Durante encontro do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com sua equipe de transição de saúde, o petista disse que as pessoas que “combateram a vacina” terão de pedir desculpas. A informação foi divulgada pelo portal CNN.

“A gente não pode achar que vamos anunciar a vacina, e o povo vai tomar”, declarou Lula, nesta quinta-feira, 24. “O povo tem de ser convencido novamente a tomar vacina. E vamos ter de pegar muita gente que combateu a vacina, e vai ter de pedir desculpa.”

Na reunião, ainda estavam instituições e cientistas. O petista está de repouso, em razão de um procedimento na laringe. Por isso, participou do encontro de forma virtual. Segundo Lula, a prioridade inicial do governo será recompor o Programa Nacional de Imunização e fazer com que os brasileiros voltem a acreditar nas vacinas.

O presidente eleito destacou que o governo deve encontrar recursos para a saúde, em vez de reclamar da falta deles. No novo governo, não vai faltar dinheiro para o Sistema Único de Saúde, segundo Lula.

“É necessário vencer um pouco a burocracia na máquina pública”, disse o petista. “Vamos tentar romper com isso, porque todo o nosso lema, além da saúde de qualidade, é atender a esse povo. O povo está muito sofrido. Nós vamos ter de pensar além da vacina.”

Cada participante da reunião falou por cerca de 5 minutos. Lula quis ouvir as demandas dos especialistas e qual pode ser o cenário da covid-19 para os próximos anos.





Source link

Comente a matéria: