Os ministros de Relações Exteriores dos países membros da União Europeia devem se reunir na terça-feira 30 e quarta-feira 31, em Praga e pôr em votação a suspensão total do acordo de 2007 que prevê facilidades para a emissão de vistos de curta duração para cidadãos russos entrarem na Europa.

A medida é uma tentativa de impedir que cidadãos russos comuns viajem para a UE com vistos de turistas e mais uma sanção a ser imposta pelo bloco à Rússia, depois da invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro.

De acordo com reportagem do jornal britânico Financial Times publicada no domingo 28, a discussão se deve à ameaça de alguns membros do Leste Europeu de fechar unilateralmente suas fronteiras para os russos.

A República Tcheca e a Polônia, por exemplo, bloquearam a emissão de vistos logo depois que as forças russas iniciaram a invasão da Ucrânia, Outros países do bloco, porém, continuaram a garantir os documentos de viagem.

A República Tcheca, que ocupa a presidência rotativa da UE, espera um acordo entre os ministros das Relações Exteriores dos 27 países membros para implementar a medida até outubro.

Depois da invasão da Ucrânia, a UE suspendeu o acordo de 2007 para algumas categorias diretamente ligadas ao governo russo, mas Kiev e outros países do Leste Europeu querem que a Europa feche completamente o território aos turistas russos.





Source link

Comente a matéria: