O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu a Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 184 inserções de 30 segundos em horários de televisão anteriormente destinados a Jair Bolsonaro (PL), nas eleições de 2022na propaganda eleitoral. A medida ocorreu em razão de decisões tomadas pela Corte na quarta-feira 19. Os dois políticos disputam a Presidência da República.

Ao todo, são três sentenças. Uma proferida pelo plenário do tribunal, e duas pelo ministro Paulo de Tarso Sanseverino. Em apenas uma delas, o magistrado favorece o atual presidente da República, concedendo a ele 14 inserções. As outras, somam 184 espaços extras ao petista na propaganda. Desse modo, o saldo é de 170 a mais para Lula.

Inicialmente, cada um dos candidatos teria 25 inserções diárias de 30 segundos na televisão. Ou seja: 225 até o fim do segundo turno, contando com esta quinta-feira, 20.

De acordo com o Poder360, as decisões do TSE fazem com que Lula passe para 340 e Bolsonaro para 55 inserções de 30 segundos. Desse modo, o petista terá sete vezes mais espaços desse tipo.

Contudo, em razão das medidas do TSE, a partir de amanhã, Lula terá uma média diária 12 vezes maior de informes que a de Bolsonaro. Em dois dias, 25 e 28 de outubro, a quantidade concedida a favor do petista é de quase 16 vezes maior.

Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, comemorou a vantagem. “Acabamos de derrubar 184 inserções de 30 segundos para TV dos programas de Bolsonaro”, escreveu no Twitter.





Source link

Comente a matéria: