O terceiro trimestre deste ano não foi dos melhores para as empresas não financeiras listadas na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). O lucro das companhias de capital aberto (sem contar com bancos e empresas com rendimentos elevados) caiu quase 40% no período entre julho e setembro, na comparação com o mesmo trimestre de 2021. O lucro passou de R$ 54,1 bilhões (2021) para R$ 32,7 bilhões (no 3º trimestre).

O levantamento foi realizado pela plataforma de investimentos TradeMap. A análise considera valores no padrão contábil, sem ajustes extraordinários ou correção pela inflação.

No período, a receita das empresas atingiu R$ 847 bilhões, o que representa alta de 16,5% na comparação anual. No entanto, as companhias tiveram mais despesas. O custo de produtos vendidos subiu 217%.

Segundo a plataforma de investimentos, o maior custo de produção e o nível elevado de dívida contribuíram para a piora na rentabilidade das companhias.

Outro ponto é a maior alavancagem das empresas, que tiveram de captar mais dívidas e queimar parte do caixa, seja para fazer novos investimentos, seja para pagar parte de dívidas que já tinham ou mesmo para poder postergá-las.

O setor de energia elétrica, que engloba um total de 36 empresas, foi o que apresentou melhor desempenho, com lucro de R$ 9,6 bilhões, de julho a setembro deste ano.





Source link

Comente a matéria: