O PDT acionou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) neste sábado, 27, em virtude da presença do presidente Jair Bolsonaro em um evento em Barretos (SP). No local, o chefe do Executivo participou da 65ª Festa do Peão de Boiadeiro. À Corte, a sigla argumentou que Bolsonaro fez um “showmício”.

 

“Como se vê, é perceptível que houve desvirtuamento da participação do senhor Jair Messias Bolsonaro, que transformou o evento em um comício eleitoral estruturado nos moldes de ato assemelhado a showmício, notadamente porque houve utilização de animador com a finalidade de animar o público e promover sua candidatura”, sustentou a legenda, no processo.

Além de proibir que o presidente participe de eventos semelhantes, o PDT pede que Bolsonaro seja multado e que o YouTube tire do ar três vídeos que mostram a participação do chefe do Executivo na festa em Barretos.

“Propomos que Bolsonaro se abstenha de participar de eventos deste porte e natureza, especificamente para que não desvirtue sua participação para transformar atos festivos em comício eleitoral em tons de showmício ou eventos assemelhados, sob pena de imputação em crime de desobediência e multa a ser arbitrada por Vossa Excelência, dobrando-se
a cada reincidência”, argumentou o PDT.

Leia também: “Não existe Estado de Direito no Brasil”, artigo de Rodrigo Constantino publicado na Edição 127 da Revista Oeste

 

 





Source link

Comente a matéria: