O turismo de negócios ganhou novo impulso no Brasil. No segundo semestre deste ano, o setor faturou quase R$ 5 bilhões no período, mais que o triplo do resultado registrado em igual intervalo em 2021. Os dados são da Associação Brasileira das Agências de Viagens Corporativas (Abracorp).

O destaque ficou para o segmento de serviços aéreos, que movimentou R$ 3 bilhões. Mas as outras áreas do turismo de negócios também cresceram em faturamento. A hotelaria nacional teve um salto próximo de 32%. A receita saiu de R$ 542 milhões para R$ 712 milhões. A locação de veículos também apesentou um incremento no período, somando R$ 20 milhões extras.

A Abracorp também disponibilizou os resultados do mês de julho. O faturamento do turismo de negócio no mês passado ficou próximo de R$ 1 bilhão. Esse valor é quase 2% maior que a receita no mesmo mês em 2019, antes da pandemia por covid-19. Mais uma vez, a liderança ficou com o setor aéreo, com a quantia de 644 milhões — cerca de 3% mais, em comparação a igual intervalo de 2019.

Além do turismo de negócios

Como um todo, incluindo outros tipos de viagens como as de lazer, o setor de turismo faturou R$ 100 bilhões no primeiro semestre de 2022. A quantia é 33% maior que o resultado no mesmo mês em 2021. O dado é da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo.

 





Source link

Comente a matéria: