A diarreia na gravidez pode ter diversas explicações. Descubra quais são elas e o que fazer nesses casos.

Durante a gravidez, é comum que alguns sintomas adversos apareçam, como soluço, refluxos, frequência respiratória diferente, entre outros. Porém, nem todos eles são realmente normais. É importante estar atenta aos sinais que o corpo dá de que algo está errado.

É comum que muitas grávidas se perguntem se sintomas como a diarreia são comuns. Pensando nisso, trouxemos algumas respostas sobre o assunto. Confira!

Leia também: Infecção urinária na gravidez: confira sintomas, tratamento e prevenção

Afinal, diarreia na gravidez é normal?

Sim! Apesar de não ser uma situação agradável, a diarreia durante a gravidez é comum. A diarreia pode acompanhar a grávida durante os nove meses de gestação, porém, é mais frequente durante o primeiro e o terceiro trimestre. Nos últimos meses da gestação, também é comum que aconteçam mudanças no corpo que favorecem a diarreia, mas por conta da pressão que o bebê exerce no estômago.

Porém, ainda que não seja um sintoma grave, deve ser evitada. A alimentação, como vamos explicar melhor durante a matéria, é um fator essencial. Descubra agora como a alimentação pode influenciar na gravidez.

O que causa diarreia na gravidez?

Segundo estudos feitos por especialistas, as mudanças hormonais preparam o corpo da mulher para o período da gestação. Dessa forma, eles afetam o sistema gastrointestinal, podendo causar inchaço, enjoo, vômitos, prisão de ventre e outros problemas. Apesar de ser um incômodo para a gestante, a diarreia não apresenta riscos de saúde para a mãe e para o bebê.

Além disso, mudanças na alimentação também podem causar diarreia. É comum que, ao descobrir a gravidez, gestantes adotem uma dieta mais saudável ou – a fim de evitar o intestino preso – comecem a consumir uma quantidade maior de fibras. Essa transição frequentemente causa diarreia.

Saito Fam/iStock

Principalmente durante a gravidez, é importante ter uma alimentação balanceada pois o sobrepeso pode afetar tanto a mãe quanto o bebê. Entenda melhor sobre o assunto na nossa matéria sobre o ganho de peso durante a gestação.

É importante também ressaltar a importância do pré natal. A sua realização possui um papel fundamental na prevenção e detecção precoce de doenças e problemas silenciosos, tanto da mãe quanto do bebê.

Como prevenir a diarreia na gravidez?

É possível se prevenir contra este problema através de uma dieta equilibrada e regras de higiene básica. Não ingerir grandes quantidades de comida de uma vez só, comer em locais que respeitem as normas de higiene e lavar as frutas e verduras antes de consumi-las pode evitar episódios de diarreia. Além disso, principalmente ao comer na rua, se certificar de que os temperos da comida não sejam fortes e que a água esteja devidamente filtrada.

Também é importante ter atenção aos medicamentos que são usados durante a gestação e nos meses posteriores ao parto. Alguns tratamentos podem causar efeitos adversos e a diarreia está entre eles. Consulte um médico de confiança e o mantenha informado sobre seus episódios de diarreia. Dessa forma, será mais fácil identificar a causa.

A importância do pré-natal

Além de prevenção e diagnóstico precoce de doenças como doenças cardíacas, insuficiência renal, anemias, sífilis e outros, o pré-natal prepara e orienta a gestante para a maternidade. Com ele, a gestante adquire informações educativas sobre o parto e cuidados com o corpo, hábitos de higiene pré-natal, manutenção nutricional, uso incorreto de medicações, manifestações físicas próprias da gradivez, entre muitos outros.


E aí, curtiu essa matéria? Então siga a gente em nossos perfis no Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest para conferir muito mais!

Source link

Comente a matéria: