O Fortaleza foi eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil, após empatar com o Fluminense por 2 a 2, na última quarta-feira, 17, no Maracanã. Entretanto, os gols marcados pelo time carioca causaram debates, em especial o pênalti que originou o primeiro. Marcelo Paz, presidente do Leão, fez duras críticas à arbitragem.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“Venho passar aqui minha indignação com a arbitragem nos dois jogos, no confronto contra o Fluminense na Copa do Brasil. Primeiro, o gol do Romero lá, que foi muito duvidoso o impedimento, o frame que sai a bola. Viemos para cá, fizemos 2 a 0 e inventam um pênalti de uma forma ridícula. Eu nunca vi um pênalti tão absurdo ser marcado pelo VAR, que para a imagem, olha com calma. A imprensa do Brasil todo está comentando, não é coisa de torcedor do Fortaleza ou presidente, é todo mundo que gosta de futebol e viu a vergonha que aconteceu no Maracanã”, desabafou o dirigente.

No primeiro lance duvidoso a discussão se deu em razão da checagem de vídeo ter indicado a Wilton Pereira Sampaio, árbitro de campo, que a falta em Matheus Martins foi dentro da área e, consequentemente, pênalti. O lance é controverso, pois depende do momento em que a arbitragem considerou haver o ponto de contato entre defensor e atacante. Já no segundo, a cabine traçou as linhas e constatou que Germán Cano estava em posição legal. As imagens causaram debate, que segue acalorado nas rede sociais.

Continua após a publicidade

Revoltado com a conduta da arbitragem, Marcelo Paz criticou a postura da comissão e relatou a irritação de membros do clube. “A Comissão de Arbitragem precisa rever isso, está acabando com o espetáculo do futebol brasileiro, dá uma desilusão no torcedor, nos jogadores que estão p… no vestiário, patrocinadores. Por erros inaceitáveis. O que justifica o cara dar um pênalti daquele? E ainda o segundo gol do Fluminense com um impedimento extremamente duvidoso.”

Após lembrar outros casos em que julga prejudiciais ao Fortaleza, Paz finalizou: “Eu fico com a frase de um torcedor que mandou mensagem: absurdo, mas previsível. É de se lamentar muito. A gente sai da competição de cabeça erguida, mas muito chateado com o nível da arbitragem.”

A CBF ainda não divulgou os áudios e imagens das checagens polêmicas. Entretanto, vídeos e imagens em ângulos distintos movimentam a internet.

Eliminado da Libertadores nas oitavas de final e da Copa do Brasil nas quartas, o Fortaleza foca as atenções no Campeonato Brasileiro. Ocupando a 15ª posição na tabela, o Leão briga para se distanciar da zona de rebaixamento.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade



Source link

Comente a matéria: