Os candidatos à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL), atual presidente, realizam na noite deste domingo, 16, o primeiro confronto frente à frente do 2º turno das eleições. Lula e Bolsonaro participam do debate promovido pelo pool de emissoras (Band, Folha de S.Paulo, Uol, TV Cultura) na sede da TV Bandeirantes, em São Paulo.

Neste modelo de confronto, Lula e Bolsonaro podem caminhar pelo estúdio e ficam diante um do outro. No primeiro bloco, Lula e Bolsonaro trocaram acusações de “mentirosos”, especialmente no que diz respeito às ações de combate à pandemia.

“Mais uma mentira sua. Vocês são especialistas em pegar um vídeo e cortar qualquer coisa”, disse Bolsonaro. Lula rebateu: “Você sabe quem é o rei da fake news aqui, é o senhor”.

Os dois ainda responderam a uma pergunta dos jornalistas mediadores sobre como farão para manter o pagamento do Auxílio Brasil. Lula respondeu que o programa não está previsto no Orçamento da União. Bolsonaro, que prometeu a manutenção do auxílio, atrelou a manutenção do programa à aprovação da Reforma Tributária, em tramitação no Congresso.

“Faremos tudo dentro da responsabilidade fiscal, porque fazemos tudo dentro da responsabilidade.

Nordestinos: o foco do começo do confronto

Os dois candidatos passaram a primeira parte do debate focados em ações para a região Nordeste. Entre elas, ambos disputaram a paternidade da transposição do Rio São Francisco. Eles também trocaram acusações sobre a distribuição de respiradores na região durante a pandemia, e se colocaram como candidatos que mais fizeram ação para os moderados da região.

Desde o começo do segundo turno, Lula e Bolsonaro têm focado suas ações na região Nordeste. Na região, Bolsonaro enfrenta maior resistência do que Lula. 

 





Source link

Comente a matéria: