Publicado em:
Última atualização:

A Book Friday é um dos maiores eventos de promoções de livros da Amazon. O evento que irá durar até o dia 22 de agosto, dará descontos de até 50% para livros físicos e 80% nas versões digitais (eBooks). Que tal aproveitar as ofertas para acrescentar à sua estante livros de autores negros? São diversos autores e autoras talentosíssimos que merecem a sua atenção. Confira a nossa lista e aproveite!


Cada produto da lista abaixo foi selecionado de forma independente pela nossa equipe. Contudo, ao realizar uma compra através de nossos links, podemos receber uma comissão de afiliado. A disponibilidade dos produtos e preços foram confirmados no momento da publicação, mas pode ser que sofram alteração.


Ficção

1. Um defeito de cor, de Ana Maria Gonçalves

Neste livro fascinante, Ana Maria Gonçalves conta a história de uma idosa africana, deficiente visual e à beira da morte, que viaja da África para o Brasil em busca de seu filho que está perdido há décadas. Ao longo da travessia, ela conta sua vida que foi marcada por mortes, estupros, violência e escravidão. 

2. Hibisco Roxo, de Chimamnda Ngozi Adichie

hibisco roxo livro
(Imagem: Reprodução/Amazon)

Enquanto narra aventuras e desventuras suas e de sua família, a adolescente Kambili , o romance também mostra um retrato fiel da situação da Nigéria, mostrando as consequências geradas pela colonização tanto no próprio país, como, certamente, também no resto do continente. Além disso, ela mostra como a religiosidade extrema de seu pai agoniza lentamente a vida de toda a família.

3. Realismo de Machado de Assis

A trilogia realista de Machado de Assis é composta pelas obras Memórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro e Quincas Borba. Os livros mostram a atuação do autor no realismo que, apesar de tardia, ainda se faz extremamente reconhecida e é de grande importância para a literatura nacional brasileira.

4. O ódio que você semeia, de Angie Thomas

A jovem negra Starr Carter presencia um policial brando assassinar Khalil, seu melhor amigo. Por ser a única pessoa que presenciou o crime, ela é forçada a testemunhar no tribunal. Mesmo sofrendo uma série de chantagens, a jovem está disposta a dizer a verdade pela honra de seu amigo.

5. Fique comigo, de Ayobami Adebayo

A obra Fique comigo debate questões familiares da sociedade nigeriana e também demostra de forma realista as dificuldades políticas enfrentadas pela população desse país nos anos 1980. No entanto, acima de tudo, o livro faz a pergunta: o quanto estamos dispostos a sacrificar em nome da nossa família?

6. Kindred: laços de sangue, de Octavia E. Butler

Em “Kindred”, a protagonista, Dana, é uma escritora negra, que vive na Califórnia da década de 70. Em seu aniversário de 26 anos, algo inexplicável acontece com ela: depois de uma repentina tontura, Dana acorda acorda em uma cidade no sul dos EUA. Se a mudança geográfica já seria assustadora o suficiente, ela descobre que também viveu uma viagem no tempo. O que pode se imaginar de uma mulher negra, sozinha, e de outra década, vivendo no século XIX, quando a escravidão ainda era praticada?

7. O último ancestral, de Ale Santos

O livro se trata de uma ficção científica focada no afrofuturismo, movimento estético, cultural e política que desenvolve narrativas com protagonismo de pessoas negras. O autor Ale Santos cria uma fantasia urbana eletrizante que traz referência de cultura, fé e histórias africanas no Brasil.

8. Olhos D’água, de Conceição Evaristo

Em Olhos d’água, Conceição Evaristo aborda a pobreza e a violência urbana que afeta a sociedade afro-brasileira. Os contos apresentam diversas mulheres: Ana Davenga, a mendiga Duzu-Querença, Natalina, Luamanda, Cida, a menina Zaíta. Com idades e conjunturas diferentes, compartilham da mesma necessidade de se ter força. Em Olhos d’água estão presentes mães, filhas, avós, amantes, homens e mulheres. Seja por dilemas sociais, sexuais ou existenciais, estão vinculados de alguma forma.

Não Ficção

9. Eu sei por que o pássaro canta na gaiola, de Maya Angelou

(Imagem: Reprodução/Amazon)

10. Racismo estrutural, de Silvio Almeida

(Imagem: Reprodução/Amazon)

11. Etnicidade na América Latina: um debate sobre raça, saúde e direitos reprodutivos, de Simone Monteiro

(Imagem: Reprodução/Amazon)

12. Sociologia do negro brasileiro, de Clovis Moura.

(Imagem: Reprodução/Amazon)

Clóvis Moura, através de seu pensamento antiacadêmico, encontra na sociologia o seu momento mais importante. Ultrapassando uma discutível imparcialidade científica ou um racismo racionalizado, o escritor realiza uma crítica radical em uma obra que ainda se faz atual.

13. Negritude sem etnicidade, de Livio Sansone

(Imagem: Reprodução/Amazon)

14. Pele Negra, Máscaras Brancas, de Frantz Fanon

(Imagem: Reprodução/Amazon)

15. O Genocídio do negro brasileiro, de Abdias Nascimento

(Imagem: Reprodução/Amazon)

16. Ensinando a transgredir: A educação como prática da liberdade, de Bell Hooks

(Imagem: Reprodução/Amazon)

17. Quarto de despejo, de Carolina Maria de Jesus

(Imagem: Reprodução/Amazon)

Infantil

18. E foi assim que eu e a escuridão ficamos amigas, de Emicida

vozes negras amazon promoção
(Imagem: Reprodução/Amazon)

19. O Pequeno príncipe preto para pequenos, de Rodrigo França

vozes negras promoção book friday
(Imagem: Reprodução/Amazon)

20. Amoras, de Emicida

(Imagem: Reprodução/Amazon)

Para não perder nenhuma novidade do Book Friday, baixe o app da Amazon. Com ele você tem acesso a ofertas e cupons exclusivos, e pode ativar as notificações de oferta para ficar sabendo das melhores promoções e não perder aquele desconto.



Source link

Comente a matéria: