Revolucionando o setor da construção civil, o drywall é uma estrutura composta por gesso acartonado e uma ótima opção quando falamos em renovação de ambientes por um preço reduzido

Se você está buscando uma solução mais econômica e simples de reformar o seu ambiente sem todo aquele quebra-quebra que uma obra de alvenaria exige, você precisa conhecer o sistema drywall. Considerado uma tecnologia mais limpa, o drywall são estruturas pré-fabricadas feitas com placas de gesso e aço. Criado em 1898, revolucionou o setor de construção civil e foi considerado como uma solução prática e inteligente para diversos tipos de construções.

Podendo ser usado em paredes, tetos e forros, o drywall possui inúmeras vantagens. Porém, possui algumas desvantagens também. Confira a seguir e entenda se o sistema drywall é perfeito, ou não, para a renovação do seu ambiente.

Tipos de chapas de drywall

Existem três tipos de chapas de drywall, onde cada uma delas é indicada para um tipo específico de ambiente. A chapa branca é indicada para áreas mais secas, ou seja, para forros e quartos. Já a chapa rosa é mais indicada para ambientes como cozinhas ou salas com lareira, devido à sua boa resistência ao calor e ao fogo. A chapa verde é mais indicada para área úmidas, como banheiros e lavanderias.

Vantagens do drywall

Composta por gesso acartonado, as estruturas drywall podem servir como base em muitos projetos de renovação de ambientes, e possibilitam a redução de até 60% no orçamento. É possível personalizar essas estruturas com cerâmicas, pastilhas, pinturas, texturas e até mesmo madeira. É possível também realizar a divisão de ambientes com essas estruturas, de acordo com a necessidade do proprietário do ambiente. 

A iluminação embutida também é uma vantagem do drywall. Ele permite a criação de nichos para lâmpadas e luminárias, onde o rebaixamento do teto pode ser aplicado em diferentes formatos (quadrados, retângulos ou redondos). De maneira super fácil e prática, é possível decorar o seu ambiente com diversas cores e acabamentos incríveis. Outra vantagem é a rapidez na instalção, pois em um dia de trabalho, dois especialistas conseguem erguer até 30 m² de parede.

Graças ao preenchimento interno com gesso, o drywall permite o isolamento acústico. É possível também incluir, no recheio, a lã mineral, de vidro ou rocha. Garantindo assim um isolamento térmico e temperaturas ambientes mais agradáveis. Por fim, o drywall permite a possibilidade de criar móveis, como nichos e estantes para TV, prateleiras, bancadas de escritórios e cabeceiras são alguns exemplos de possibilidades onde o drywall pode ser usado.

Desvantagens do drywall

O drywall possui uma grande sensibilidade aos raios solares e à agua também, por isso, não é indicado para ambientes externos. Além disso, o espaço entre as placas de gesso podem servir para proliferação de fungos, bactérias e até insetos. Para evitar que isso aconteça, é indicado verificações regulares. A exposição à umidade também não é recomendada, sendo assim, a instação do drywall em banheiros e lavanderias exige a instação de cerâmicas para servirem como proteção extra. Por fim, o drywall também não é muito resistente à pancadas e nem ao excesso de peso.



Source link

Comente a matéria: