1,99% ao mês. Por enquanto, esse público só pode solicitar o empréstimo nas agências.

Publicidade

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o crédito poderá ser liberado até para pessoas e MEIs negativados. Porém, o empréstimo está sujeito à aprovação, que deve sair em até dez dias após a solicitação.

Na linha de empréstimo pessoal, o crédito tem destinação livre e pode ser usado em despesas pessoais e pagamentos de dívidas. Já no crédito empresarial, o dinheiro emprestado deve ser investido no próprio negócio, como pagamento de fornecedores e contas de água, luz, internet e aluguel, além da compra de matérias-primas e mercadorias para revender, entre outras finalidades.

COMO SOLICITAR O CRÉDITO PELO CAIXA TEM

1. Baixe ou atualize o app Caixa Tem, disponível para Android e iOS

2. Atualize seu cadastro no aplicativo

3. Clique na opção “Crédito Caixa Tem”

4. Escolha “Contratar crédito Caixa Tem”

5. Indique como você irá usar o empréstimo

6. Simule o empréstimo, escolhendo o valor das parcelas

Para quem ainda não tem poupança digital, a abertura pode ser feita na hora, pelo aplicativo, sem taxas. Depois disso, basta pedir o empréstimo.

Anteriormente, o banco tinha um calendário de acesso ao crédito, que autorizava a contratação conforme o mês de aniversário. Em dezembro, a Caixa abriu a solicitação de empréstimo a quaisquer clientes que já tenham conta no Caixa Tem.

Empréstimos pessoais podem ser pagos em, no mínimo, 1 parcela, e, no máximo, 24 vezes. Empréstimo para empresas pode ser quitado em, no mínimo, 4 parcela e, no máximo, 24 vezes.

CADASTRO DEVE SER ATUALIZADO

Para conseguir os valores, o cliente precisa atualizar o cadastro. A análise para a liberação só é feita após essa atualização. A medida é necessária para mudar o tipo de conta que o trabalhador tem hoje e conseguir fazer o empréstimo. Segundo a Caixa, é preciso transformar a conta-poupança social digital do Caixa Tem em uma Poupança Digital Caixa.

Com isso, o limite de movimentação mensal de R$ 5.000 deixa de existir e o consumidor consegue ter acesso às linhas de crédito. O procedimento leva sete minutos e é feito diretamente no Caixa Tem, na opção “Atualize seu cadastro”. Para isso, é preciso informar endereço, profissão, renda e patrimônio, se tiver.

O presidente da Caixa afirmou nesta segunda-feira que há 109 milhões de contas abertas no Caixa Tem, e que 8,8 milhões de usuários já atualizaram o cadastro.

Também será necessário enviar uma foto de um documento de identificação (RG ou CNH) e uma foto selfie com o documento na mão. A selfie deve ser feita em local iluminado, sem óculos e sem chapéu.

A Caixa lançou o novo crédito em 27 de setembro. Na ocasião, o banco divulgou estimativas de que a nova modalidade de empréstimo tem potencial para alcançar cerca de 100 milhões de clientes.

CONSIGNADO PARA AUXÍLIO BRASIL AINDA NÃO FOI LIBERADO

Pedro Guimarães confirmou que os beneficiários do Auxílio Brasil poderão contratar crédito consignado que comprometa até 40% do benefício por mês. Mas a liberação do empréstimo para este grupo ainda depende de regulamentação do Ministério da Cidadania, responsável pelo programa.

“[A regulamentação] significa dar limites máximo de prazos, taxas de juros, a própria habilitação das instituições, ou seja, quais são os bancos que vão efetivamente operar”, disse o presidente da Caixa.

O crédito consignado para quem recebe Auxílio Brasil faz parte do Programa Renda e Oportunidade, pacote de medidas econômicas lançado pelo governo federal para o ano eleitoral.

O programa inclui também a antecipação do 13º de aposentados e pensionistas do INSS para abril e maio e o saque antecipado do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

By Marcelo Negreiros

Jornalista militando na profissão desde 1985, trabalhando nas TVs Paraíba e Cabo Branco, afiliadas Rede Globo na Paraíba, durante 15 anos. Diplomado em 2001 pelas Faculdades Integradas de Patos.

Comente a matéria: