Na manhã desta sexta-feira, dia 21, várias viaturas da Polícia Militar foram colocadas em fila no largo Dom Gerardo, que fica ao lado da Catedral de Nossa Senhora Daguia, no centro de Patos, após o governador da Paraíba, João Azevêdo, afirmar ao prefeito Nabor que reforçaria a segurança na cidade, tendo em vista os alarmantes números de assaltos a comerciantes.

Apesar do grande número de viaturas que foram expostas à sociedade, áudios nas redes sociais informam que as viaturas foram trazidas de cidades da região metropolitana de Patos para gerar volume na exposição, mas lamentam que o problema de fato não tenha sido resolvido ainda.

Publicidade 

A reportagem do Patosonline.com ouviu alguns policiais militares na manhã desta sexta (21). Segundo os oficiais, a situação não foi normalizada na cidade. Disseram ainda que algumas viaturas vieram de fato de outras cidades, outras foram tiradas do setor burocrático e que as pessoas que trabalhavam internamente estão agora indo para as ruas.

“Ele fez uma boa ação [ironia]. Vai levar as viaturas e os policiais para Patos e vai deixar as cidades pequenas sem policiamento, sem segurança. Os prefeitos vão ficar bons com ele. Ele está descobrindo um santo para cobrir outro. Não vai valer nada, porque as cidades pequenas têm problemas do mesmo jeito, e os moradores de lá também exigem segurança. Aí é que a sociedade vai ficar com raiva desse governador”, afirmou um policial.

Em outro áudio que circula nas redes sociais, a informação é voltada para os cidadãos das cidades pequenas, alertando para o risco da medida adotada pelo governador, uma vez que eles afirmam que as viaturas foram tiradas de seus respectivos destacamentos para tentar sanar a crise de Segurança Pública em Patos.

Nós do blogdonegreiros1.com, desejamos que o problema seja resolvido, sem prejuízo para as cidades vizinhas e questionamos: quem vai pagar pelos prejuízos causados aos assaltos acontecidos?. Porque o Estado não mostrou eficiência desde o primeiro acontecimento? E ainda irão discutir, de quem é o mérito? Já que na noite desta quinta-feira, 20, políticos utilizaram suas redes sociais para informar a cobrança ao Governador? O remédio mais uma vez, chega tarde demais, mas torçamos para que o paciente reaja o mais breve possível.

Patosonline.com com blogdonegreiros1.com 

Comente a matéria: