Por: Marcos Nogueira

Uma frase dita pelo supremo ministro, da Suprema Corte dos Deuses dos Corruptos, Roberto Barroso, quando se dirigia para seu luxuoso hotel, em Nova Iorque. Disse, respondendo a um legítimo cidadão brasileiro, que apenas lhe indagava a respeito das urnas. “Perdeu, Mané, não amola!”.


Mas não foi bem assim: a frase de escárnio, deboche, cruzou o Atlântico, percorreu caminhos, chegando, de cidade em cidade, a todos rincões pátrios e de brasileiros varonis. “…ou ficar a Pátria livre, ou morrer pelo Brasil!”


E o verde e amarelo, de repente, voltou a tingir o solo da terra-mãe…cores que poderão ter coloração rubra ou vermelha, se preciso for e preciso será!


O que não podemos ( sem condicional) é assistir inertes o dantesco quadro que estamos a vislumbrar, vendo os STF e TSE a darem cobertura a uma quadrilha de famigerados e desalmados filhos de abutres, que por sede de poder tentam fazer da Nação de Caxias mais uma colônia das esquerdas, que se exemplificam nos países da nossa América Latina em ruína, somando- se a outros países de igual nível de sarjeta.


Os quartéis estão esperando apenas mais nada. Isso porque a verdade está bem nítida, transparente, não faltando, inclusive, homens e mulheres de brio, que agora, mais do que nunca, preferem o sacrifício da vida, a serem mortos- vivos nas mãos desses Fidel e Guevara, Chaves e Maduro, Ortega e FARCs. Tudo à escolha do carrasco. Vivos ou fantasmas que ainda atormentam!
Por isso não perdemos, embora sejamos Manés. Igualmente Josés e Marias. Mas todos brasileiros e filhos que amam seu rincão e que não o deixarão ser governado por bandidos de toga, colarinho branco ou com roupas listrados, vestimenta dos presídios onde se encontram os Marcolas e outros marginais, amigos do condenado Lula, que pôde ser candidato e sair da prisão, graças à artimanha de um ministro que até bem pouco se fazia nos palanques do PT, tentando e conseguindo ser um dos lacaios ou serviçais das esquerdas orientadas pelo senhor Luiz Inácio da Silva, o Nove Dedos, o motivo ou a razão do novo grito.
Daqui a pouco diremos a Barroso: “Perdeu, safado, agora te espera a cadeia!”


Não o chamaremos de Mané, porque esse nome tem valor, na soma de outros tantos que tanto querem bem à sua pátria, e que apenas tentam ver a justiça triunfar nas mãos dos bons e justos!


Espera um pouco, Barroso. Enquanto isso, quem sabe, poderás regressar a Cuba, à alcova que Zé Dirceu tanto fala e que, acredito, tem vídeos dos atos impróprios a menores de 21 anos!

Leia Também: https://mnegreiros.com/a-boca-livre-dos-ministros-do-stf-em-ny/

Marcos Nogueira é jornalista e atuou em redações de diversos veículos de comunicação do Estado, foi acadêmico de medicina, deixando o curso em seu último período.

By Marcelo Negreiros

Jornalista militando na profissão desde 1985, trabalhando nas TVs Paraíba e Cabo Branco, afiliadas Rede Globo na Paraíba, durante 15 anos. Diplomado em 2001 pelas Faculdades Integradas de Patos.

Comente a matéria: