O presidente da China, Xi Jinping, terá um terceiro mandato como secretário-geral do Partido Comunista Chinês e deve ocupar o cargo pelos próximos cinco anos. O anúncio foi feito neste domingo, 23, pelo próprio presidente, no encerramento do 20º Congresso do Partido Comunista. 

“Na estrada à frente, não importa ventos fortes, águas agitadas ou até tempestades perigosas, as pessoas sempre serão nosso apoio mais sólido e nossa maior confiança”, disse Xi Jinping, em seu primeiro discurso oficial. “O mundo hoje enfrenta desafios sem precedentes”.

Ainda neste domingo, o líder chinês apresentou a nova cúpula do Partido Comunista — dos sete integrantes do Comitê Permanente (órgão decisório mais poderoso da China) — quatro deles são nomes novos, mas com longa trajetória no partido.

Xi Jinping não deu nenhuma pista de que pretenda deixar o cargo mesmo ao final de mais um mandato.

Em 2018, Xi conseguiu alterar a legislação do país e mudar a regra de mais de 40 anos que permitia apenas uma recondução de cada presidente para a recondução ilimitada. Além de presidente do país, é o secretário nacional do PCC e chefe das Forças Armadas, o Exército Popular Chinês.

Ex-presidente chinês é retirado de Congresso do PCC

No sábado 22, o ex-presidente da China Hu Jintao foi retirado da cerimônia de encerramento do Congresso do Partido Comunista, sem maiores explicações por parte do governo chinês.

O político estava sentado à esquerda do atual líder Xi Jinping, de quem é antecessor imediato, no palco do auditório principal do Grande Salão do Povo em Pequim.

Source link

Comente a matéria: