Durante coletiva de imprensa neste domingo, 2, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) disse que vai se pronunciar no momento certo para anunciar seu apoio ao candidato que vai disputar o segundo turno. Simone, que disputava à Presidência da República e ficou em terceiro lugar, com 4% dos votos, destacou que esse não era o momento de se omitir.

“Foi muito difícil chegar onde chegamos”, explicou a senadora. “Há muito o que se refletir, mas jamais nos omitir. Como política partidária, respeito o processo eleitoral que não terminou agora. Só não esperem de mim, que tenho uma trajetória política extensa, a omissão. A minha decisão já está tomada e vou anunciá-la no momento certo.”

A senadora ainda destacou a relevância que sua chapa teve neste pleito. “As vozes das mulheres não serão mais ecos, os homens terão de ouvir as nossas vozes”, explicou. “Queríamos uma chapa inclusiva. Somos as candidatas que tiveram mais votos na história do MDB.

Simone Tebet fez um pronunciamento no comitê de campanha do MDB em São Paulo. Ela ainda cobrou que os presidentes do MDB, PSDB, Podemos e Cidadania manifestem que posição adotarão no segundo turno.

Segundo turno entre Lula (PT) e Bolsonaro (PL)

O segundo turno, em 30 de outubro deste ano, será entre o presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) e Lula (PT). O chefe do Executivo ficou com 43,29% dos votos e o petista 48,33%. Segundo a legislação eleitoral, para ser eleito um candidato precisa da maioria absoluta de votos (mais da metade). Caso nenhum presidenciável consiga esse número, então a eleição prevê um segundo turno entre os dois mais bem votados.

Source link

Comente a matéria: