Presidente também anunciou vinda do chancelar alemão, Olaf Scholz, ao Brasil no final de janeiro, com quem também quer conversar sobre o mesmo tema

WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO – 13/12/2022Lula
Luiz Inácio Lula da Silva, presidente do Brasil

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), afirmou nesta quarta-feira, 18, que conversará com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sobre como lidar com a extrema-direita no Brasil, após os ataques contra as sedes dos Três Poderes, no Distrito Federal. Os atos violentos registrados tiveram grande semelhança com os ataques ao Capitólio americano de 6 de janeiro de 2021 por apoiadores do então presidente Donald Trump. “A democracia é a única possibilidade de construirmos uma nação forte. Por isso vou conversar com o Biden, para ver como ele está lidando” com a extrema-direita, escreveu Lula no Twitter. Biden convidou Lula para uma visita oficial à Casa Branca “no início de fevereiro”, após oferecer ao petista o apoio dos Estados Unidos, depois dos atos de vandalismos registrados em 8 de janeiro em Brasília. O presidente também anunciou que receberá em 30 de janeiro o chancelar alemão, Olaf Scholz, com quem conversará sobre os movimentos extremistas no país europeu. “Quero conversar com ele sobre o que está acontecendo na Alemanha, porque a extrema-direita é um movimento internacional”, afirmou.





Source link

Comente a matéria: