O mercado piorou as projeções dos principais indicadores econômicos para o país. O Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira, 21, elevou a previsão para o dólar, inflação e a taxa básica de juros, a Selic. A mudança ocorre pela primeira vez após ficar inalterada por 16 semanas.

As discussões sobre Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Gastança e de falas do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que questionou regras fiscais, mexeram com o cenário econômico brasileiro.

A previsão para o dólar subiu a R$ 5,25 no final deste ano (contra R$ 5,20 na semana anterior). Para 2023, a taxa de câmbio foi para R$ 5,24 (antes era R$ 5,20).

O Boletim Focus também mostra uma revisão para a inflação. A pesquisa que consulta agentes do mercado financeiro prevê que o indicador encerre 2022 em 5,88%, frente aos 5,82% observados anteriormente. Para o próximo ano, a previsão foi de 4,94% para 5,01%.

A projeção da taxa básica de juros da economia brasileira passou de 11,25% para 11,50% em 2013. Para este ano, o valor foi mantido em 13,75%.

O Focus também ajustou de 2,77% para 2,80% a previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2022. Para 2023, o valor foi mantido em 0,70%.

Source link

Comente a matéria: