A atriz Patricia Pillar usou as redes sociais para esclarecer os boatos de que teria sido agredida pelo ex-marido Ciro Gomes (PDT), candidato à Presidência da República. O pronunciamento veio depois que o presidente Jair Bolsonaro (PL) citou o caso durante o debate presidencial na Band, realizado na noite do domingo 28.

Enquanto trocavam acusações de machismo, Bolsonaro comentou sobre a polêmica envolvendo Ciro Gomes e sua ex-mulher, quando o candidato disse em 2002 que o “papel principal” de Patricia Pillar era “dormir com ele”. “Você falou que a missão mais importante de tua esposa era dormir contigo. Pelo amor de Deus, Ciro. Peço que você peça desculpas também aí”, afirmou o chefe do Executivo.

Após o comentário de Bolsonaro repercutir nas redes sociais, a artista recorreu ao Twitter para sair em defesa do ex-marido. “Parem de falar por mim!”, escreveu Patricia Pillar. “Há 20 anos, Ciro Gomes, meu ex-marido, disse uma frase infeliz em entrevista e imediatamente me pediu desculpas, que foram aceitas já naquela época.”

Em seguida, a atriz afirmou ter uma grande admiração e respeito por Ciro Gomes, e declarou voto ao candidato por “acreditar em seu projeto para o futuro do Brasil”.

“A partir dessa entrevista, adversários sem caráter criaram uma mentira sórdida sobre uma agressão que NUNCA ACONTECEU. Quem insistir em disseminar essa fake news perversa, sofrerá as devidas medidas judiciais. Quem tenta obter vantagens a partir da história pessoal de uma mulher, desconsiderando o que ela mesma diz, está desrespeitando TODAS AS MULHERES”, afirmou a atriz.

Por fim, Patricia Pillar declarou solidariedade a “todas as outras mulheres já desrespeitadas por Bolsonaro” e citou a jornalista Vera Magalhães, da TV Cultura e colunista do jornal O Globo como uma delas. Durante o debate, o presidente afirmou que a profissional era uma “vergonha para o jornalismo brasileiro”, depois que Vera perguntou para Ciro Gomes sobre vacinas, além de sugerir que o atual governo havia contribuido para agravar a pandemia e causar mortes. 

“Vera, não podia esperar outra coisa de você. Eu acho que você dorme pensando em mim. Você tem alguma paixão por mim. Você não pode tomar partido num debate como esse, fazer acusações mentirosas ao meu respeito. Você é uma vergonha para o jornalismo brasileiro”, disse Jair Bolsonaro.





Source link

Comente a matéria: