Em meio a inflação do preço dos alimentos nos Estados Unidos, o contrabando de ovos está aumentando nas fronteiras com o México e o Canadá. Conforme mostram os dados Departamento de Agricultura norte-americano, as tentativas de fazer o transporte ilegal dobraram nos últimos nos meses de outubro a dezembro, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O contrabando de ovos cresce em meio ao aumento no valor cobrado pelo produto. A desorganização das cadeias de produtivas durante a pandemia já pressionava os preços. Além disso, o país teve que exterminar 58 milhões de animais em razão da gripes aviária. Entre elas, 43 milhões de galinhas poedeiras.

De acordo com a CBS, os preços dispararam em 2022. Os dados do Federal Reserve mostram que uma cartela com uma dúzia passou de US$ 1,79 para US$ 4,25.

Uma postagem feita por Jennifer De La, diretora diretora de operações do escritório da Alfândega de San Diego, mostram que nem mesmo as pesadas multas evitou o crescimento do transporte ilegal. Desde 2012, os consumidores norte-americanos estão proibidos de comprar os ovos mexicanos crus em razão dos riscos sanitários.

“O escritório da Alfândega de San Diego notou recentemente um aumento no número de ovos interceptados em nossos portos de entrada”, disse Jennifer. “Como lembrete, a entrada de ovos não cozidos do México nos EUA é proibida. A não declaração de itens agrícolas pode resultar em multas de até US$ 10 mil.”





Source link

Comente a matéria: