Vídeo: Marcelo Negreiros

Para entendermos o passado, de olho no futuro, precisamos estudar o presente com alta tecnologia e muita avaliação e, assim, encontrarmos o histórico certo para o emprego de atividades no tempo certo.

A Fazenda Tamanduá, no município de Santa Terezinha – PB, realiza estudos constantes do clima, solo e chuva.

Dispondo de uma estação meteorológica autônoma, a propriedade monitora a umidade relativa do ar, a irradiação solar nas suas ondas médias e curtas e a quantidade de precipitação de chuvas.

Através de sondas enterradas em diversas partes do solo da fazenda, são medidas temperatura e umidade, além da infiltração da água da chuva em várias camadas. O volume de água absorvida pelas plantas e, através desses dados que são repassados automaticamente para um programa de computador, monitorado por um professor, hidrólogo em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que utilizam os dados dessa estação para, em comparação com outras coletas em diversas partes do mundo, entender a dinâmica que acontece em outras partes do semi-árido e, assim, gerar modelos que possam servir de ações para o futuro.

A Fazenda Tamanduá dispõe de estudos do solo de 100 anos para cá. Embora a fazenda tenha sido adquirida nos anos 1970, as pesquisas obtém dados precisos em seus levantamentos.

No momento em que a Terra passa por diversos fenômenos, com queimadas em várias partes do continente, a FT tem seus estudos que contribuem para um melhor entendimento do clima, como fala seu proprietário, o agropecuarista Pierre Landolt: “Durante séculos, a Terra passa por diversos ciclos; esses ciclos são inevitáveis, duradouros e nós temos que nos adaptar a eles. Sempre foi assim no universo, portanto, precisamos esperar que o ciclo se complete”

Veja no vídeo como funciona a estação: 

By Marcelo Negreiros

Jornalista militando na profissão desde 1985, trabalhando nas TVs Paraíba e Cabo Branco, afiliadas Rede Globo na Paraíba, durante 15 anos. Diplomado em 2001 pelas Faculdades Integradas de Patos.

Comente a matéria: