Time reclama de lance de pênalti consultado pelo árbitro de vídeo no primeiro jogo da decisão

ANDERSON LIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOcorinthians
Bráulio da Silva Machado foi o árbitro de Corinthians e Flamengo na Neo Química Arena

A primeira partida da final da Copa do Brasil, entre Corinthians e Flamengo, ainda rende. Nesta quinta-feira, 13, o Corinthians divulgou uma nota de repúdio contra a arbitragem do jogo que não sinalizou um possível pênalti no segundo tempo, em que a bola bateu na mão de Léo Pereira. O VAR revisou e afirmou que a bola bateu na barriga do defensor flamenguista. “Após a divulgação do áudio da análise da cabine do VAR em lance de pênalti a favor do Corinthians, confirmou-se uma sequência de falas e decisões sem qualquer conexão com o que foi visto nas imagens. Em nenhum momento a bola bate na barriga do defensor do Flamengo – ela bate apenas no braço. A orientação passada pela cabine do VAR foi completamente equivocada e impediu qualquer revisão”, descreveu o clube. “Diante de tamanha disparidade entre o que as imagens apresentaram e o que ocorreu na sequência, o Corinthians entendeu ser necessário defender seus direitos e cobrar providências da Comissão de Arbitragem (…) O documento reitera nosso inconformismo com a conduta da arbitragem e reforça nossa atuação e vigilância constantes, para que o resultado das finais seja definido dentro de campo. O clube não medirá esforços na defesa de seus legítimos interesses”, diz a nota. O duelo está empatado em 0 a 0 e tudo será resolvido na próxima quarta-feira, 19, no Maracanã.





Source link

Comente a matéria: