O Tribunal de Justiça do Distrito Federal aceitou denúncia do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) contra três homens acusados de planejar e tentar executar a explosão de um artefato em um caminhão-tanque, nas proximidades do Aeroporto Internacional de Brasília, no final do ano passado.

O juiz Osvaldo Tovani, da 8ª Vara Criminal do Distrito Federal, afirmou que a denúncia do MP preenche os requisitos para abrir uma ação penal contra o trio. A decisão foi publicada na terça-feira 10, mas só se tornou pública depois do magistrado levantar o sigilo do processo na sexta-feira 13.

Os acusados são: George Washington de Oliveira Souza, Alan Diego dos Santos e Wellington Macedo de Souza.

George Souza foi preso depois da descoberta do artefato. Em audiência de custódia, ele confessou o plano, disse que gastou R$ 170 mil com armas para um possível atentado e acusou Alan Diego dos Santos de ser parceiro na ação.

Já Wellington Macedo de Souza teria colocado o artefato no caminhão com combustível. O trio vai responder pelo crime de explosão, quando se expõe “a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio, mediante explosão, arremesso ou simples colocação de engenho de dinamite ou de substância de efeitos análogos”. A pena é de 3 a 6 anos de prisão e multa.





Source link

Comente a matéria: