O Partido Liberal (PL) pediu a cassação do mandato do deputado federal André Janones (Avante-MG) por quebra de decoro parlamentar. A solicitação foi protocolada, na quarta-feira 10, na Câmara dos Deputados. O pedido será analisado pela Comissão de Ética da Casa. Se aceito, será levado para apreciação do plenário da Casa.

A sigla, que o presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) está filiado, argumenta que o parlamentar teve condutas “incompatíveis com o exercício do mandato de deputado”. Janones atua massivamente na campanha de Lula (PT), candidato à Presidência, e está sendo acusado de disseminar fake news contra o presidente.

Na terça-feira 18, o deputado participou de uma reunião da campanha petista com influenciadores digitais e sugeriu várias ações para impulsionar conteúdos a favor de Lula. O parlamentar acompanha o candidato aos debates e o ajuda a liderar a campanha digital do ex-presidente.

O TSE já havia solicitado explicações a Janones sobre a divulgação de informações falsas contra Bolsonaro. Nas redes sociais, o deputado comparou a atitude do presidente a uma “ditadura”.

“O PL de Jair Bolsonaro acaba de entrar com uma ação pedindo minha cassação pelas opiniões que tenho manifestado nas minhas redes sociais”, escreveu. “A censura já se instalou oficialmente por aqui e a ditadura já é uma realidade.”

Já a presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann, declarou que o PL diz defender a liberdade, mas deseja calar um parlamentar. “Ditadura bolsonarista quer censurar e cassar mandato do deputado federal André Janones por expressar suas opiniões”, redigiu a parlamentar. “Eles dizem defender a liberdade, mas querem calar um parlamentar por não pensar como eles. A democracia está em risco com Bolsonaro.”

Source link

Comente a matéria: