Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” J0 10,10

Nos últimos dias, a cidade de Patos e região  tem vivenciado momentos de intranquilidade e de angústia . Eventos  de violência física e psicológica têm sido constantemente evidenciados  em várias áreas do nosso município e até onde alcança nossa Diocese.   

Esse contexto nos conclama à reflexão e nos pede que a oração seja intensificada , principalmente nesse período quaresmal.


Publicidade

A  notícia da tragédia ocorrida no último sábado dia 19 de março com a Família do Sargento Benedito, conhecido como Sargento Bené somada a outras tantas notícias de assassinatos nos pede  atitudes de solidariedade cristã , de caridade e de empatia diante dos atos que atentam à vida.

Nesse sentido , a Diocese de Patos traz a todos –  que estejam afetados pela dor do luto ,  pela dor da violência aos irmãos que tiveram a suas vidas ceifadas ou atingidas em sua dignidade – a sua palavra de Fé  e de Esperança, assegurando a todos nossa fervorosa oração, implorando  ao Deus   a força que faz suportar a dor e acreditar na vitória da vida plena.

Roguemos , pois, a Jesus Cristo, Príncipe da Paz,  que restaure os corações intranquilos e pedimos aos cristãos que intensifiquem a oração pela Paz, com gestos concretos de Fraternidade, reconciliação e amor ao próximo, depondo as armas da violência seja das mãos, seja dos corações.

Como discípulos de Cristo sofremos com os que sofrem, sempre movidos pela esperança que não decepciona (Rm 5,5).


Fraternalmente, em Cristo, na esperança da consolação.


 


Diocese de Patos, 21 de março de 2022

Comente a matéria: