Na tarde desta sexta feira (21) uma tentativa de assalto a um carro forte da empresa kairós aconteceu no estado de Pernambuco nas imediações da cidade de Brejinho PE próximo a Placas de Piedade.

A ação irradia para a divisa entre os estados de Pernambuco e Paraíba e nas proximidades da cidade de Texeira PB uma equipe da Polícia Civil da Paraíba se deparou com os criminosos que fugiam passando a persegui-los pelas estradas vicinais na zona rural, onde houve um confronto e os criminosos empreenderam fuga para a caatinga.

As guarnições do 3 BPM, que vinham em apoio, encontraram o carro dos criminosos abandonado, um veículo Honda SRV roubado, onde foram encontrados um fuzil 7mm, explosivos artesanais e uma vasta quantidade de munições 5.56 com dois carregadores de fuzil.

Diligências em conjunto com as guarnições da Polícia Militar de Pernambuco foram realizadas na caatinga, mas devido as condições de luminosidade e segurança das equipes, foram interrompidas devendo ser retomadas ao raiar do dia.

Uma equipe do esquadrão antibombas do GATE da PMPB se deslocou para sede da 4ªCia/3ºBPM em Texeira PB, onde o material explosivo havia sido deixado. Sendo executado os protocolos de segurança no tocante a incidentes críticos com bombas e explosivos, foi realizada a identificação, desativação e remoção do artefato explosivo pelo técnico Explosivista do GATE.

Logo após ser desativado, o material (04 artefatos explosivos improvisados constituídos de metalon), foi devidamente conduzido para a Delegacia pela Polícia Científica de Pernambuco e pelas guarnições da PMPB, junto com os demais objetos ilícitos apreendidos, para realização dos procedimentos cabíveis.

As diligências continuam através da integração das polícias e devem se estender até a prisão dos criminosos.

SEÇÃO DE COMUNICAÇÃO E MARKETING INSTITUCIONAL DO 3° BPM.

Com: mnegreiros.com

By Marcelo Negreiros

Jornalista militando na profissão desde 1985, trabalhando nas TVs Paraíba e Cabo Branco, afiliadas Rede Globo na Paraíba, durante 15 anos. Diplomado em 2001 pelas Faculdades Integradas de Patos.

Comente a matéria: