Rush!, de Måneskin (Sony Music, disponível nos serviços de streaming) Desde sua vitória no festival Eurovision, em 2021, a trajetória do quarteto italiano foi bombástica — prova de sua força foi sua energética (e abusada) apresentação no último Rock in Rio. Rush!, seu terceiro álbum, carrega no título o sentimento de urgência que tem marcado a carreira da banda — e que andava tão sumido do rock’n’roll. Com influências que vão de Nirvana, em Own My Mind, a Rage Against the Machine, em Gossip (que contou com a participação do guitarrista Tom Morello), os italianos aperfeiçoam a receita de seu rock spaghetti.

Comente a matéria: