Entre janeiro e abril de 2022, o Brasil ganhou pouco mais de 2 milhões de novos eleitores com 16 e 18 anos. O número entre os jovens representa um aumento de quase 50% em relação ao mesmo período em 2014. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o crescimento se deve às ações da Justiça Eleitoral, entre 14 e 18 de março deste ano, que promoveu a semana do jovem eleitor. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, 18, pela Câmara dos Deputados.

Em março, pouco mais de 500 mil jovens haviam tirado o título de eleitor. Já em abril, o número foi para quase um milhão que tinham solicitado o documento. Uma norma do TSE permitiu que adolescentes com 15 anos tirarem o título, desde que completassem 16 anos até o primeiro turno das eleições.

Foto: TSE

O Tribunal organizou um “tuitaço” em 16 de março. Conforme o Twitter, nessa data foram publicadas quase 7 mil publicações incentivando a retirada do título de eleitor. Quase 5 mil usuários publicaram sobre o assunto e compartilharam informações com outras pessoas.

Brasil tem mais de 155 milhões de eleitores

O TSE comunicou, em julho deste ano, que nas eleições de 2022 o Brasil terá pouco mais de 155 milhões de eleitores. Trata-se do maior número de eleitores cadastrados na história brasileira. As eleições de 2022 são para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais.

De acordo com a Justiça Eleitoral, desde as eleições de 2018, houve um aumento de pouco mais de 6% no eleitorado do Brasil. Na época, o número total era de cerca de 148 milhões de pessoas. Neste ano, o número dos cidadãos aptos a votar que moram no exterior passou de pouco mais de 500 mil para quase 700 mil. A informação corresponde a 0,45% do eleitorado total.

Os eleitores do Brasil estão distribuídos em pouco mais de 5,5 mil cidades brasileiras e pouco mais de 180 cidades fora do país. A votação vai acontecer em quase 500 mil seções eleitorais, que estão distribuídas em pouco mais de 2,5 mil zonas eleitorais.

Leia também: “O jovem não quer mais votar”, artigo do Silvio Navarro na Edição 101 da Revista Oeste





Source link

Comente a matéria: