O amistoso entre Paris Saint-Germain e um combinado de jogadores de Al Nassr e Al Hilal (saiba onde assistir) movimenta esta quinta-feira, 19, por conta do badalado reencontro – e a possível ‘última dança’ – entre Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Será a 37ª vez que os detentores de 12 Bolas de Ouro (sete de Messi e cinco de CR7) estarão frente a frente. PLACAR mostra os números do confronto.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

O retrospecto é amplamente favorável ao argentino, tanto em confrontos diretos como em números individuais.

Em 36 jogos disputados, Messi venceu 16, enquanto Ronaldo saiu vitorioso em 11. Outros nove duelos terminaram empatados. As partidas envolveram Manchester United x Barcelona, Real Madrid x Barcelona, Juventus x Barcelona e Portugal x Argentina.

Individualmente, o atleta do PSG também leva vantagem. Nas partidas que se enfrentaram, Messi fez 22 gols e fica a frente por pouco, já que Cristiano Ronaldo balançou as redes 21 vezes. Nos últimos cinco duelos entre os craques, o argentino marcou cinco gols.

Continua após a publicidade

Em número de passes diretos para gols, Messi também é superior: 12 assistências contra apenas uma do rival.

O primeiro encontro aconteceu em 23 abril de 2008, pela primeira partida da semifinal da Liga dos Campeões da temporada 2007/08. Na ocasião, CR7 ainda fazia sua primeira passagem pelo Manchester United e Messi sequer usava o número 10 no Barça.

O jogo terminou empatado sem gols. Na segunda partida, o time inglês levou a melhor e chegou a final após vencer por 1 a 0.

O último deles aconteceu em 8 de dezembro de 2020, com a vitória da Juventus por 3 a 0 diante do Barcelona em pleno Camp Nou, em confronto pela última rodada da fase de grupos da Champions. CR7 marcou dois, ambos de pênalti.

Messi e CR7 no último encontro, há pouco mais de dois anos -
Messi e CR7 no último encontro, no Camp Nou – Josep Lago/AFP

Rivais em disputas individuais por premiações protagonizaram os melhores encontros nos tempos em que vestiram as camisas de Barcelona e Real Madrid, a partir de 2009, ano em que Cristiano Ronaldo se transferiu para  os merengues.

Continua após a publicidade



Source link

Comente a matéria: