O governador João Azevêdo e a secretária Eva Gouveia perderam definitivamente a queda de braço para o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, na disputa pelo comando do PSD da Paraíba.

Depois de meses de especulação e de muitos encontros entre o presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, com Eva de um lado e Romero de outro, a decisão da executiva nacional é manter o PSD sob o comando do ex-prefeito.

Eva vinha atuando para que o partido não só apoiasse a candidatura de João à reeleição, mas também que o governador se filiasse a legenda e até virasse o novo presidente dela.

Publicidade

Por outro lado, Romero esteve, durante esse tempo, mostrando a Kassab como o PSD está preparado para fazer uma bancada forte na Câmara Federal com a possível eleição de 3 deputados.

No final, a decisão para a formação da chapa proporcional indo para a briga para eleger 3 parlamentares venceu e tudo continua como está no PSD. 

Aliás, talvez esse seja um dos motivos de Ruy Carneiro, ter assinado com a legenda. 


Matéria de Fonte 83

Comente a matéria: