John Lennon, Paul McCartney, George Harrison, Ringo Starr e Taylor Swift! Talvez estes sejam os maiores fenômenos da história da indústria musical! Inclusive, para o cantor, pianista e compositor norte-americano, Billy Joel, Taylor conquistou um impacto global suficiente para ser comparada até mesmo ao sucesso atingido pelos Beatles.

Imagem de conteúdo da notícia "Taylor Swift é comparada aos Beatles, por Billy Joel" #1

Toque para aumentar

Com o sucesso da The Eras Tour, a cantora atingiu o auge da sua carreira, lotando estádios, batendo recordes e causando ondas de histeria coletiva comparáveis até mesmo à Beatlemania. Mas você sabe o que foi este fenômeno?

Bom, na década de 60, os Beatles pararam ruas e avenidas, com multidões carregando cartazes, chorando e gritando de excitação ao vê-los. E assim surgiu a Beatlemania! Um termo criado para identificar a frenesi que acompanhava a popularidade astronômica atingida pelo maior grupo musical já formado.

Imagem de conteúdo da notícia "Taylor Swift é comparada aos Beatles, por Billy Joel" #2

Toque para aumentar

As apresentações da banda pararam o mundo pela primeira vez e causaram um marco histórico na indústria do entretenimento mundial. Este fanatismo exacerbado, por sua vez, foi resgatado posteriormente por Michael Jackson e, agora, ressuscitado, por completo, por Taylor Swift.

O sucesso da super estrela nascida em 1989 tornou-se um fenômeno ímpar! Com a The Eras Tour, o nível de reconhecimento e histeria coletiva causada pela cantora ao redor do mundo a consolidaram como uma das maiores artistas de todos os tempos.

Além disso, com o seu impacto econômico, número de fãs e sucesso musical, Swift construiu uma carreira digna de comparações com a maior banda de todos os tempos.

Foto:  EMMA MALINAK

Toque para aumentar

A Taylormania, como foi nomeado o episódio pela revista Rolling Stone, tomou magnitudes inéditas para o século 21 e fez a voz de “Anti-Hero” ser homenageada por diversas lendas da indústria fonográfica, como Paul McCartney, Stevie Nicks, Dolly Parton, Billy Joel e Shania Twain.

Em 2021, Billy Joel, por exemplo, ícone dos anos 70, elogiou os dotes musicais da cantora e a identificou como “os Beatles dessa geração”.

Taylor Swift é produtiva e continua surgindo com ótimos conceitos e músicas. Ela é enorme, merece as notas mais altas. Ela conhece música e sabe compor. Ela é como os Beatles dessa geração.”

Taylor Swift com Billy Joel e sua família/ via Twitter

Em 2023, ao assistir a um show da cantora ao vivo, em Tampa, Flórida, a voz de “Viena” voltou a enfatizá-la como um fenômeno comparável aos garotos de Liverpool.

“A única coisa com a qual posso compará-lo é o fenômeno da Beatlemania.”

Veja também:

JENNIFER LOPEZ ANUNCIA NOVO ÁLBUM

BARRY WHITE: A PAIXÃO ILIMITADA DO MESTRE DA CHAMPAIGN SOUL



Source link

Comente a matéria:

error

Quer receber notícias no momento da postagem? Se inscreva