Klaus Richmond

Casemiro defende Daniel Alves, mas evita ‘pitaco’ em escalação de Tite | Placar



O volante Casemiro saiu em defesa do experiente lateral-direito Daniel Alves, de 39 anos, jogador mais contestado entre os 26 convocados pelo técnico Tite para a Copa do Mundo do Catar, mas preferiu se esquivar de “pitacos” na escalação para a segunda partida da seleção brasileira no torneio.

Sem poder contar com o atacante Neymar e com o lateral-direito Danilo, baixas confirmadas pelo departamento médico da CBF devido a contusões no tornozelo, ainda há mistério sobre quais serão os substitutos utilizados diante da Suíça nesta segunda-feira, 28, às 13h (de Brasília), no estádio 974.

“Primeiro, tenho total consciência e temos que deixar claro: o Daniel Alves não veio aqui de passeio. Se o treinador trouxe ele é porque contamos com ele”, disse.

“Claro que a característica dele é diferente do Militão. O Militão é mais defensivo, enquanto o Daniel Alves tem mais qualidade, tem um pé diferente. Cada um com a sua característica”, completou.

A saída de dois pilares da seleção expôs duas das decisões mais contestadas da convocação: a presença de Daniel Alves, em má fase no PUmas, do México, e a ausência de Roberto Firmino, em excelente momento no Liverpool e, em tese, um dos mais habilitados a ocupar o posto de Neymar.

A tendência é que Alves assuma o posto. No entanto, o zagueiro Eder Militão aparece como opção, por já ter atuado na lateral, inclusive no amistoso contra Gana, em setembro.

Continua após a publicidade

Questionado se lhe causaria surpresa ver o experiente jogador preterido por um zagueiro de origem, improvisado no setor, ele minimizou:

“Uma surpresa? Não, surpresa eu diria que não, até mesmo porque o Militão já correspondeu à altura. Mas se o Daniel Alves está aqui, tem totais condições, e nós confiamos nele. Não precisamos nem falar do Daniel Alves, multicampeão, nós confiamos nele. Está treinando bem, está empenhado, mas quem vai jogar é decisão do treinador”, resumiu.

Para a vaga de Neymar, há uma série de alternativas. Tite pode recolocar Fred na equipe, avançando Lucas Paquetá para a posição de Neymar. O mesmo pode ser feito com Bruno Paquetá. Rodrygo, que entrou bem contra a Sérvia, e já atuou em função semelhante no Real Madrid, e Everton Ribeiro, o único meia de origem, são outras boas opções.

Não faltaram elogios a Rodrygo, antigo companheiro no Real Madrid: “Sempre foi um cara que iluminou meus olhos quando toca na bola, sempre é um prazer de ver ele jogando. É jgoador que pode se chamar de craque. São poucos jogadores como ele no mundo, sempre que toca na bola faz algo bonito. Quem gosta de futebol, gosta de assistir o Rodrygo jogar”.

“Mas temos outros jogadores que estão correspondendo à altura, tem Vini, Richarlison, Raphinha, Jesus. Nós lá de trás até brincamos, às vezes dá até pena do adversário. Você tira Raphinha, coloca Antony, sai Richarlison, entra Jesus, Martinelli, o leque é bem grande. Isso é bom para nós. Temos que ser realistas em falar que o Neymar é o craque do time”, acrescentou.

Casemiro passou a maior parte da coletiva respondendo a temas também fora do ambiente da seleção como manifestações de ódio ao atacante Neymar nas redes sociais e a saída do craque português Cristiano Ronaldo do Manchester United, a quem disse já ser “grandinho para tomar suas próprias decisões.

“Quando você deseja o mal para uma pessoa, independente de quem seja, é muito grave. Eu fico muito triste, principalmente por ser uma pessoa que ajuda tanta gente, que tem um coração enorme. O Neymar não merece isso”, concluiu.

Continua após a publicidade



Source link

De qué planeta viniste, Maradona? | Placar

DOHA – Hoje o mundo do futebol vive uma data triste – os dois anos da morte de Diego Armando Maradona, aos 60. A ausência do craque argentino em uma Copa do Mundo, seja como jogador, seja como treinador, seja como comentarista ou dentro do personagem que vestiu depois de pendurar as chuteiras, é uma imensa lacuna. É data que não poderia passar em branco. A convite da Conmebol, a federação sul-americana de futebol, os veteranos da conquista de 1986 e os campeões do mundo de 1978 fizeram no centro de Doha uma festa comovente – e não há como fugir da sensação a um só tempo bonita e melancólica de ver futebolistas já avançados na idade, muitos ainda em forma física, outros nem tanto, mas todos a estampar no andar e na face as glórias do passado. Estavam ali, entre outros, Fillol, Kempes e Tarantini, da turma de 1978; Pumpido, Ruggeri e Burruchaga, do grupo de 1986.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

No apogeu da cerimônia, um telão exibia o mais espetacular gol de todos os tempos – o segundo de Maradona contra a Inglaterra, pelas quartas-de-final da Copa do México. O primeiro, sabe-se desde o céu até o inferno, foi o celebrado gol com La Mano de Diós, de puro lunfardo. Mas aquele tento, depois de fazer uma fila com os ingleses, nunca houve e tampouco haverá nada igual. Em Doha, com o som ao máximo ampliado pelos alto-falantes, ouve-se a narração inigualável de Victor Hugo Morales, definitivamente impregnada à jogada de Maradona, a Pietá do canhoto de Villa Fiorito. A voz de Morales soa como o canto de um imã anunciando uma das cinco orações diárias obrigatórias do islã. Mesmo sem as imagens – embora caiba sempre vê-las e revê-las – o que diz o locutor é uma obra-prima em si de entusiasmo e patriotismo.

Evento da Conmebol reuniu veteranos da conquista de 1986 e os campeões do mundo de 1978 -
Evento da Conmebol reuniu veteranos da conquista de 1986 e os campeões do mundo de 1978 – Alexandre Battibugli/Placar

Assim: “Tem a bola Maradona. Dois lhe marcam. Pisa na bola Maradona. Arranca pela direita o gênio do futebol mundial. Deixa o terceiro e vai tocar para Burruchaga. Sempre Maradona! Gênio! Gênio! Gênio! Ta-ta-ta-ta-ta-ta-ta… Gooool! Gooooooool! Gooooooool! Quero chorar! Deus santo, viva o futebol! Golaço! Diegol! Maradona! É para chorar perdoem-me! Maradona! Em uma corrida memorável! A maior jogada de todos os tempos! Barrilete cósmico! De que planeta você veio? Para deixar pelo caminho tantos ingleses? Para que o país seja um punho cerrado! Gritando pela Argentina! Argentina 2 x 0 Inglaterra. Diegol!”

De que planeta você veio? Pablo Enrique Arm, de 75 anos, miúdo até não mais poder, está emocionado e excitado com a oportunidade de estar próximo aos campeões. Ele vive em Israel desde 1961 e veio para o Catar durante os 30 dias de Copa – um feito em si, que merece uma outra reportagem. Mas o que lhe interessa, na véspera da partida decisiva da Argentina contra o México, na tarde de sábado, 26, é louvar os heróis de sua vida – mas sobretudo Maradona. “O 25 de novembro é um mau dia”, resume. Ela veste uma camisa alviceleste que mal lhe cabe. Pega o smartphone e mostra uma foto: é seu filho, Dror, então com 9 anos, ao lado de Maradona. A camisa do menino é a que ele leva no corpo, agora. A imagem foi flagrada numa partida da Argentina em Israel, em 31 de maio de 1994. Pablo assegura ter se aproximado do craque depois daquele jogo – ele serviu de intérprete e acompanhante naqueles dias, há 28 anos, em que os argentinos estiveram em Tel Aviv. A lembrança: “Maradona era impressionante, tudo parecia girar ao redor dele. Cantava, fazia piadas, rua, chorava, sabia ficar sério”, diz o fã. “Não seria exagero dizer, era como um Deus”.

Continua após a publicidade

Pablo Enrique Arm, de 75 anos, vindo de Israel para o Catar: camisa apertada e vastas lembranças -
Pablo Enrique Arm, de 75 anos, vindo de Israel para o Catar: camisa apertada e vastas lembranças – Fábio Altman/Placar

Talvez seja um pouco exagerado, é verdade – mas não para os torcedores que o viram jogar. Não para quem viu pelo menos uma vez na vida a arrancada de 22 de junho de 1986, no Estádio Azteca, naquele 2 x 1 espetacular. E mesmo para os descrentes, a pergunta de Victor Hugo Morales é inevitável, e em castelhano soa mais adequado: de que planeta viniste?

Dror, o filho de Pablo, ao lado de Maradona, antes de uma partida em Tel Aviv -
Dror, o filho de Pablo, ao lado de Maradona, antes de uma partida em Tel Aviv – Pablo Enrique Arm/Arquivo pessoal

Para ver e ouvir o golaço de Maradona na voz de Victor Hugo Morales:

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade

Source link

Vinicius Júnior revela conversa com Neymar: ‘Torcendo para não ser grave’ | Placar


LUSAIL – O atacante Vinicius Júnior afirmou ter questionado Neymar ainda nos vestiários da seleção brasileira sobre a gravidade da entorse no tornozelo direito, sofrida pelo camisa 10 aos 34 minutos do segundo tempo na vitória por 2 a 0 do país diante da Sérvia, pela primeira rodada do Grupo G da Copa do Mundo do Catar.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

O jogador externou que o companheiro ainda prefere aguardar para entender melhor o próprio quadro nesta sexta-feira, 24.

“Ele falou para ver amanhã como vai acordar, como estarão as coisas. Torcendo para não ser nada grave”, disse o jogador.

“Ficamos tristes sempre que um jogador sai lesionado do campo, mas temos fé de que vai se recuperar o mais rápido possível. Tomara que não seja nada para seguir até a final com a gente. É o nosso jogador mais importante, que tem a maior responsabilidade aqui. Que chama a responsabilidade para ele com um líder”, completou.

O principal jogador do país teve confirmada pelo médico da CBF, Rodrigo Lasmar, uma entorse na região. Ainda não há previsão de exames específicos – tampouco a gravidade. Há cautela para um diagnóstico impreciso e precoce.

Neymar acusou dores no tornozelo direito -
Neymar acusou dores no tornozelo direito – Alexandre Battibugli/Placar
Continua após a publicidade

“O Neymar apresentou um pouco de edema, de inchaço [no tornozelo]. Já iniciamos o tratamento ainda no banco e seguimos com a fisioterapia. Vamos aguardar por, pelo menos, 24 ou 48 horas para ter uma melhor ideia. Não existe exame de imagem marcado. Caso precise, faremos. A expectativa é de observação e qualquer coisa que falemos sobre a sequência dele ainda é prematuro”, disse Lasmar, em entrevista coletiva após a partida.

“Ele ficou em campo mais 11 minutos após sofrer a entorse, com dor. E, no fim não conseguiu continuar. É um dado importante para considerarmos a evolução do jogador, também”, completou.

Após boa atuação na estreia – com participação direta nos dois gols marcados por Richarlison -,Vinicius Júnior também refutou pessimismo quanto a recuperação de Neymar. Questionado se estaria preparado para assumir o protagonismo do camisa 10, foi contudente: “Estamos sempre preparados, mas ele vai jogar”.

Tornozelo direito inchado de Neymar -
Tornozelo direito inchado de Neymar – Giuseppe Cacace/AFP

“Agora temos três dias para recuperá-lo o mais rápido possível para chegar bem. Espero que chegue bem e feliz para ajudar a gente [no segundo jogo”, acrescentou.

O jogador do Real Madrid, confirmado oficialmente como titular apenas uma hora antes do confronto, ainda revelou que Neymar ainda fez questão de ajudá-lo após a escalação de Tite. “Me falou para ficar tranquilo e que a responsabilidade era toda dele”.

O Brasil volta a campo na próxima segunda-feira, 28: às 13h (de Brasília) para enfrentar a Suíça, no estádio 974.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade



Source link

Galeria: fotos exclusivas da cerimônia de abertura da Copa do Mundo | Placar

A Copa do Mundo do Catar está, oficialmente, iniciada. Com projeções, show pirotécnico e até a participação do ator americano Morgan Freeman, o país anfitrião abriu no início da tarde deste sábado, 20, no estádio Al Bayt, a competição que terá como partida inaugural o confronto entre Catar e Equador.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

A cerimônia também contou com discursos do Emir do Catar, Tamim bin Hamad, do presidente da Fifa, Gianni Infantino, além da aparição do ex-zagueiro francês Marcel Desailly, campeão da Copa de 1998, e do mascote oficial do evento: Laeeb.

Freeman tratou sobre inclusão e diversidade ao lado do influencer catari Granim Al Muftah, que tem síndrome de regressão caudal – má formação rara que provoca anomalias nas extremidades inferiores do corpo.

Confira as imagens da cerimônia feitas por Ricardo Corrêa e Alexandre Battibugli, de PLACAR:

Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Brasileiros marcaram presença no Al Bayt – Ricardo Corrêa/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Show durante a abertura da Copa – Ricardo Corrêa/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Ator americano Morgan Freeman: surpresa da cerimônia – Ricardo Corrêa/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Emir do Catar, Tamim bin Hamad, discursou – Ricardo Corrêa/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Apresentação na cerimônia de abertura – Ricardo Corrêa/Placar
Continua após a publicidade

Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Freeman ao lado do influencer catari Granim Al Muftah – Ricardo Corrêa/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Show de luzes e pirotecnia no gramado – Ricardo Corrêa/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Cerimônia mostrou os povos nativos do Catar – Alexandre Battibugli/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Show durante a apresentação antes de Catar x Equador – Alexandre Battibugli/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Estádio Al Bayt recebe bom público – Alexandre Battibugli/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Luzes e efeitos de pirotecnia marcaram a abertura – Alexandre Battibugli/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Luzes e efeitos de pirotecnia marcaram a abertura – Alexandre Battibugli/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Mascote da competição: Laeeb Alexandre Battibugli/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Dança e apresentação musical no palco montado – Alexandre Battibugli/Placar
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo Catar -
Símbolo da Copa e seleções representadas no gramado – Alexandre Battibugli/Placar

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade

Source link

Copa do Mundo: as fotos oficiais dos 26 escolhidos por Tite na seleção | Placar


A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) divulgou na última sexta-feira, 18, as fotos oficiais de toda a delegação brasileira e de cada atleta convocado para a Copa do Mundo no Catar. Dos 26 nomes na lista de Tite, o lateral Daniel Alves foi o que causou mais polêmica. A seleção brasileira desembarca neste sábado, 19, em Doha e dá sequência à preparação para a estreia no dia 24, contra a Sérvia.

Assine #PLACAR por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Confira as fotos oficiais dos 26 escolhidos pelo treinador:

Alisson: 57 jogos e a segunda Copa pela seleção -
Alisson: 57 jogos e a segunda Copa pela seleção – Divulgação/CBF
Danilo: 46 jogos, um gol e uma Copa pela seleção -
Danilo: 46 jogos, um gol e uma Copa pela seleção – Divulgação/CBF
Thiago Silva: 109 jogos, sete gols e três Copas pela seleção
Thiago Silva: 109 jogos, sete gols e três Copas pela seleção – Divulgação/CBF
Marquinhos: 71 jogos, cinco gols e uma Copa pela seleção
Marquinhos: 71 jogos, cinco gols e uma Copa pela seleção – Divulgação/CBF
Casemiro: 65 jogos, cinco gols e uma Copa pela seleção
Casemiro: 65 jogos, cinco gols e uma Copa pela seleção – Divulgação/CBF
Alex Sandro: 37 jogos e dois gols pela seleção -
Alex Sandro: 37 jogos e dois gols pela seleção – Divulgação/CBF
Lucas Paquetá: 35 jogos e sete gols pela seleção
Lucas Paquetá: 35 jogos e sete gols pela seleção – Divulgação/CBF
Fred: 28 jogos e uma Copa pela seleção
Fred: 28 jogos e uma Copa pela seleção – Divulgação/CBF
Richarlison: 38 jogos e 17 gols pela seleção
Richarlison: 38 jogos e 17 gols pela seleção – Divulgação/CBF
Neymar: 121 jogos, 75 gols e duas Copas pela seleção
Neymar: 121 jogos, 75 gols e duas Copas pela seleção – Divulgação/CBF
Raphinha: 11 jogos e cinco gols pela seleção
Raphinha: 11 jogos e cinco gols pela seleção – Divulgação/CBF
Weverton: oito jogos pela seleção
Weverton: oito jogos pela seleção – Divulgação/CBF
Continua após a publicidade

Daniel Alves: 125 jogos, oito gols e duas Copas pela seleção
Daniel Alves: 125 jogos, oito gols e duas Copas pela seleção – Divulgação/CBF
Éder Militão: 23 jogos e um gol pela seleção
Éder Militão: 23 jogos e um gol pela seleção – Divulgação/CBF
Fabinho: 28 jogos pela seleção
Fabinho: 28 jogos pela seleção – Divulgação/CBF
Alex Telles: oito jogos pela seleção
Alex Telles: oito jogos pela seleção – Divulgação/CBF
Bruno Guimarães: oito jogos e um gol pela seleção
Bruno Guimarães: oito jogos e um gol pela seleção – Divulgação/CBF
Gabriel Jesus: 56 jogos, 19 gols e uma Copa pela seleção
Gabriel Jesus: 56 jogos, 19 gols e uma Copa pela seleção – Divulgação/CBF
Antony: 11 jogos e dois gols pela seleção
Antony: 11 jogos e dois gols pela seleção – Divulgação/CBF
Vinícius Júnior: 16 jogos e um gol pela seleção
Vinícius Júnior: 16 jogos e um gol pela seleção – Divulgação/CBF
Rodrygo: sete jogos e um gol pela seleção
Rodrygo: sete jogos e um gol pela seleção – Divulgação/CBF
Éverton Ribeiro: 22 jogos e três gols pela seleção
Éverton Ribeiro: 22 jogos e três gols pela seleção – Divulgação/CBF
Ederson: 18 jogos e uma Copa pela seleção
Ederson: 18 jogos e uma Copa pela seleção – Divulgação/CBF
Bremer: um jogo pela seleção
Bremer: um jogo pela seleção – Divulgação/CBF
Pedro: dois jogos e um gol pela seleção
Pedro: dois jogos e um gol pela seleção – Divulgação/CBF
Gabriel Martinelli: três jogos pela seleção
Gabriel Martinelli: três jogos pela seleção – Divulgação/CBF

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade



Source link

Onde assistir aos últimos jogos preparatórios antes da Copa do Mundo | Placar


Dez das 32 das seleções classificadas ao Catar encerram nesta quinta-feira, 17, e na sexta, 18, os últimos testes preparatórios antes da estreia na Copa do Mundo. A competição terá o seu pontapé inicial já no domingo, 20, com a partida entre Catar e Equador, às 13h (de Brasília), no estádio Al Bayat, em Doha.

Assine #PLACAR por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

A Suíça, adversária do Brasil na primeira fase do Mundial, abriu os jogos do dia e não deixou boa impressão ao ser derrotada por 2 a 0 por Gana, em amistoso realizado no estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

Na quarta, 16, ocorreram outros cinco confrontos envolvendo países classificados, com destaque para a goleada por 5 a 0 da Argentina diante dos Emirados Árabes Unidos, também em Abu Dhabi.

No mesmo dia, a Alemanha venceu Omã por 1 a 0. A Croácia também superou a Arábia Saudita pelo mesmo placar, ambas as seleções estão no Mundial, nos grupos F e C, respectivamente.

A Polônia, no grupo C, ganhou do Chile por 1 a 0. A surpresa ficou para a derrota por 2 a 1 do México, outra equipe do grupo C, para a Suécia, ausência na Copa.

Confira a programação completa dos últimos amistosos antes do Mundial:

.

Continua após a publicidade

Encerrado
Gana 2 x 0 Suíça

10h40
Japão x Canadá – Sem transmissão

11h
Iraque x Costa Rica – Sem transmissão

13h
Jordânia x Espanha – ESPN e Star+

15h45
Portugal x Nigéria – TNT e Estádio TNT Sports

.

7h
Camarões x Panamá – Sem transmissão

12h
Bélgica x Egito – SporTV

12h30
Bahrein x Sérvia – Sem transmissão

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade



Source link

Fim de dupla invencibilidade da seleção feminina expõe erros e caos aéreo | Placar


SANTOS – A derrota da seleção brasileira feminina para o Canadá nesta sexta-feira, 11, na Vila Belmiro, findou uma dupla invencibilidade da equipe dirigida por Pia Sundhage e, principalmente, expôs problemas emergenciais para serem corrigidos a menos de um ano para a Copa do Mundo.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

O confronto foi o primeiro de dois duelos contra a seleção canadense. Na próxima terça-feira, 15, os países voltam a se enfrentar na Neo Química Arena, em São Paulo.

O resultado, por sua vez, representa a primeira derrota após dez partidas consecutivas sem perder, a última havia acontecido em 28 de junho, em amistoso contra a Suécia. No período, conquistou a Copa América com 100% de aproveitamento.

Além disso, o Brasil ostentava uma sequência de seis anos sem ser derrotado atuando no país. Curiosamente, desde a derrota para o mesmo Canadá na disputa pela medalha de bronze nos jogos do Rio. Foram 16 jogos após aquele tropeço, com 15 vitórias e um empate no período.

‘Debinhadependência?’

O novo revés para as canadenses foi regado por pouca eficiência ofensiva. O time concentrou em Debinha, autora do gol aos 32 minutos do primeiro tempo, quase todas as principais jogadas criadas.

Debinha marcou para o Brasil aos 34 do primeiro tempo -
Debinha marcou para o Brasil aos 34 do primeiro tempo – Thais Magalhães/CBF

Com Bia Zaneratto atuando em função mais aberta pelo lado esquerdo, e poucos espaços para Ludmila, sobrou para a camisa 9 quase toda a responsabilidade de quebrar as linhas defensivas do Canadá. Ela buscou tabelas, arrancadas e chegou ao décimo gol pelo país na temporada.

A nova 10

Sem Marta, surpreendeu a atuação de Kerolin, companheira de Debinha no North Carolina Courage. Com uma cavadinha, a meia-atacante encontrou boa assistência para o gol de Debinha e criou as principais jogadas criativas do áis. “A Pia me pediu para tentar criar, jogar solta e depois vermos o saldo disso”, disse a jogadora após a partida.

Continua após a publicidade

Kerolin deu boa assistência para gol de Debinha -
Kerolin deu boa assistência para gol de Debinha – Thais Magalhães/CBF

Caos aéreo

O principal ponto de alerta deixado na partida foram os dois gols das canadenses: ambos originados em jogadas aéreas. Primeiro com Zadorsky, de cabeça, e Leon, em chute de primeira após desvio de cabeça de Sinclair.

Jogadas pelo alto causaram dificuldades -
Jogadas pelo alto causaram dificuldades – Thais Magalhães/CBF

Por muitas vezes, a defesa formada por Lauren e Tainara também encontrou dificuldades para se encontrar no posicionamento. O Canadá viu nas chances pelo alto o mapa da mina para a vitória.

Laterais tímidas

Foi tímido o desempenho das laterais Fê Palermo e Tamires. Conhecidas pela ofensividade, a capitã do Corinthians relacionou os poucos avanços e colaboração com as atacantes ao posicionamento adversário com meio-campistas como alas.

“Acho que no tempo que estive em campo consegui neutralizar isso. Não consegui roubar as bolas, mas fizemos voltar para trás. O Canadá explora muito os lados de campo, saiu satisfeita com o que fiz defensivamente”, explicou.

Mudanças

Pia aproveitou o amistoso para promover cinco alterações, todas com o segundo tempo já em andamento: a zagueira Antônia no lugar de Tamires, a atacante Geyse na vaga da volante Ary Borges, a volante Duda pela atacante Kerolin, a meia Jaque Ribeiro no lugar de Bia Zaneratto e a meia Gabi Nunes para a saída de Ludmila. Ainda não há indícios de uma mudança definitiva para o próximo jogo.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade





Source link

Chelsea x Arsenal: onde assistir à Premier League neste domingo | Placar


Chelsea e Arsenal se enfrentam neste domingo, 6, às 9h (de Brasília), no Stamford Bridge, em duelo pela 15ª rodada da Premier League. O clássico de Londres será transmitido com exclusividade pelo serviço de streaming Star+.

Assine #PLACAR por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Na liderança isolada da competição, com 31 pontos, os Gunners tentam manter a boa fase para não serem ultrapassados na tabela de classificação. Até aqui, são 12 jogos, com dez vitórias, um empate e uma derrota, um aproveitamento de 86%.

Apesar do bom início, o time ainda é perseguido de perto pelo Manchester City, que tem dois pontos a menos, e encara em casa o Fulham, também no sábado, ao meio-dia (de Brasília).

O Chelsea, por sua vez, vem de vitória por 2 a 1 diante do Dínamo Zagreb no meio de semana, pela Liga dos Campeões, mas tropeçou na rodada anterior do Inglês ao ser derrotado pelo Brighton por 4 a 1.

Continua após a publicidade

Os Blues ocupam a sexta colocação, com 21 pontos, dez de distância para o rival e três atrás do Newcastle, quarto colocado e último classificado para a próxima edição da Champions.

Confira a programação completa e onde assistir os jogos pela competição neste domingo:

9h
Chelsea x Arsenal – Star+

11h
Aston Villa x Manchester United – ESPN e Star+
Southampton x Newcastle – Star+
West Ham x Crystal Palace – Star+

13h30
Tottenham x Liverpool – ESPN e Star+

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade



Source link

Ituano x Vasco: onde assistir à decisão da Série B neste domingo | Placar


Ituano e Vasco entram em campo neste domingo, 6, às 18h30 (de Brasília), no estádio Novelli Júnior, em Itu, em confronto pela 38ª rodada da Série B. A partida que decide a última vaga à elite do futebol nacional será transmitida pela Globo, em TV aberta, e pelo serviço de pay-per-view Premiere.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Na quarta colocação, com 59 pontos, o cruz-maltino precisa, pelo menos, de um empate para retornar para a Série A em 2023 sem depender de outros resultados e dos desdobramentos do julgamento do Sport.

Denunciado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) devido a invasão de seus torcedores em confronto diante da própria equipe carioca no último dia 16 de outubro, pela 35ª rodada, os pernambucanos podem sofrer com perda de pontos, em caso de pena mais extrema. A partida, na ocasião, terminou empatada por 1 a 1.

Mesmo se perder, o Vasco pode ainda conseguir o acesso, mas teria que torcer por uma combinação improvável de resultados: o Sport não golear por pelo menos cinco gols o Vila Nova-GO, em Goiânia, e uma derrota do Bahia para o CRB-AL por três ou mais gols de diferença. O cenário projetado é condicionado a uma derrota vascaína por um gol de diferença.

A partida terá casa cheia, com todos os 14.970 ingressos colocados à venda já esgotados, sendo quatro mil destinados à torcida do Vasco.

Confira a tabela completa da Série B do Campeonato Brasileiro

Para o confronto, o técnico Jorginho deve contar com o volante Andrey, que sofre com dores no tornozelo e realizou trabalhos específicos para se recuperar. Ele é o vice-artilheiro da equipe na Série B, com oito gols.

Em contrapartida, o Vasco não terá o lateral-esquerdo Edimar. A tendência é que Paulo Victor seja o escolhido para a função. Por opção técnica, Palácios deve dar lugar a Yuri no meio-campo. No ataque, Raniel e Luiz Henrique ficam à disposição.

Vasco tem sequência difícil -
Vasco terá quatro mil torcedores em Itu – Daniel Ramalho/Vasco
Continua após a publicidade

O Ituano, por sua vez, não contará com o atacante Vinícius devido a necessidade do pagamento de 1 milhão de reais, multa estipulada no contrato de empréstimo junto ao Vasco. O substituto na função deve ser Léo Ceará.

Na quinta colocação, com 57 pontos, o técnico Carlos Pimentel tem participação efetiva no bom desempenho da equipe. Em 21 jogos sob o seu comando, ele atingiu 12 vitórias, seis empates e só três derrotas.

A arbitragem da partida será de Wilton Pereira Sampaio, que estará na Copa do Mundo do Catar, auxiliado por Brunos Boschilia (PR) e Kléber Lúcio Gil (SC), que também irá ao mundial. Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN) comandará o VAR.

Confira a programação completa e onde assistir ao Brasileirão neste domingo:

Brasileiro Série A

16h
Coritiba x Flamengo – TV Globo e Premiere
Fortaleza x Atlético-GO – Premiere

18h30
Cuiabá x Palmeiras – TV Globo e Premiere

Brasileiro Série B

16h
Guarani x Chapecoense – Premiere

18h30
Ituano x Vasco – TV Globo e Premiere
Cruzeiro x CSA-AL – TV Globo, SporTV e Premiere
Operário-PR x Novorizontino – Premiere
CRB-AL x Bahia – TV Globo e Premiere
Vila Nova-GO x Sport – Premiere

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade



Source link

Site vaza chuteira dourada que será usada por Messi na Copa do Catar

Lionel Messi utilizará chuteiras douradas na Copa do Mundo do Catar, a última de sua carreira. Nesta sexta-feira, 4, o site especializado Footy Headlines vazou imagens do acessório confeccionado pela fornecedora alemã Adidas ao camisa 10 da Argentina para a disputa da competição. O item é predominantemente dourado, com detalhes em azul e preto.

Assine #PLACAR por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

A edição da chuteira tem o nome de “Messi 2022 World Cup Speedportal” e é inspirada no modelo utilizado pelo jogador em 2006, na Alemanha, no primeiro mundial em que atuou.

Na ocasião, com a camisa 19 as costas, o craque teve poucas oportunidades. No jogo da eliminação, diante dos anfitriões, nas quartas de final, permaneceu por todo o confronto no banco de reservas. Ele participou ao todo de três jogos, sendo apenas um deles como titular.

Modelo de 2006 (a esquerda) x modelo de 2022 (a direita) -
Modelo de 2006 (a esquerda) x modelo de 2022 (a direita) – Footy Headlines/Divulgação

As chuteiras estarão disponíveis pela marca para interessados a partir deste mês, mas em edição limitada.

A Argentina está no grupo C ao lado de Arábia Saudita, México e Polônia. A estreia acontece no próximo dia 22, diante da Arábia Saudita, às 7h (de Brasília), no estádio Lusail.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Veja Também: As últimas dúvidas da convocação de Tite para a Copa do Mundo – mnegreiros.com

Source link