Polícia Civil suspeita que menina, de 10 anos, foi mantida viva junto ao cadáver do irmão

Divulgação/ PCPRPolícia Civil do Paraná prende serial killer suspeito de matar homens gays em Curitiba
Polícia Civil do Paraná disse que a mulher confessou o crime, no último sábado, 27, quando foi presa no apartamento em que moravam

Uma mãe, de 30 anos, foi presa por suspeita de matar dois filhos em Guarapuava, na região central do Paraná. As vítimas são uma menina, de 10 anos, e um menino, de 3 anos. A Polícia Civil suspeita que a menina foi mantida viva junto ao cadáver do irmão durante quatro dias. De acordo com a polícia, a mulher confessou o crime, no último sábado, 27, quando foi presa no apartamento em que moravam. Na delegacia, a suspeita preferiu permanecer em silêncio e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Até o momento, ela deve responder pelos crimes de duplo homicídio, ocultação de cadáver e fraude processual. Além disso, a polícia suspeita que o crime foi premeditado. Inclusive, a polícia disse que a suspeita escreveu cartas durante cerca de 15 dias no apartamento, dando justificativas para o crime.





Source link

Comente a matéria: