O navio Felicity Ace, que virou notícia após pegar fogo com mais de 3.900 carros de luxo, há pouco mais de duas semanas, afundou nesta terça-feira (1). O naufrágio assustou as equipes de resgate da Marinha de Portugal, responsável pelo reboque do navio.

Segundo relatos da marinha portuguesa, o navio estava em uma região que ultrapassa os 3 mil metros de profundidade e era rebocado com tranquilidade, até tombar e acabar afundando. Agora, as equipes acompanham problemas ligados à poluição da costa e utilizam barreiras de proteção contra algum tipo de problema mais grave como derramamento de óleo, por exemplo.


Publicidade


No Felicity Ace estavam carros da Audi, Bugatti, Porsche, Bentley, Lamborghini e veículos elétricos da Volkswagen. Mais de US$ 400 milhões estavam armazenados no navio que acabou incendiado após problemas na bateria de um dos carros transportados.

O acidente aconteceu no último dia 16, em uma região próxima às Ilhas dos Açores e nenhum dos 22 tripulantes acabou ferido. Acreditava-se que alguns carros pudessem ser resgatados sem danos, porém com o náufrago essa possibilidade não existe mais.


Com informações da Marinha Portuguesa

Comente a matéria: