Presidente dos EUA visitou a cidade de Irvine, local com grande população de origem iraniana

EFE/EPA/CAROLINE BREHMANjoe biden
Joe Biden visitou área de forme influência iraniana na Califórnia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, manifestou seu apoio nesta sexta-feira, 14, aos “cidadãos e mulheres do Irã” e declarou que está “impressionado” com a onda de protestos no país desencadeada pela morte da jovem Mahsa Amini após ser presa por quebrar o código de vestimenta. “O que despertou é algo que acho que não será capaz de permanecer em silêncio por muito, muito tempo”, afirmou o presidente antes de iniciar um discurso no sul da Califórnia, uma área que tem uma grande população de origem iraniana. Embora o evento, organizado em um centro educacional da cidade de Irvine, ao sul de Los Angeles, não tivesse relação com a onda de protestos, Biden aproveitou para expressar seu apoio após ler um banner na plateia com a mensagem “Liberdade ao Irã”. “O Irã precisa acabar com a violência contra seus próprios cidadãos, que estão simplesmente exercendo seus direitos fundamentais”, acrescentou. Os comentários de Biden, que está percorrendo a costa oeste dos EUA nos últimos dias em uma viagem focada em promover suas conquistas legislativas em saúde e infraestrutura, vieram horas depois que a vice-presidente Kamala Harris se encontrou com a atriz iraniana Nazanin Boniadi para expressar seu apoio “às mulheres corajosas e às meninas que estão liderando os protestos pacíficos no Irã”. De acordo com um comunicado da vice-presidência dos EUA, Harris enfatizou durante a reunião como “a coragem dessas manifestantes a inspirou, assim como inspirou o mundo”.

Ainda segundo esse comunicado, as duas discutiram como os EUA podem garantir que “essas vozes importantes sejam ouvidas, inclusive facilitando o acesso dos iranianos à internet e responsabilizando os líderes iranianos por sua brutalidade e abusos”. Nascida no Irã e criada em Londres, Boniadi, de 42 anos, expressou seu apoio aos protestos no Irã em suas redes sociais. A atriz participou em séries de televisão como “Homeland”, “O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder” e “How I Met Your Mother”. Também nesta sexta-feira, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, recebeu um grupo de ativistas iranianos na sede do Departamento de Estado para manifestar sua solidariedade às suas demandas. O Irã é palco de protestos desde a morte, em 16 de setembro, da jovem Mahsa Amini, depois de ter sido presa três dias antes pela Polícia da Moral por usar o véu de forma errada. As manifestações estão sendo duramente reprimidas pelas forças de segurança a ponto de, um mês depois de terem começado, começarem a surgir as primeiras vozes dentro do sistema questionando a Polícia da Moral ou a resposta do Estado às manifestações.

*Com informações da EFE





Source link

Comente a matéria: