A ministra Maria Cláudia Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou a remoção das redes sociais de uma suposta postagem na qual o candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) diz que venceria as eleições “com ajuda do pai Xangô” e que iria acabar com o cristianismo.

Porém, para a ministra, “os representados, ao que tudo indica, estão compartilhando um tuíte montado, fraudulento, jamais postado pelo candidato Luiz Inácio Lula da Silva, em claríssima e gravíssima situação configuradora de desinformação, a impor imediata atuação corretiva desta Justiça Eleitoral”.

A decisão da ministra foi dada em representação da coligação de Lula contra pessoas responsáveis por dezesseis perfis no Facebook. No entanto, a campanha sustenta que diversas agências de checagem confirmaram que se trata de um tuíte falso.

“Dessa forma, antes de tudo, é preciso esclarecer que essa afirmação jamais foi dita pelo ex-presidente Lula. Com efeito, a agência de checagem “Aos Fatos” analisou a situação e concluiu que as publicações ora denunciadas, em verdade, referem-se a um tweet falso”, escreveu a coligação.

Na representação, a campanha petista também cita a checagem feita pelo portal UOL.

A decisão liminar da ministra Maria Cláudia, de quarta-feira 12, que será analisada pelo colegiado do TSE, também impõe multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento.

Source link

Comente a matéria: