Considerado um dos carros mais populares do planeta, o Fusca nasceu nos anos 1930 na Alemanha

Por Gabriel Sérvio, editado por Nick Ellis 

O ano de 1959 começou com o pontapé inicial na produção de um dos carros mais queridos pelos brasileiros, o Fusca. No dia 20 de janeiro daquele ano, o icônico modelo da Volkswagen começou a ser fabricado oficialmente no Brasil. A data então é celebrada desde 1989 como o ‘Dia Nacional do Fusca’.

Considerado um dos veículos mais populares do planeta, o Fusca nasceu bem antes disso e em plena Alemanha nazista. Em 1934, o engenheiro automotivo austríaco Ferdinand Porsche começou a projetar um carro compacto com motor de dois cilindros refrigerado a ar encomendado por Adolf Hitler.

Vale destacar que também existe o Dia Mundial do Fusca, celebrado em 22 de junho, data que marcou o início do desenvolvimento do modelo, conhecido primeiro como Volkswagen Sedan.

Voltando ao Brasil, as primeiras unidades começaram a chegar por importação em 1950, antes da fabricação começar em 1950 na primeira fábrica da VW fora da Alemanha em São Bernardo do Campo (SP).

Fim da linha em 1986 e volta por cima em 1993

Cerca de 27 anos mais tarde, foi decretada a primeira despedida do Fusca, que passou por mudanças mecânicas, ganhou novos itens de série e alterações estéticas no meio do caminho.

A versão 1.600, a mais potente, foi lançada em 1974 com 65 cavalos e adaptada mais tarde em 1985 para rodar com álcool. Todas as variantes sempre mantiveram uma característica em comum: o câmbio manual de quatro velocidades.

O preço “camarada” e a fama de carro robusto foi suficiente para trazer o Fusca de volta de 1993 a 1996 depois de um pedido pessoal do então presidente da República, Itamar Franco, o que resultou no famoso “Fusca Itamar”. Com rivais mais modernos e menos demanda, o Fusca se despediu de vez em julho de 1996 com a Série Ouro.

Carro mais vendido do Brasil

No fim, o sucesso foi tão grande que o Fusca ficou com a coroa de carro mais vendido do Brasil por 24 anos consecutivos, respondendo sozinho por cerca de 30% da frota nacional no seu ápice. Em março de 1972, o lendário modelo da VW alcançou a marca de um milhão de exemplares vendidos. Até 1986, segundo os dados da montadora, esse número triplicou para 3,1 milhões.

Em 1998, a Volkswagen relançou o Fusca com uma cara mais moderna como New Beetle. O visual até lembra um pouco o original, no entanto, as semelhanças param por aí. A plataforma é de Golf e o motor, agora refrigerado a água, passou para a dianteira. O preço também subiu e deixou de ser um atrativo para a maioria dos brasileiros.

Em 2010, o New Beetle também deixou de ser vendido por aqui, voltando em 2012 novamente como Fusca e ainda mais exclusivo e esportivo, com motor 2.0 a gasolina de 200 cavalos.

Imagem principal: Volkswagen/Divulgação

Por: Olhar Digital

By Marcelo Negreiros

Jornalista militando na profissão desde 1985, trabalhando nas TVs Paraíba e Cabo Branco, afiliadas Rede Globo na Paraíba, durante 15 anos. Diplomado em 2001 pelas Faculdades Integradas de Patos.

Comente a matéria: