Em artigo publicado na Edição 127 da Revista Oeste, Rodrigo Constantino comentou sobre os desdobramentos da investigação contra oito empresários participantes de um grupo de mensagens, determinado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O colunista diz que o momento pede união de forças discordantes do cenário politico, em nome do bom senso diante de abusos vindos do Poder Judiciário, em interpretações inexistentes na lei.

Leia um trecho

“Não existe crime de opinião previsto em nossa Constituição. O cidadão pode ter sua preferência subjetiva até mesmo por um regime opressor, e basta lembrar que existe até hoje um partido estabelecido que prega oficialmente o comunismo. Jornalistas que sabem disso tudo e mesmo assim alegam que o STF ‘pode saber de algo mais’, para não condenar com veemência a agressão sofrida por esses empresários, não passam de militantes cúmplices do autoritarismo.

É hora de união. O ministro Alexandre de Moraes passou de todos os limites aceitáveis, e não é prudente achar que os alvos ficarão circunscritos ao ‘bolsonarismo’. A esquerda moderada precisa levantar sua voz contra esse abuso, pois amanhã qualquer um pode ser vítima de abuso. É preciso defender princípios, valores, o império das leis, deixando de lado o ódio que porventura sintam por Bolsonaro. É algo muito maior que está em jogo aqui.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 127 da Revista Oeste vai além do texto de Rodrigo Constantino. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J.R. Guzzo, Augusto Nunes, Guilherme Fiuza, Silvio Navarro, Roberto Motta, Pedro Henrique Alves, Salim Mattar, Bruno Freitas, Bruno Meyer, Frank Furedi e Evaristo de Miranda.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.





Source link

Comente a matéria: