Segundo o Ministério do Interior, torcedores tentaram entrar no estádio sem ingresso para acompanhar a final entre Iraque e Omã

AHMAD AL-RUBAYE / AFPTumulto em jogo no Iraque Torcedor sendo atendido após ficar ferido em confusão durante partida de futebol no Iraque

Um tumulto fora do Estádio Internacional de Basra, no Iraque, deixou uma pessoa morte e dezenas de feridas nesta quinta-feira, 19. O local está recebendo a final da Copa do Golfo entre Iraque e Omã. A informação foi dada pela agência de notícias AFP através de fontes médicas e seguranças locais. A situação se normalizou após horas de confusão, segundo informações do Ministério do Interior. Saad Maan, porta-voz do órgão, confirmou que um grande número de torcedores sem ingresso tentaram entrar no estádio. O local tem capacidade de receber até 65 mil espectadores. Um fotógrafo da AFP relatou que os portões estavam fechados no momento da confusão e escutou sirenes de ambulâncias chegando para socorrer os feridos. Os torcedores estavam aglomerados em frente ao estádio desde a madrugada. Segundo o porta-voz do Ministério do Interior, a calmaria voltou a tomar conta ao redor do estádio graças à dispersão dos torcedores. O Exército iraquiano chegou a pedir para o público respeitar as orientações com o objetivo de encerrar “o campeonato de forma civilizada e que honre o Iraque”. O primeiro- ministro Mohamed Chia al-Soudani chegou a visitar o palco da final, segundo um comunicado do seu gabinete. Ele teria presidido “uma reunião de emergência na presença de alguns ministros e do governador de Basra”, organizada “para discutir medidas especiais para a final da 25ª Copa do Golfo”. Abalado por quatro décadas de conflito, o país viu na Copa do Golfo uma oportunidade de mudar sua imagem depois de anos sem poder organizar partidas internacionais. É a primeira desde 1979 que o torneio é sediado no Iraque. A competição ocorre a cada dois anos e é disputada por Iraque, Kuwait, Omã, Arábia Saudita, Bahrein, Catar, Iêmen e Emirados Árabes Unidos. Na abertura da competição, milhares de torcedores (alguns com ingressos), e jornalistas credenciados foram impedidos de entrar no evento. O motivo não foi informado.

Source link

Comente a matéria: