Guilherme Azevedo

Copa das lesões: os 11 jogadores que já se machucaram desde a estreia | Placar


A Copa do Mundo do Catar está apenas em seu quarto dia de disputa, mas já apresenta um dado preocupante para treinadores e seleções. Nas nove partidas concluídas até aqui, onze jogadores foram substituídos por lesão.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Em algumas delas, cenas chocantes como a do goleiro Alireza Beiranvand, do Irã, que sofreu uma concussão cerebral na partida contra a Inglaterra. Outro grave caso envolve o lateral-esquerdo Lucas Hernández, da França, que rompeu o ligamento anterior cruzado do joelho direito.

As razões ainda não foram explicadas por profissionais, mas questionamentos atribuem a estatística ao fato da disputa acontecer nos meses de novembro e dezembro, metade da temporada na Europa e em outros lugares do mundo.

Quem são os 11 lesionados da Copa?

Alireza Beiranvand (Irã)

Companheiros e rivais de Beiranvand demonstraram preocupação -
Companheiros e rivais de Beiranvand demonstraram preocupação – Fadel Senna/AFP

Pelo Irã, Alireza Beiranvand deixou o jogo contra a Inglaterra ainda no início de jogo após choque com o zagueiro Majid Hosseini, companheiro de equipe. Ele ainda tentou voltar para o jogo, mas acabou substituído na sequência por Hossein Hosseini. Ainda no estádio, a Fifa explicou que o jogador tinha suspeita de concussão cerebral. Beiranvand foi levado ao hospital e está em observação.

Harry Maguire (Inglaterra)

O placar já marcava 4 a 1 para a Inglaterra quando o zagueiro inglês Harry Maguire foi substituído após atendimento médico em campo. Houve suspeitas de uma lesão na cabeça, mas o treinador Gareth Southgate afirmou que o defensor só “não se sentia bem”.

Abdou Diallo (Senegal)

O lateral-esquerdo senegalês, que joga pelo Red Bull Leipzig, deixou o campo aos 17 minutos do segundo tempo na partida contra a Holanda. Segundo anúncio da federação, está bem e não deve ser desfalque.

Cheikhou Kouyaté (Senegal)

Pouco depois do companheiro deixar o campo, foi a vez do meio-campista Cheikhou Kouyaté também virar problema para o treinador Aliou Cissé. Em comunicado, os senegaleses afirmam que haverá mais avaliações sobre o estado físico do jogador.

Weston McKennie (EUA)

Meio-campista da Juventus, Weston McKennie deixou o campo com dores na parte da interna da coxa no empate por 1 a 1 contra País de Gales. O jogador já chegou à Copa após se recuperar de uma lesão.

Continua após a publicidade

Harry Wilson (País de Gales)

Já ao fim do jogo contra os Estados Unidos, o meio-campista galês Harry Wilson deixou o campo, substituído, por suspeita de lesão. A comissão galesa mantém observação sobre o estado do jogador.

Ethan Ampadu (País de Gales)

Volante galês de 22 anos, Ampadu foi outro que deixou o campo no empate contra os Estados Unidos. Assim como o caso de Wilson, ainda está sob supervisão da comissão.

Salman Al-Faraj (Arábia Saudita)

Considerado um dos destaques da seleção, o meio-campista Al-Faraj voltou de lesão pouco antes da Copa do Mundo. No entanto, o capitão saudita deixou o gramado ainda antes do intervalo.

Yasir Al-Shahrani (Arábia Saudita)

Al-Shahrani em choque com o goleiro -
Al-Shahrani em choque com o goleiro – Liu Lu/Getty Images

Já na reta final da vitória saudita sobre a Argentina, um lance assustou no estádio de Lusail. Em choque com o goleiro Al-Owais, o lateral Al-Shahrani desmaiou em campo e quebrou ossos da face. Passará por cirurgia e está fora da Copa.

Thomas Delaney (Dinamarca)

Meio-campista da forte geração dinamarquesa, Thomas Delaney não conseguiu completar o jogo contra a Tunísia. Com dores no joelho, foi substituído e fez tratamento com gelo já no banco de reservas.

Lucas Hernández (França)

Lucas Hernandez sofreu lesão em jogo contra a Austrália -
Lucas Hernandez sofreu lesão em jogo contra a Austrália – Marc Atkins/Getty Images

No lance do gol da Austrália, ainda no início do jogo, o lateral-esquerdo Lucas Hernández sofreu forte lesão e foi substituído. Exames constataram ruptura no ligamento do joelho, o que o deixa fora da Copa e do restante da temporada.

Noussar Mazraoui (Marrocos)

Um dos principais nomes da seleção marroquina, Mazraoui também precisou sair no empate sem gols contra a Croácia. O lateral do Bayern de Munique ainda passará por exames para constatar a gravidade da lesão.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade



Source link

Thiago Silva será o capitão da seleção brasileira na estreia da Copa | Placar

DOHA – É oficial: o experiente zagueiro Thiago Silva, do Chelsea, será o capitão da seleção brasileira na estreia da Copa do Mundo do Catar diante da Sérvia, na próxima quinta-feira, 24, em Lusail. A informação foi confirmada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) na tarde desta terça-feira, 22.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

A escolha do zagueiro foi oficializada após a realização de um treino fechado, em que o técnico Tite já esboçou o time titular para a primeira partida. Aos 38 anos, o jogador disputa o quarto Mundial da carreira e já foi o capitão do país em outras oportunidades.

Já como capitão, Thiago Silva participará de entrevista coletiva nesta quarta-feira, 23, véspera da estreia. Ao lado do defensor estará o treinador Tite, que ainda prefere manter mistério sobre a escalação diante dos sérvios.

Para a partida, Tite deve optar pela escalação do atacante Vinicius Júnior. A opção mais ofensiva faz com que Lucas Paquetá exerça função mais centralizada no meio-campo. Com isso, o volante Fred será reserva.

No último ano, em entrevista coletiva em Manaus pouco antes da partida contra o Uruguai, pelas Eliminatórias, o defensor desabafou sobre quando foi “tachado de chorão” para defender Neymar de críticas.

Ele lembrou das dificuldades que passou após a derrota por 7 a 1 para a Alemanha na Copa do Mundo de 2014 quando exercia a função de capitão da equipe. “Eu passei por momentos semelhantes aqui dentro, principalmente depois da Copa de 2014. Fui tachado como chorão, como fraco, como psicologicamente muito fraco. Coisa que vai te machucando e que você sabe que você não é”, desabafou na ocasião.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade

Source link

Ex-presidente argentino vê Alemanha favorita na Copa por ‘raça superior’ | Placar


Mauricio Macri, ex-presidente da Argentina, disse que a Alemanha é uma das favoritas a conquistar a Copa do Mundo de 2022, por ser de “raça superior”. O político, que presidiu o país entre 2015 e 2019 e também foi presidente do Boca Juniors entre 1995 e 2008, deu a declaração durante entrevista ao canal TN.

Assine #PLACAR por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Questionado pelo apresentador se a seleção argentina chegava ao Catar como favorita, Macri começou a falar sobre outras seleções. “Tem muita (possibilidade) e tem nenhuma. Tudo está muito competitivo. Entre os cinco candidatos que hoje podem ganhar, obviamente tem o Brasil, Portugal com jogadores muito bons, França também com jogadores muito bons, o último campeão, e a Alemanha, que nunca pode ser descartada porque é uma raça superior, sempre jogam até o final”.

A fala repercutiu de maneira negativa na imprensa local e internacional, pela associação a teses de supremacia racial do nazismo, que levou à morte de milhões de pessoas na Alemanha e em outros países da Europa durante a Segunda Guerra Mundial. O comentarista Miguel Wiñazki, da América TV, condenou a fala do ex-presidente e disse: “Existem coisas que não se falam, nem bêbado e nem dormindo”. No Brasil, grandes veículos publicaram a declaração do político.

Mauricio Macri foi presidente da Argentina durante 2015 e 2019 e não conseguiu se reeleger, derrotado pelo atual mandatário Alberto Fernández. Durante os seus anos como dirigente do Boca Juniors, a equipe conquistou três Libertadores e dois Mundiais de Clubes.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade





Source link

O que ainda está em jogo na última rodada do Campeonato Brasileiro | Placar


A última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022 começa a ser disputada neste sábado, 12 com o jogo isolado entre Flamengo e Avaí e acaba no domingo, 13, quando as nove outras partidas serão disputadas de maneira simultânea. Apesar de já ter campeão definido, o Palmeiras, grande parte das vagas da Libertadores preenchidas e três rebaixados, ainda há brigas na competição, que prometem agitar o final de semana.

Assine #PLACAR por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Menos importante, mas vale dinheiro

Renato Augusto e Gabigol na final da Copa do Brasil entre Flamengo e Corinthians -
Renato Augusto e Gabigol na final da Copa do Brasil entre Flamengo e Corinthians Buda Mendes/Getty Images

Ainda que a partida deste sábado seja uma das menos importantes da rodada, uma vitória sobre o Avaí pode representar mais 2,2 milhões nas contas do Flamengo, tendo em vista que o time carioca ainda tem a possibilidade de terminar em quarto. A posição renderia, ao todo, uma premiação de 38,2 milhões de reais. Mas, para isso, precisa bater o time catarinense e torcer por uma derrota do Corinthians contra o Atlético Mineiro.

O Fluminense, por sua vez, ainda sonha em ultrapassar o Inter e fisgar o segundo lugar (e a premiação de 42,7 milhões de reais). Para isso, o Tricolor precisa vencer o Red Bull Bragantino em Bragança e torcer para que o Colorado perca para o Palmeiras em Porto Alegre.

As cinco primeiras posições antes da última rodada do Brasileirão 2022
As cinco primeiras posições antes da última rodada do Brasileirão 2022 – PLACAR/Reprodução

Briga por G6 e G8

O título do Flamengo da Libertadores e da Copa do Brasil fez com que o Brasil tivesse direito a mais duas vagas na competição de clubes mais importante do continente. Desse modo, os 7º e 8º lugares do Brasileirão se classificam para a segunda fase do torneio, enquanto as vagas na fase de grupo ficam para os times que terminam entre 1º e 6º.

Vitor Silva/Botafogo
Tiquinho Soares, destaque do Botafogo na temporada – Vitor Silva/Botafogo/Divulgação

Confira a classificação atualizada do Brasileirão

Na última rodada do Brasileirão, há cinco times sonhando com a vaga direta e seis candidatos a ficar com a classificação para a segunda fase da Libertadores. Atual sexto colocado com 55 pontos, o Athletico Paranaense tem confronto direto contra o Botafogo no domingo. Na Arena da Baixada, o Furacão garante sua participação na próxima edição da competição com um empate, mas chega em má fase, totalizando derrota em cinco dos últimos 10 jogos e precisando vencer para não correr riscos de perder a vaga direta para de fase grupos. Do outro lado, o Glorioso, atual oitavo, corre risco de não jogar a Libertadores se não somar três pontos, porém pode sonhar em “pular” as chaves caso saia vitorioso do Paraná.

Os clubes que ainda brigam por vaga na Libertadores
Os clubes que ainda brigam por vaga na Libertadores – PLACAR/Reprodução

O Atlético Mineiro, que levantou a taça em 2021, chega à última rodada sem definição, mas na sétima posição, dependendo de um empate para ter a chance de conquistar a América em 2023. Com 55 pontos, o Galo viaja para enfrentar o Corinthians, em São Paulo, e, se vencer, fica próximo da fase de grupos da Libertadores. O Timão, entretanto, entra em campo para se despedir da torcida este ano e com objetivo de garantir maior premiação, tendo em vista que pode ser o 3º ou cair para 5º.

Sensações do futebol nacional nas últimas temporadas, o América Mineiro e o Fortaleza têm 52 pontos, na 9ª e 10ª colocações, respectivamente. Com ambas dependendo exclusivamente de uma vitória para sonhar, o Coelho joga em casa contra o desesperado Atlético Goianiense, enquanto o Leão desce ao litoral paulista para enfrentar o Santos, que não tem grandes pretensões no torneio.

Na 11ª posição, o São Paulo tem a menor chance de se classificar, porque tem 51 pontos, dois a menos que o Botafogo, oitavo. Para sonhar com o G8, o Tricolor precisa vencer o Goiás, em Goiânia, e contar com uma combinação de resultados favoráveis, que consiste em uma derrota do Botafogo e com América e Fortaleza marcando no máximo um ponto.

A luz no fim do túnel

Atlético-GO comemora gol de Jorginho contra o São Paulo pela semifinal da Copa Sul-Americana -
Atlético-GO comemora gol de Jorginho contra o São Paulo pela semifinal da Copa Sul-Americana – Conmebol/Divulgação

Enquanto Ceará, Avaí e Juventude já estão confirmados na Série B de 2023, o Atlético Goianiense vai a campo na última rodada sonhando em escapar. Para isso, no entanto, precisa vencer o América Mineiro, torcer pela derrota do Cuiabá (16º) contra o Coritiba e ainda tirar a diferença de saldo de seis gols.

Continua após a publicidade

O Dragão tem 35 pontos e um saldo de -18 gols, enquanto o Dourado tem 38 pontos e um saldo de -12. Tendo em vista que uma vitória do Atlético junto a uma derrota do Cuiabá iguala as equipes em pontuação e número de vitórias, a decisão fica para a diferença entre tentos a favor e contra. Assim, o time goianiense tem uma luz no fim do túnel pela manutenção na elite.

Os jogos da 38ª rodada do Brasileirão:

Sábado 12

16h
Flamengo x Avaí

Domingo 13

16h

Inter x Palmeiras

Athletico-PR x Botafogo

Corinthians x Atlético-MG

Ceará x Juventude

Santos x Fortaleza

América-MG x Atlético-GO

Cuiabá x Coritiba

Red Bull Bragantino x Fluminense

Goiás x São Paulo

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade



Source link

Lula diz que usará camisa da seleção na Copa: ‘Não é de partido político’ | Placar



O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que vestirá a camisa da seleção brasileira durante a Copa do Mundo do Catar, que começa daqui dez dias.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

“A Copa do Mundo começa daqui a pouco e a gente não tem que ter vergonha de vestir a camiseta verde e amarela. A camiseta não é de partido político, é do povo brasileiro. Vocês vão me ver usando a camiseta amarela, só que a minha terá o número 13”, publicou o petista em sua conta no Twitter. Sua fala faz alusão ao fato de o uniforme estar mais associado a movimentos da direita, incluindo aqueles que se manifestam contra o resultado das urnas.

A camisa do Brasil passou a ganhar novos contornos políticos a partir dos protestos de 2013 e, posteriormente, em 2016, quando parte da população foi às ruas para pedir o impeachment da ex-presidente Dilma Roussef (PT). Desde então, políticos e movimentos de direita passaram a se apropriar do uniforme e também da bandeira nacional, especialmente o presidente em exercício Jair Bolsonaro (PL), que estimulou seus eleitores a comparecerem aos locais de votação vestidos de “verde e amarelo”.

Continua após a publicidade

O modelo lançado pela Nike para o Mundial deste ano teve comercialização acima da média. Como mostrou o blog Entorta-Varal, nos dois primeiros dias de campanha, foram vendidos dez vezes mais camisas do que no mesmo período pré-Copa de 2018.

Apesar da fabricante americana não confirmar, estima-se que o clima político acirrado no Brasil tenha influenciado nas estatísticas. Os modelos azul, reserva, e preto, de goleiro, se esgotaram no mesmo dia de seu lançamento no site.

Lula foi eleito presidente do Brasil no dia 30 de outubro, com 50,90% dos votos válidos. Chefe do executivo federal entre 2003 e 2010, o petista reassume o cargo no dia 1º de janeiro de 2023.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade





Source link

Equador é mantido na Copa, mas perde pontos nas próximas Eliminatórias | Placar


O Equador vai começar as próximas Eliminatórias para a Copa do Mundo com três pontos a menos, em razão de fraude nos documentos do lateral Byron Castillo. A sanção foi imposta pelo CAS (Tribunal Arbitral do Esporte, em português) que reconheceu a elegibilidade do jogador ao obter o passaporte equatoriano.

Assine #PLACAR por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

O caso veio à tona quando a Federação Chilena pediu a revisão dos pontos do Equador nas últimas Eliminatórias, o que colocaria “La Roja” na Copa do Mundo de 2022, ao invés da seleção equatoriana. No entanto, a Fifa não deu sequência à denúncia e os participantes no Mundial foram mantidos.

A exatos 12 dias do início da Copa do Mundo, o CAS entendeu que Castillo é colombiano, não equatoriano, o que, segundo a decisão, evidencia uma fraude na documentação.

Desse modo, mesmo que o lateral seja elegível para atuar pelo Equador, a seleção precisará pagar a punição nas Eliminatórias para a Copa de 2026.

Eduardo Carlezzo, advogado contratado para defender o Chile no caso, pronunciou-se sobre a decisão: “Desde o momento em que assumi este caso, estávamos convencidos de que a FEF era culpada de um encobrimento deliberado da documentação pessoal de Byron Castillo. Hoje, o CAS reconheceu a falsificação, confirmou que ele nasceu na Colômbia e finalmente as sanções foram impostas contra o Equador. Estamos satisfeitos por ver alguma justiça, mas decepcionados com o nível de sanções, pois elas não enviam uma mensagem forte o suficiente para a comunidade do futebol.”

O Equador estreia na Copa do Mundo já no primeiro jogo da competição, dia 20 de novembro, contra o Catar. A seleção sul-americana divide o grupo também com Senegal e Holanda, em uma das duas chaves sem nenhum campeão mundial.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade



Source link

Daniel Alves pode se tornar o jogador mais velho do Brasil em Copas | Placar


Tite anunciou nesta segunda-feira, 7, a lista de 26 convocados para a disputa da Copa do Mundo de 2022. Entre os nomes, um dos que chama mais atenção é o lateral-direito Daniel Alves, do Pumas, que está muito próximo de bater um recorde que já dura 56 anos.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Se entrar em campo no Catar, o defensor de 39 anos se torna o mais velho a defender o Brasil em Mundiais, superando Djalma Santos, que atuou aos 37, em 1966.

“Um acréscimo na parte técnica e tática. A qualidade técnica e individual que o Dani Alves empresta neste quesito de criação é impressionante, para ser um organizador, um articulador. Não temos nele um jogador de 60, 70 metros de ida e volta. Esta é a função dele, fora outras virtudes”, justificou Tite.

Também lateral-direito, Djalma participou das Copas de 1954, 1958, 1962 e 1966, o que o faz bicampeão da competição. Ídolo de Palmeiras e Portuguesa, entrou em campo em um mundial pela última vez no dia 15 de julho de 1966, em derrota para a Hungria, por 3 a 1.

Continua após a publicidade

No jogo seguinte, foi reserva e não teve mais chances na edição disputada na Inglaterra, tendo em vista que a seleção brasileira foi eliminada de maneira precoce.

Daniel Alves era dúvida na convocação para a sua terceira – e última – Copa do Mundo (jogou anteriormente em 2010 2014). Com temporadas recentes de rendimento abaixo e muitas vezes como meio-campista, a escolha de Tite vem gerando repercussão nas redes sociais, dividindo opiniões.

Daniel Alves fez 12 jogos pelo Pumas -
Daniel Alves fez 12 jogos pelo Pumas – Pumas MX/Facebook

“O Daniel não veio na convocação de setembro (contra Gana e Tunísia) por problemas físicos diagnosticados. Pelos olhos da comissão, estava com baixos níveis de potência e força. Falamos disso com ele, se não me engano no dia 8, antes da Data Fifa de setembro, e disse abertamente que precisava melhorar seus níveis de força e potência. E ele disse: missão dada, será cumprida”, explicou o preparador físico Fábio Mahseredjian.

“Vimos os treinamentos dele no Barcelona e mostrou grande evolução. Agradecer a comissão técnica do Rafa Marquez no Barcelona B, que nos mostraram números que deram segurança neste aspecto físico, mostrando que o Dani Alves, que treina na equipe B do Barcelona desde 12 de outubro, é o mesmo que esteve conosco durante o ano de 2022 e nas Olimpíadas de 2021. No aspecto físico, se encontra apto. Esta é a nossa conclusão”, concluiu.

Também convocado, Thiago Silva, atualmente titular da seleção, também deve passar Djalma Santos. Aos 38 anos, o zagueiro do Chelsea vai para sua quarta Copa do Mundo, igualando Castilho, Nílton Santos, Pelé, Leão, Cafu e Ronaldo, além do ex-lateral-direito que esteve em todos os Mundiais de 1954 a 1966.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade



Source link

Nenê: o veterano que liderou o acesso vascaíno em possível despedida | Placar



ITU – O Vasco está de volta à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Após vencer a “final” contra o Ituano, por 1 a 0, em Itu, na 38ª rodada, o cruzmaltino terminou a competição em quarto lugar. Nenê, autor do gol ao converter uma cobrança de pênalti, é o principal destaque do elenco e conquistou o acesso em uma temporada que pode ser a última de sua carreira.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Aos 41 anos, o meia que se destacou pela primeira vez com a camisa do Paulista, de Jundiaí, passou a ser querido pela torcida do Vasco desde que desembarcou no Rio de Janeiro, em 2015, ao sair do Al-Gharafa, do Catar. Com a camisa vascaína foram 191 jogos e 60 gols marcados. Entre 2018 e 2021, ainda passou por São Paulo e Fluminense.

Retornou ao Vasco para a reta final da Série B de 2021, quando o time não conseguiu conquistar o acesso, e fez uma promessa à torcida. “É a segunda vez que venho ajudar e sinto que falhei. Mas Deus sabe de todas as coisas. Não vou baixar a cabeça. Sei que dei tudo de mim e vou continuar dando até o último segundo. Vou ficar até o Vasco subir, igual da primeira vez”, disse.

A fala também abre precedentes para o jogo deste domingo ter sido o último com a camisa do Vasco, tendo em vista que seu contrato com o clube se encerra no fim deste ano. Ao fim do jogo, com o retorno à elite, o veterano não conteve as lágrimas, o que contrastou com a calma dentro de campo, que regeu a vitória do cruzmaltino. Em entrevista à Globo ainda dentro de campo, Nenê, emocionado, desabafou: “Eu não tenho palavras. Eu falei que não ia sair daqui até ajudar o Vasco subir.”

Nenê terminou o Campeonato Brasileiro da Série B com 33 jogos. O meia marcou sete gols e deu sete assistências. Segundo o site Sofascore, ainda criou 10 grandes chances de gol e terminou com média de 2,4 passes para finalização por jogo.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade



Source link

Justiça brasileira nega pedido de extradição de Robinho à Itália

A justiça brasileira negou nesta quinta-feira, 3, o pedido de extradição do ex-atacante Robinho para a Itália. A informação é da agência de notícias Ansa. De acordo com a reportagem, a recusa se baseia no artigo 5º da Constituição Federal de 1988, que proíbe a extradição de brasileiros natos a outras nações.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Contudo, ele ainda poderá cumprir pena no país. O ex-atacante foi condenado em 19 de janeiro pela 3ª Seção Penal da Corte de Cassação de Roma, equivalente a terceira e última instância, a nove anos de prisão por violência sexual em grupo.

O poder judiciário italiano entrou com o pedido em outubro. A resposta do Brasil já era esperada pelo advogado da vítima, porém a Itália deve formalizar nova solicitação, agora para que o ex-jogador cumpra a pena em território brasileiro. Se deixar o país, o condenado também pode ser detido.

Além de Robinho, a mesma sentença foi imposta para o seu amigo, Ricardo Falco. O caso é de violência sexual em grupo contra uma jovem albanesa, ocorrido em 22 de janeiro de 2013, na casa noturna Sio Café, quando o brasileiro era jogador do Milan. O veredicto foi dado por um colegiado de cinco juízes – uma mulher e quatro homens.

Na ocasião a defesa de Robinho apresentou um recurso de 65 páginas, com dezenove anexos e quatro consultorias técnicas para desmontar a sentença inicial condenatória.

Continua após a publicidade

A justiça italiana apontou que a vítima, que não teve seu nome revelado, estava em condições de inferioridade psíquica e física.  Durante os julgamentos, a defesa de Robinho chegou a contestar traduções feitas nas interceptações telefônicas e apresentou uma espécie de dossiê com diversos anexos do histórico pessoal da vítima, contendo principalmente fotos.

Robinho foi condenado pela 3ª Seção Penal da Corte de Cassação de Roma -
Ex-atacante já foi visto recentemente em praias no litoral paulista – Ivan Storti/Santos FC/Divulgação

No conteúdo, em diálogo com Ricardo Falco, o jogador indicou que os envolvidos tinham consciência da condição de embriaguez da vítima. Ao ser interrogado, em abril de 2014, Robinho negou a acusação admitindo apenas ter tido relação via sexo oral com a vítima.

Robinho chegou a ser anunciado pelo Santos em outubro de 2020, naquela que seria sua quarta passagem pelo clube. A repercussão ruim sobre o processo fez com o Santos repensasse a contratação.

No Brasil, o ex-jogador costuma frequentar praias de Santos e Guarujá e aparece ao lado de ex-companheiros do esporte. Ainda assim, busca ficar afastado dos holofotes e, para isso, abandonou as redes sociais.

A exceção aconteceu no último fim de semana, quando voltou a publicar para declarar apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), derrotado na disputa do segundo turno no último dia 30 de outubro contra o Luis Inácio Lula da Silva (PT).

Na última quarta-feira, 2, o ex-jogador foi apontado como um dos manifestantes presentes em um ato político pedindo “intervenção federal” contra a eleição democrática Lula. Ele estaria disfarçado, utilizando uma máscara e um gorro.

Leia Também: Condenado por estupro, Robinho quebra silêncio para apoiar Bolsonaro | Placar – mnegreiros.com

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade

Source link

São Paulo e Atlético-MG empatam pelo Brasileirão | Placar



São Paulo e Atlético Mineiro empataram, em 2 a 2, nesta terça-feira, 1º, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado manteve o Tricolor na oitava colocação parcial da tabela, enquanto o Galo passa a noite em sexto colocado, o que ainda deixa em aberto a disputa por vaga na Libertadores de 2023. O time paulista contou com dois gols de Jonathan Calleri, enquanto o mineiro com dois de Eduardo Vargas.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Após um dia de chuvas na capital paulista, o Morumbi recebeu um importante duelo para as pretensões das equipes. Dominante com a bola, o Tricolor chegou a se aproximar de abrir o placar, mas caiu de rendimento depois da pressão inicial. Assim, após um chute atleticano bater no braço de Pablo Maia, o Galo converteu o pênalti, aos 25 minutos, com Eduardo Vargas.

Aproveitando-se do fator casa, o São Paulo superou o momento positivo atleticano e empatou aos 40 minutos do primeiro tempo. Depois de bola que sobrou na área, Jonathan Calleri finalizou de primeira, deixando tudo igual. O jogo, quente entre os atletas, também contou com chegadas ofensivas perigosas na reta final.

Antes das equipes irem para o vestiário, o São Paulo fez valer o desempenho superior e tomou a frente do marcador. Depois de Calleri chutar e Everson defender, o argentino completou no rebote, em seu 18º gol no Campeonato Brasileiro.

O Tricolor voltou com linhas baixas para o segundo tempo, o que fez o Atlético Mineiro ter mais bola. Mesmo acumulando a posse, o Galo não conseguiu criar mais perigo ao gol do São Paulo, o que fez o ritmo do jogo cair até a reta final. Assim, aos 36 minutos da última etapa, o time mineiro empatou, após Mariano cruzar e Vargas completar.

O Atlético Mineiro é o sexto colocado, com 52 pontos, enquanto o São Paulo é oitavo, com 51, fechando o G-8. O Galo recebe o Botafogo, na próxima segunda-feira, 7, enquanto o Tricolor viaja para enfrentar o Fluminense, no sábado, 5.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade



Source link